Trekking na geleira na Islândia

Se você gosta de natureza e aventura não deixe de incluir uma caminhada em uma geleira na Islândia. Nós escolhemos a geleira Sólheimajökull, no sul do país, onde aprendemos mais sobre o comportamento e a transformação delas e apreciamos a beleza dessa natureza. Andamos próximos à grandes fendas e fissuras, à algumas caldeiras de água e vimos várias esculturas de gelo natural. Se você está planejando viajar, não deixe de incluir um trekking em uma geleira na Islândia, porque elas estão derretendo, e assim você terá uma experiência única, que talvez não tenha mais chance no futuro…

Trekking na geleira na Islândia

Como foi nosso dia no tour “Glacier walk”

Esse tour pode ser feito facilmente a partir de Reykjavik, passando também em outras atrações no caminho como as cachoeiras Skogafoss e Seljalandsfoss, as mais espetaculares que já vi na vida! Como falei nos outros posts todo o nosso roteiro foi organizado pela Gateway to Iceland, uma agência local especializada em pequenos grupos.

+ Clique aqui para saber mais sobre a Gateway to Iceland

Trekking na geleira na Islândia

Saímos do nosso hotel por volta das 8:30 em direção ao sul, onde estava nossa geleira na Islândia. O tour inteiro durou aproximadamente 10 horas de duração, sendo 2 a 2,5 horas andando no gelo. Há saídas todos os dias, só fecha nos dias 24 e 25/12.

Como é o trekking numa geleira na Islândia

O primeiro passo foi experimentar o tamanho correto dos grampones, aqueles grampos que são presos à bota de trekking e ajudam a caminhar sobre a geleira.

Estávamos num grupo grande, mas que foi dividido em três pequenos, de no máximo 10 pessoas por guia.  Por cerca de 2 horas, e aprox. 5 km, tivemos muitas explicações e tempo para tirar fotos, admirar a paisagem e as formações de gelo. A geleira estava toda tomada por neve porque a semana que estávamos lá nevou constantemente, mas ainda assim pudemos ver algumas partes descobertas.

Importante: Não deixe de ir ao banheiro antes do passeio. Na base da geleira tem um container com banheiro e uma pequena cafeteria. Mas ainda assim eles recomendam levar um lanche. Lembre-se de trazer roupas quentes, impermeáveis e calçar botas de trekking. Os equipamentos de segurança da geleira são fornecidos pelos guias.

Comportamento e transformação das geleiras 

As geleiras são definidas como um grande e persistente bloco de gelo. Se formam quando a neve é comprimida em massas grossas de gelo, e permanecem por um longo período em um único lugar até congelar. Elas são o maior recurso de água doce do mundo e a segunda maior acumulação de água pelos oceanos.

Trekking na geleira na Islândia

Geleiras estão em constante movimento. Elas rastejam para a frente devido à sua massa pura, como rios muito lentos. Embora as geleiras sejam persistentes, elas se deformam lentamente à medida que fluem e criam rachaduras e cavernas glaciais.

Só que a mudança climática global está transformando a dinâmica que molda esse movimento, o volume e a forma das geleiras. As geleiras estão recuando extremamente rápido, é triste saber que o lugar onde nós pisamos pode desaparecer muito em breve.

Trekking na geleira na Islândia

Outra curiosidade é que a cor azul dos icebergs, também conhecida como gelo azul. Ela diz aos geólogos sobre a pureza, longevidade e, sobretudo, o nível de compressão desses fragmentos das geleiras.

Sólheimajökull, a 4a maior geleira na Islândia

Cerca de 11% da Islândia (11,9 mil km² de 103 mil km²) está coberta por glaciares! O Sólheimajökull é uma espetacular língua de gelo que se estende de Mýrdalsjökull, a quarta maior geleira da Islândia. Mýrdalsjökull cobre a poderosa caldeira de vulcão Katla, um vulcão feroz (e dos mais ativos da Islândia) que se um dia voltar a entrar em erupção dizem que trará terríveis consequências. Katla entrou em erupção pela última vez em 1918, e suas cinzas ainda estão por lá por mais de 100 anos!

Sólheimajökull tem aprox 15 km de comprimento, 1-2 km de largura e cobre 44 km². A base da geleira está a 11 m acima do nível do mar. Triste e impressionante é ver como Sólheimajökull está encolhendo e recuando… Ela recuou cerca de um quilômetro na última década. De 1904 a 2009, Sólheimajökull perdeu 2,2 km2 (70%) da parte frontal por derretimento. Em 2010, a geleira recuou 1255 metros, desde que as medidas foram iniciadas em 1931. Ela ainda está recuando de forma excepcionalmente rápida, num tamanho equivalente de um campo de futebol anualmente!

Trekking na geleira na Islândia

Normas de segurança na geleira na Islândia

A coisa mais importante numa trekking numa geleira na Islândia é ter um guia experiente que irá ensinar como usar os equipamentos, como pisar, subir e descer no gelo, para evitar qualquer acidente.

Além disso os guias conhecem a geleira, que é um lugar muito perigoso se você não pisar no lugar certo. Sempre andávamos atrás da guia, caminhando um atrás do outro, como uma “linha Penguin”. Nossa guia Marta nos pareceu altamente experiente.

Trekking na geleira na Islândia

Os guias também sempre atentos ao tempo. Em contato direto através do rádio eles monitoram as mudanças climáticas, pois na Islândia você pode encontrar chuva, sol, frio e calor em apenas uma hora. Assim foi nossa experiência!

O equipamento técnico (grampos e machadinho de gelo) é fornecido pela Icelandic Mountain Guides, nossos guias que foram recomendados pela Gateway to Iceland. Depois de ter colocado e apertado os grampos às botas de trekking, começamos a caminhar para nos acostumar, não é difícil. Depois de alguns minutos é bom parar e verificar se é necessário ajustá-los. Amarre bem o cadarço para evitar acidentes, e não se machucar pois os grampos são seriamente afiados. A outra peça importante do equipamento é o machadinho de neve chamado blimey. Ele serve como um apoio, e com ele fica mais fácil subir e descer os terrenos da geleira.

Trekking na geleira na Islândia

E aí gostou das dicas do trekking na geleira na Islândia? Se sim, ou se tem alguma dúvida, deixa um comentário aqui para mim!

+ Veja aqui meu roteiro completo na Islândia

+ Veja aqui todos os demais passeios na Islândia

+ Veja aqui onde ficar em Reykjavik

Um beijo e até o próximo post! 😉

Flavia Ribeiro

 

 

Você vai gostar de...

Passeio de barco em Komodo por 3 dias O passeio de barco em Komodo não pode faltar na sua trip pela Indonésia. Na minha opinião um "liveaboard"  é a melhor maneira de explorar as remotas i...
Como encontrar os Dragões de Komodo Os legendários dragões de Komodo, a maior espécie de lagarto vivo do mundo, são as grandes atrações do Parque Nacional de Komodo na Indonésia (junto c...
Mergulho em Komodo, um mundo de cores O mergulho em Komodo na Indonésia é sem dúvida um dos mais desejados do mundo. Muito por conta da sua extraordinária biodiversidade e densidade de vid...
As melhores dicas de viagem pra Komodo Komodo está listada como uma das sete novas maravilhas da natureza, e ainda é Patrimônio da Humanidade e Reserva da Biosfera pela Unesco! Super justif...

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *