Queenstown

Minha viagem à Nova Zelândia, em Janeiro 2015, aconteceu como uma extensão da viagem à Austrália, mas que por fim tornou-se o ponto alto da viagem. Um dos destinos que com certeza estarão na minha lista de lugares mais lindos do mundo e que, assim que der, volto para explorar as outras regiões com mais tempo.

Lake Wakatipu, à frente do charmoso centrinho de Queenstown.

Concentrei-me na região de Queenstown, na Ilha Sul, considerada a capital mundial da aventura. Realmente existe uma infinidade de opções de esporte de aventura por lá, além de paisagens espetaculares. Fique por ali pelo menos uma semana, e tenha certeza que pode encontrar aventuras para preencher todos os seus dias. Há um aeroporto internacional que você vir direto de Sydney e de outros pontos da Nova Zelândia.

Queenstown
Lake Wakatipu, pura contemplação

O centrinho é um charme, cheio de restaurantes e lojinhas com material esportivo (adoro!), de frente para o lago Wakatipu com aguas tão cristalinas quanto gelada, já que emerge de um processo glacial.

Lake wakatipu
Lake Wakatipu, desagua do Dart River que banha Queenstown com suas águas cristalinas

No verão dá até para pegar uma prainha no lago…

Queenstown
Prainha no centro de Queenstown

Pra começar ter a dimensão da aventura e beleza do lugar começaria pegando a gôndola e subindo até o topo da montanha Bob’s Peak para apreciar a vista. Lá há um restaurante e uma cafeteria, entre outras atrações como o Stargazing ( observação de estrelas e planetas),  Zip Trek (tirolesa), o Luge (carrinho de rolimã), Mountain biking, Paragliding, entre outras atrações que eu vou contando nos próximos posts.

Skyline Queenstown
Bob’s Peak Mountain em Queestown – Must Do na Nova Zelândia
Ziptrek Ecotours
Trilha para o Ziptrek EcoTours.

Curtindo a Nova Zelândia?

A cidade tem grande estrutura para o turismo, e na minha opinião, melhor do que ficar num hotel, é  alugar um apart. Ficamos no The Rees, que tem infra de hotel com limpeza diária e de frente para o lago. Bem localizado, a 5 minutos de carro do centro, tem bicicletas para alugar e fica de frente para a ciclovia.

Queenstown
Olha o visual do apartamento – há opções de 1 ou 2 quartos.

Outra boa dica é alugar um carro, lembrando que na Nova Zelândia, em função da colonização, dirige-se na mão inglesa e que , portanto, é necessário obter a carteira internacional de motorista. Com o carro você pode ir até Arrowtown, uns 20 minutos de Queesntown, uma graça de cidade, com apenas duas ruas. Ainda preserva a arquitetura da época da corrida do ouro em Otago. Nessa região encontram-se várias vinícolas dos famosos vinhos Neozelandeses. Reservamos um almoço no bistrô da excelente Amisfield, de onde se pode degustar ótima gastronomia harmonizados com os vinhos da casa. Esta vinícola ficou um pouco mais famosa depois que a princesa Kate Middleton a visitou em 2013.

Bistrô Amisfield
Bistrô Amisfield
Parreiras ao lado do Bistrô Amisfield
Parreiras ao lado do Bistrô Amisfield

Na região você pode ir até Wanaka a 67km em aproximaamente 1 hora. Ou ir até Glenorchy, onde se encontra o Dart River que deságua no lago Wakatipu. A estrada para Glenorchy é das coisas mais lindas. Confira o video!

 

Glenorchy, Nova Zelândia
Glenorchy, Nova Zelândia

Já viu nossas aventuras com rafting, tirolesa e carrinho de rolimã na Nova Zelândia?! Não percam!

Viagens e Outras Historias

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

2 comentários até agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *