Viagem e gastronomia sempre andaram juntas. Com certeza, a culinária é uma parte importante da cultura de um país: a cada refeição se aprende um pouco mais sobre as pessoas, seus costumes e a sua própria história.

gastronomia pelo mundo

Nesse artigo conto um pouco dos aspectos interessantes que aprendi sobre a gastronomia pelo mundo, literalmente provadas nas minhas andanças em mercados de rua, pequenos e grandes restaurantes e alguns cursinhos de culinária por aí.

gastronomia pelo mundo

Viagens e gastronomia pelo mundo

Quem gosta de viajar provavelmente gosta de experimentar comidas típicas. Eu amo combinar viagem com aventura, mas também adoro viagem combinada com gastronomia. Alias, pedir um prato típico num país exótico às vezes pode ser considerada uma verdadeira aventura.

comida exotica pelo mundo

Já se atreveu a comer cabeça de bode no Marrocos? Aranhas no Camboja ou caramujos na França? Pensando bem, numa viagem não se aprende só sobre o país, mas também sobre você – e suas preferências.

Aula de culinária em Siem Reap

A diversidade da gastronomia mundial, embora ainda grande, está se fundindo cada vez mais com a globalização de costumes. Vários países se destacam na gastronomia pelo mundo por sua influência e características. Aqui nesse artigo vou contar sobre a gastronomia mediterrânea, a francesa, a italiana, a tailandesa, a indiana, a marroquina entre outras. Bora conferir?

queijos franceses

A Culinária Italiana

Pra começar vamos falar da gastronomia da Itália, país provavelmente com mais expressão na gastronomia mundial. Quem não conhece a pizza, o risoto ou seus inúmeros tipos de pastas? A base dessa culinária é feita com os carboidratos mais prazerosos que existem e que fazem a felicidade de seus apreciadores. Viva a Itália!

pasta italiana

Além das pastas, tomate, queijos, trufas, azeites, vinhos, tem os temperos como orégano, manjericão, salsa, alecrim e sálvia. Acho que são esses os ingredientes mais marcantes da Itália. Esqueci de algum?

pasta italiana

Assim como na França, o serviço de mesa é um ritual dividido em antipasto, primo piatto, secondo piatto e dolce. Como antipasto posso citar o carpaccio, a bruschetta e a berinjela a vinagrete. Não posso deixar de falar dos queijos… amo gorgonzola e o grana padano. Depois vem o primeiro prato com as pastas, na sequência o segundo com os assados ou grelhados. E para finalizar a sobremesa. Quem resiste à um gelatto italiano ou um tiramisú?

tiramisú

A exótica culinária tailandesa

A exótica culinária tailandesa é resultado de uma fusão centenária de influências orientais que misturam sabores que vão do picante, ao doce, passando pelos salgados e ácidos.

culinária tailandesa

Também é um exemplo de comida saudável, com base em verduras, legumes e frutas frescas, embora utilize-se também de bastante fritura como o pad thai que é salteado na wok para ganhar textura crocante. Pra quem não conhece, o pad thai é o carro chefe da culinária tailandesa e pode ser considerado uma espécie de “arroz frito”.

culinária tailandesa
culinária tailandesa

Os pratos são sempre combinações de arroz com molho agridoce e algum tipo de carne ou frutos do mar. Para acompanhar eles usam brotos de feijão, limão e amendoim. Aliás, o arroz é um ingrediente tão importante que escrevi um artigo exclusivo sobre ele – clique aqui.

gastronomia pelo mundo

Interessante saber que os tailandeses comem várias vezes por dia já que suas refeições são sempre leves e pequenas. Outro hábito é o de comer em mercados de rua e feiras, experiências imperdíveis – baratas e a céu aberto.

culinária tailandesa

A Culinária Indiana

A culinária indiana é uma das maiores e mais conhecidas características culturais do país. A alimentação de seu povo é regida pela religião e o preparo dos pratos é praticamente um ato de devoção uma vez que os indianos oferecem uma pequena porção de comida aos Deuses Hindus sempre antes de se alimentarem.

comida indiana

No país onde a vaca é considerada sagrada, a maioria dos indianos são vegetarianos. O aspecto mais inconfundível é o uso abundante da pimenta e das especiarias. Elas dão sabor, aroma e as propriedades terapêuticas à comida. Os temperos mais importantes são o açafrão (ajuda a purificar o sangue), a cúrcuma (antibiótico natural e ajuda na digestão), o gengibre (expectorante e analgésico), o cardamomo (estimula a mente e o coração) e a canela em pau (regula a circulação do sangue). Já o caril, a massala ou o curry são misturas de especiarias que são usadas para temperar frango, peixe, saladas ou sopas e ajudam em um montão de coisas.

comida indiana

Viajando por lá gostei muito do tandoori chicken ou chicken tikka massala que é um frango marinado em um creme de curry e assado no tandoor, um forno à brasa onde também é assado o “naan”, o pão mais famoso da culinária indiana. Aliás o pão está em todas as mesas como acompanhamento e porque também ajuda a empurrar a comida que, por tradição é experimentada com a mão direita, sem o auxílio de talheres.

comida indiana

Todo meu roteiro pela India passando por Delhi, Agra e Jaipur está nesse link aqui.

A cozinha fusion do Peru

O Peru é uma referência na gastronomia pelo mundo e atrai visitantes que querem conhecer sua cultura, mas também descobrir e saborear sua cozinha. Por anos consecutivos o país tem sido escolhido como um dos melhores destinos gastronômicos do mundo. Não só pela quantidade de grandes cozinheiros, e, consequentemente, ótimos restaurantes, mas pela variedade de influências que traduzem sua culinária. Muitos deles, inclusive, figuram na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo como o Central, Maido e o Astrid & Gastón.

culinaria nikkei

Falando em influências, a culinária peruana sempre se destacou por misturar elementos das cozinhas indígena com a hispânica. Há alguns anos sua cozinha absorveu outra influência, a japonesa, e criou um conceito único que fez muito sucesso na gastronomia mundial. Trata-se da cozinha Nikkei que combina peixes crus, com preparações a base de arroz e macarrão. A chef Mitsuharu Tsumura explica que a cozinha Nikkei não é a comida peruana com influência japonesa, e tão pouco a japonesa com influência peruana, mas sim a fusão das duas.

culinaria nikkei

Um dos pratos mais simbólicos é o ceviche feito à base de peixe cru marinado em suco de limão. É temperado com sal, pimenta, coentro e alho e pode vir acompanhado de cebolas roxas, milho e batata doce. Camarão, lagosta ou mesmo polvo também podem ser usados no preparo do ceviche. O tiradito, outro prato bastante requisitado, difere do ceviche pelo corte em lâminas mais finas e não levar cebola. Aprecie com uma chicha morada, uma espécie de suco de milho roxo ou com um pisco sour, um coquetel típico da gastronomia peruana.

Culinária Marroquina

O Marrocos tem uma gastronomia muito peculiar que ganhou suas características em função de sua história, clima e posição geográfica por ter absorvido influências dos ingredientes e costumes das rotas comerciais entre a Europa e a Ásia. Conhecida pelos seus sabores marcantes, a culinária marroquina também abusa das especiarias como canela, cominhos, gengibre, sésamo, açafrão e pimenta preta.

tagine marrocos

O tagine, prato muito comum no Marrocos, é um tipo de cozido preparado lentamente com legumes, azeitonas, limões e laranjas e algum tipo de carne. Outro prato muito interessante é o cuscuz, preparado a partir da sêmola do trigo. É comumente servido com vegetais, amêndoas e frutos secos.

marrocos

Fiquei tão encantada com a excentricidade da culinária marroquina que escrevi esse artigo aqui com muito mais detalhes dessa cozinha de destaque na gastronomia pelo mundo.

tagine marrocos

+ Todo o roteiro de viagem ao Marrocos você encontra nesse link aqui.

A Gastronomia Francesa

Listada como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco, a gastronomia francesa reúne muito mais que uma excelente técnica, qualidade e procedência de ingredientes. Ela reúne rituais da cultura do “bem comer”! Os franceses sabem como ninguém celebrar os momentos mais importantes da vida sempre em volta da mesa. Servida como um ato sagrado, uma refeição na França pode demorar mais de 2 horas, se tiver todas as etapas. Não é à-toa que a gastronomia francesa, onde sabor e visual andam juntos, é considerada um legado, assim como sua arquitetura e arte.

gastronomia francesa

A culinária da França tem evoluído ao longo dos séculos, e apesar de todas as transformações, suas técnicas são referências na gastronomia pelo mundo e servem de base para muitas cozinhas do planeta. Não é à toa que 1/3 dos restaurantes estrelados pelo mundo encontram-se na França. A cada ano os chefs, verdadeiros artistas, renovam as técnicas, desenvolvem novos pratos e recriam os clássicos.

gastronomia francesa

São muitas especialidades e pratos clássicos franceses. Amo o magret de pato defumado, uma salada com figos e foie gras, a tábua de queijos como sobremesa, os patês e as terrines ou o crepe suzette com sua deliciosa calda de laranja flambada. Não posso deixar de lembrar o cheirinho de um croque-monsieur saindo do forno ou uma baguete recém assada em numa das boulangeries de St Germain ou o encanto das vitrines das patisseries de Madeleine com aqueles doces lindos de encher nossos olhos.

gastronomia francesa

Se curte gastronomia pelo mundo leia também meu outro artigo que conta mais sobre a gastronomia francesa, com uma aula de culinária no L’atelier des Chefs, um delicioso tour gastronômico em Paris e um super almoço no restaurante de um chef estrelado.

gastronomia francesa

A saudável culinária grega

A culinária grega é um ótimo exemplo de cardápio mediterrâneo. O destaque vai para os frutos do mar: camarões, lulas, polvos e mexilhões são servidos assados, cozidos ou grelhados, sempre acompanhados da salada e legumes como batatas, berinjelas e abobrinhas.

culinaria grega

Conhecida no mundo todo por ser muito saudável, seu ingrediente principal é o azeite de oliva. Todo prato fica mais gostoso se for regado com uma boa quantidade de azeite grego. Aliás, as azeitonas mediterrâneas são pra mim inigualáveis, assim como os tomates super vermelhos (quase doces), o iogurte grego e o queijo feta.  

A Culinária Balinesa

Bali tem sua culinária influenciada principalmente pelas culturas indiana, chinesa e árabe com algumas poucas influências da cultura ocidental.

culinária balinesa

O resultado é uma culinária saudável e exótica, que reúne elementos de diversas partes do mundo!

culinária balinesa

Tive o privilégio de fazer uma aula de culinária no meio de um arrozal em Ubud, interior da ilha de Bali. Para ler esse artigo clique aqui. O dia começou cedo com uma visita ao mercado de Ubud, horário que somente os locais estavam lá. Lá compramos os ingredientes para o nosso menu de 7 pratos. As cores e sabores eram diferentes de tudo o que eu já tinha visto.

aula de culinária Ubud

+ Todo as dicas de viagem à Indonésia você encontra nesse link aqui.

sateh babi bali ubud

A Culinária no Camboja

Outro lugar que tivemos a oportunidade de fazer uma aula de culinária foi em Siem Reap no Camboja. A aula começa com a visita ao Mercado de Siem Reap. Ali o chefe explica sobre as ervas, especiarias e produtos usados nos pratos no Camboja.

culinária no camboja

A base da culinária no Camboja, além das especiarias, leva sempre arroz, leite de coco, lemongrass (capim limão), alho, tomate, cogumelos e molho de ostra.

culinária no camboja

Além do preparo, aprendemos também como cortar os vegetais e como fazer a decoração dos pratos típicos do Camboja. Ao final do preparo de cada prato, saboreamos nossa criação numa mesa no jardim da casa.

Aula de culinária em Siem Reap

Em breve esse artigo será complementado com mais experiências da gastronomia pelo mundo com trechos pelo México, Argentina e Turquia. Se curtiu deixe seu comentário aqui abaixo.

Obrigada pela visita, volte sempre! 😉

Flavia Ribeiro Viagens

Todas as fotos e relatos são experiencias autênticas da autora, assim como todos os demais artigos que postamos aqui no blog. Prestigie e faça suas reservas usando os links do blog (reservas de hotel, aluguel de carro, compra de passagens e seguros e muito mais). Você paga o mesmo preço e nós ganhamos uma pequena comissão que ajuda na manutenção do blog.

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *