Estância na Patagônia

Na última viagem à El Calafate tive a oportunidade de vivenciar duas experiências diferentes. Uma delas foi a Estância Cristina, que eu contei em outro post. Nesse artigo conto sobre a Nibepo Aike, uma experiência de como é a vida nos campos patagônicos. Fincada às margens do Lago Argentino, a Nibepo Aike é uma estância na Patagônia de pura beleza natural. Bem pertinho do glaciar Perito Moreno, você pode conhecê-la num passeio de meio dia ou no privilégio de hospedar-se lá por uns dias. Bora ver como foi?!

Estância na Patagônia

Estância na Patagônia

Um dia em uma estância na Patagônia

Nipebo Aike é uma estância na patagônia que mantém a essência da vida no campo. Ali é comum ver os homens cavalgando e o rebanho de ovelhas sendo pastoreado por cães. Andar a cavalo, fazer caminhadas são uma das atividades que você pode experimentar os costumes tradicionais das estâncias na Patagônia.

Estância na Patagônia

estância na Patagônia

Na minha visita tive a oportunidade de cavalgar às margens do lago argentino, indo ao local onde as ovelhinhas ficam pastando. A Nipebo oferece um passeio a cavalo pelas geleiras mais remotas do parque Los Glaciares. É um programa de 5 dias para os aventureiros que desejam explorar o parque em 2 ou 3 noites, a depender do mês, dormindo nos outposts da estância. Eu amei a ideia e estou pensando em voltar! É como um glamping num posto avançado da estância. Ele tem uma casinha de madeira localizada a 6 horas da sede. Deve ser um luxo passar uma noite lá, com bilhões de estrelas decorando o céu noturno, de frente para a Cordilheira dos Andes.

Estância na Patagônia

Estância na Patagônia

Depois assistimos a tosa de uma ovelha pelo método tradicional, ou seja, na tesoura de tosquia. Fiquei sabendo que a tosa é essencial para o bem-estar das ovelhas uma vez que o peso da lã pode prejudicar a saúde delas. Geralmente a tosquia é realizada na primavera, antes do início do verão, com a finalidade de libertar as ovelhas do calor produzido pela lã durante os meses quentes. E, claro, assegurando o crescimento da lã antes da chegada do inverno para que não fiquem desprotegidas.

Estância na Patagônia

Estância na Patagônia

Sobre a Estância Nipebo Aike

As casas da Nipedo são uma relíquia da arquitetura pioneira tipicamente patagônica. É ali que alguns tem a oportunidade de se hospedar no “casco” da estância, o prédio principal. E terem a chance de experimentar a autêntica vida das estâncias na patagônia. As diárias incluem pensão completa, atividades outdoors e traslados diários de El Calafate.

Estância na Patagônia

Estância na Patagônia

A Nibepo Aike oferece ainda o programa “PLUS” que onde os hóspedes desfrutam de serviços exclusivos e privados. É a oportunidade de você ter um guia bilíngue à sua disposição, ao invés de explorar a área por conta. Outra opção é fazer o passeio de meio-dia pela estância, incluindo atividades e almoço (ou jantar,dependendo do horário que você escolhe).

Estância na Patagônia

Estância na Patagônia

A Estância Nipebo Aike fica afastada da cidade de El Calafate (55km) e bem perto do Glaciar Perito Moreno, dentro do Parque Nacional Los Glaciares, às margens do braço sul do Lago Argentino. Cobre uma área de mais de 12.000 hectares, estendendo-se até a fronteira com o Chile. A imponente Cordilheira dos Andes está sempre no pano de fundo.

Estância na Patagônia

Estância na Patagônia

Deixo aqui o site da Estância para você reservar seu passeio ou estadia (clique aqui). E depois volte aqui para me contar como foi, ok?

Estância na Patagônia

Continue lendo + dicas da Patagônia Argentina:

+ Como planejar sua viagem a El Calafate

+ Roteiro de 4 dias na Patagônia Argentina

+ A trilha para a Laguna de Los Tres, aos pés do Fitz Roy

+ Onde ficar em El Chaltén, aos pés do Fitz Roy

+ Desbravando a Estância Cristina

+ Onde ficar em El Calafate

+ Tudo sobre o Glaciar Perito Moreno

+ Rumo aos Balcones de Calafate

Se tiver qualquer duvida ou se gostou do post, deixa um comentário aqui!

Um bjo, ótima viagem e voltem sempre!

flavia ribeiro viagens

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *