Featured Video Play Icon

Há muito tempo que eu já queria fazer o trekking Laguna de Los Tres pra chegar aos pés do poderoso Fitz Roy, na Patagônia Argentina. Com muitas prioridades de viagem, estava adiando até que finalmente decidi ir num bate e volta mesmo, exclusivamente pra fazer a trilha mais famosa da região, o trekking Laguna de Los Tres. Minha amiga Priscila Stoky, parceira de mergulho e outras viagens, se jogou na mesma aventura comigo. Obrigada Pri Pri!!

Resolvi pegar um feriadão de 3 dias (1 dia para chegar, 1 dia para a trilha, outro para voltar), numa incursão arriscada pelo pouco tempo. Havia probabilidade de não dar certo pelas condições climáticas que são imprevisíveis na região. Mas ao final foi maravilhoso! As paisagens são impressionantes! Uma viagem que eu recomendo demais e que detalho aqui abaixo pra vocês, especialmente se você tiver mais tempo para ficar.

Trekkings na Patagônia Argentina

Trekking é a principal razão pela qual os aventureiros vão para El Chaltén, onde estão as montanhas mais imponentes da Patagônia Argentina, dentro do Parque Nacional Los Glaciares.

O trekking Laguna de Los Tres é a mais famosa caminhada direcionada aos trilheiros experientes e fisicamente bem preparados. São 20 km, ida e volta, com partes bem íngremes, até os pés do Monte Fitz Roy. Outra trilha muito procurada na região é a que leva perto do Cerro Torre, uma das montanhas mais difíceis do mundo para se escalar!

Se a dificuldade te assusta, não desanime. Na região há muitas opções de caminhadas mais curtas e mais fáceis, com paisagem de lagos, sempre enquadrando o imponente Fitz Roy de longe. No Centro de Visitantes do Parque Nacional é possível conseguir um mapinha com as principais trilhas, contendo as distâncias, horários e dificuldades. Você vai ver que há opções de caminhadas fáceis de 2 horas, caminhadas de 8-10 horas ou travessias de muitos dias.

Trekking Laguna de Los Tres

A caminhada mais procurada é sem duvida o trekking Laguna de Los Tres por proporcionar a mais bela vista e a mais próxima das imponentes paredes do Fitz Roy. A maior parte da trilha é feita dentro de um bosque lindo, com leves subidas e descidas. A altitude do trekking é de aprox 700 metros à partir de El Chaltén, sendo que 450 m está no km final, a pior parte de subida muito íngreme.

Se sua opção é fazer tudo num dia só, como nós fizemos, recomendo sair cedo, antes das 9hs da manhã, já que são em média 10 horas de caminhada, ida e volta. Nós levamos esse tempo para concluir tudo, incluindo 1 hora para contemplação e almoço na Laguna e muitas pausas fotográficas pelo caminho. A volta também foi mais lenta pelo cansaço e pela dor no meu joelho que comecei a sentir na descida.

Embora não há necessidade de guia (a trilha está muito bem demarcada), nós optamos por contratar um guia para minimizar os percalços do objetivo de concluir a trilha naquele único dia. Não havia a opção de voltar para casa frustrada. Nosso guia foi excelente, Simon Brun, um escalador experiente e muito simpático, com grande conhecimento da região. Ele foi contratado através da Patagônia Hikes, uma loja esportiva para aluguel e venda de roupas e equipamentos.

Preparação importante

Muito importante saber que a trilha requer um bom preparo físico. Realmente não tente se você não está preparado. No dia que fomos um senhor teve uma parada cardíaca e não resistiu ao esforço, falecendo no meio da trilha. Muito triste. Se você quer chegar lá em cima esteja bem, planeje e prepare-se. Uma opção é fazer a caminhada em dois dias, acampando no Poincenot.

Dicas para o seu planejamento

  • Leve comida e lanches que assegurem calorias para o dia todo. Não há nenhum comércio no caminho.
  • Mas há vários rios no caminho com água potável. Dizem que no entorno de El Chaltén se tem uma das fontes de água mais puras de toda a Argentina.
  • Leve um bastão de caminhada, vai ajudar muito, pra subida e descida.
  • Fortaleça seus joelhos com musculação durante o planejamento da viagem.
  • Dê prioridade de passagem principalmente às pessoas que estão subindo.
  • Leve sempre casaco corta-vento, capa de chuva, inclusive para a mochila, roupa térmica e boas botas de trekking. Gorro e luvas são aconselháveis também.
  • Na subida se tiver calor tire as roupas extras para evitar suar e sentir frio (e molhado) mais tarde.
  • No Parque Nacional Los Glaciares não é permitido voar com drones.

Trekking Laguna de Los Tres Patagonia Argentina El Chaltén

Duas opções de ida

Existem duas opções de ida, a primeira é pela trilha regular que começa na cidade de El Chaltén. Siga até o final pela Avenida San Martin, há placas com indicações. A segunda opção é iniciar o trekking Laguna de Los Tres por um caminho alternativo, que sai da Hosteria El Pilar, a 16km do centro de El Chaltén. Essa opção evita algumas subidas, além disso pode fazer 2 caminhos para a ida e a volta, tendo 2 vistas completamente diferentes. Outro atrativo é que, iniciando pela Hosteria El Pilar, você passa pelo Glacial Piedras Blancas. Nós fizemos essa segunda opção, até porque estávamos hospedadas no Patagônia Eco Domes, que fica bem ao lado da Hosteria El Pilar.

Trekking Laguna de Los Tres Patagonia Argentina El Chaltén

Glacial Piedras Blancas

Uma hora e meia depois do início, caminhando dentro do bosque (lindooo), chegamos num ponto que é possível ter uma visão panorâmica do Glaciar Piedras Blancas, uma das mais famosas geleiras da região. Dali em diante a trilha ficou mais aberta, passamos por um grande vale patagônico, sempre com o Glaciar ao horizonte.

Trekking Laguna de Los Tres Patagonia Argentina El Chaltén

Acampamento Poincenot

No km 8 está o acampamento Poincenot, ponto onde as duas opções de trilhas se encontram, e se tornam uma única até a base da montanha. A área é bastante movimentada. Chegamos lá com menos de 4 horas de caminhada. No local tem um banheiro químico mas as condições estavam bem ruins, melhor usar o banheiro natural mesmo… rs Depois de atravessar o Rio Blanco você verá um acampamento que era usado pelos escaladores no passado. Ali você pegar água para beber.

A parte íngreme

Dali seguimos para a última parte da trilha, a tão temida subida. Vai achando que é horrível que quando chega lá nem é tanto assim… Brincadeira, é difícil sim, são 450 metros de elevação em 1 km de distância, até chegar à Laguna de Los Tres. No começo parece uma subida normal, mas logo depois começa a piorar. Uma parte descampada com poucas arvores, e muitas pedras no caminho, muitas soltas. Vai devagar no seu ritmo, e vai subindo aos poucos. O tempo médio é 1 hora, podendo ser um pouco mais a depender das paradas.

Trekking Laguna de Los Tres Patagonia Argentina El Chaltén

Enfin a Laguna de Los Tres e o monte Fitz Roy

Após 5 horas de caminhada chegamos! Que cenário mais espetacular! Certamente está na minha lista de Top 10 lugares mais lindos do mundo! Já fiz muitos trekkings, mas com certeza o Fitz Roy e a Laguna de Los Tres foi o mais bonito deles. A vista é fantástica, dois lagos, a geleira, e o ponto mais próximo do maciço Fitz Roy, a montanha de granito de 3359 metros.

Quando ir

A melhor época para fazer o trekking Laguna de Los Tres é de Outubro a Abril. Fui no finalzinho de março, inicio do Outuno, uma época linda para ver os tons avermelhados das Las Lengas, a árvore que domina a vegetação local. Fique atento aos horários de nascer e pôr do sol. Em Marco estava amanhecendo por volta das 8:30 da manhã e se pondo as 20h. A partir de Maio o frio começa a ficar mais rigoroso, e a região pode ficar tomada pela neve.

No dia anterior ao nosso trekking ventava muito e até pensamos que não seria possível chegar lá em cima naquelas condições. Mas tivemos muita sorte mesmo pois no dia da caminhada amanheceu ensolarado e sem vento. Porém fomos avisadas que o clima muda rápido. Venta, chove e faz sol no mesmo dia. Se o seu dia começou lindo como o nosso, apresse-se para chegar a tempo de ver o Fitz Roy sem nuvens. É uma das paisagens mais lindas de toda a Patagônia! Aproveite e seja feliz!

Bjs e até os próximos posts.

Flavia Ribeiro

Você vai gostar de...

Mergulho em Arraial do Cabo Como mergulhadora credenciada Padi Advanced já fiz mergulho em Arraial do Cabo muitas vezes e atesto que a fama de Capital Brasileira do Mergulho (jun...
Parque das Aves, vale sua visita? Confesso que entrei meio receosa pela primeira vez no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu. A sensação era de entrar num viveiro, onde os animais estaria...
A mística Chapada dos Veadeiros Paraíso do ecoturismo e reduto de hippies e esotéricos, a Chapada dos Veadeiros é também conhecida como uma região holística e um dos principais centr...
Roteiro de 4 dias na Chapada dos Veadeiros Se você já leu o post introdutório, agora vamos detalhar nosso roteiro de 4 dias na Chapada dos Veadeiros. São muitas atrações a escolher. Nós fizemos...

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *