Preparado?

Como descrever uma sensação ao despencar de 12.000 pés de altitude a 250km/h? Tentarei descrever o indescritível! Com certeza o Skydive me proporcionou uma das experiências mais emocionantes e adrenalizantes da minha vida.

Tudo começou com uma boa preparação desde cedo, como todas as outras viagens da Batiks Sports. Organizamos tudo com muita cautela para que a aventura saísse conforme o planejado. Partimos do Rio de Janeiro às 7 da manhã rumo a Resende, cidade do estado do RJ, conhecida pelas condições geoclimáticas ideais para o esporte. 

Skydive

Ao entrar no aeroporto de Resende, já é possível avistar diversos saltadores fazendo suas manobras radicais para aterrissar. O coração já acelerou e eu comecei a suar. Entretanto, a vontade de sentir um pico de adrenalina nunca antes vivenciado, me fez esquecer o medo.

Fui direto ao hangar da Skydive Resende, empresa que obtive referências de segurança, qualidade do serviço e responsabilidade com o cliente. Entrando na estrutura metálica, eu estava sem palavras vendo uma equipe de diversos instrutores organizando, orientando, preparando e rindo ao mesmo tempo. Assim pensei: “Não é possível que eles não fiquem tensos” e realmente não ficam! Ali é o playground deles. Saltar de Skydive pra eles é um momento único de liberdade e aventura.

Skydive

Bom, o tempo foi passando e a cada saída dos aviões, o sorriso ia diminuindo, o olhar cada vez mais expressivo, o sangue pulsando mais rápido e até que fomos chamados para as instruções do salto em terra. Aparentemente, muito fáceis de executar… em terra, hehe.

Chegou a nossa hora. Soou a sirene e lá estávamos a caminho do avião. Todos entraram e eu fui o último. Por um momento achei que seria bom, mas quando chegamos no ponto mais alto do voo onde o avião literalmente reduz a velocidade e abre a porta, eu percebi que era o primeiro a saltar. Naquele momento, as nuvens pareciam formigas de tão pequenas que eram. Mergulhar no desconhecido, naquele momento era quase que uma pergunta sem resposta. Estávamos muuuuito acima das nuvens e não havia mais tempo para refugar. Ali só tinha um jeito. Saltar.

Skydive

Me encaminhei para a porta, coloquei os pés para fora (por ordem do instrutor que saltou junto comigo) e adotamos o procedimento inicial do salto. Iniciamos a contagem de 1, 2, 3 para saltar mas no 2 eu já nem sabia onde estava. Saltamos !

Em questão de segundos, tudo parece uma loucura de sensações. Você não sabe onde está caindo, para onde olhar, como reagir, é tudo muito rápido e o seu cérebro não processa as informações. São cerca de 40 a 50 segundos de queda livre e a única coisa que pensei foi gritar o máximo que pude para liberar toda a adrenalina contida e desfrutar daquela sensação indescritível.

Tive o privilégio de ter um câmera amigo filmando meu salto de longe, além do instrutor da Skydive Resende que filma tudo também. Após saltar separadamente fomos nos aproximando e ai era só alegria, só gritar e comemorar. Momento único de liberdade !

Skydive-batiks-sports-03

Chegando no ponto máximo de descida, o instrutor abriu o para-quedas e aí sim, você começa a perceber a magnitude do esporte. Você vai literalmente planando, completamente relaxado e feliz. A alegria tomou conta dos meus sentimentos e a reação, agora mais consciente, era de realização profunda. Talvez uma dose de morfina possa ser comparável a sensação corporal sentida.

Descemos por mais 5 minutos, realizamos manobras radicais (eu que pedi) até aterrissar de maneira suave e arrebatadora. É importante frisar que existe uma técnica específica para tocar no solo e ela deve ser seguida a risca, caso contrário colocará em risco a integridade física do instrutor e a sua também.

Skydive-batiks-sports-05

Completamente adrenalizado fui ao encontro dos amigos para celebrar e agradecer a parceria da Skydive Resende com a Batiks Sports.

A lição que tirei é que não existem limites para acharmos a nossa liberdade. Se você tem o desejo grande de voar como um pássaro, o Skydive é o eldorado. É um investimento que vale muito, muito a pena.

Prepare-se para o Skydive

  • Ficou interessado? Ligue para uma das operadoras de skydive da região. Nós usamos a Skydive Resende – (24) 3351 1658
  • Se vier do Rio ou SP vá pela via Dutra. Do Rio você vai levar umas 2 horas. Se você vier de SP, em torno de 3:30 a 4 horas de viagem. 
  • Os saltos ocorrem somente nos finais de semana e com as condições climáticas adequadas.
  • Com chuva obviamente não rola salto.
  • A reserva deve ser feita com antecedência mínima de 1 semana. Um dia antes tudo é confirmado!  
  • Pode pagar no cartão de crédito. Os preços vocês podem checar direto com a Skydive Resende.
  • Os saltos são filmados e fotografados. Se você quiser um upgrade de fotos, basta contratar um saltador de fora filmando e fotografando a distância. Já que vai, vai com tudo, né?
  • Alimente-se levemente, nada gorduroso, alcool, etc.
  • Se você conseguir, durma bem na noite anterior!

Este post foi escrito por Fabio Iskandarian, sócio da Batiks Sports, que é uma empresa localizada no RJ, especializada em aventuras outdoor. A Batiks organiza eventos esportivos e passeios em grupos para trilhas, mountain bike, stand up, caiaque, entre outros.

Siga a Batiks Sports nas redes sociais :

Facebook Batiks Sports

Instagram Batiks Sports

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

2 comentários até agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *