Parque das Aves

Confesso que entrei meio receosa pela primeira vez no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu. A sensação era de entrar num viveiro, onde os animais estariam presos. Por convicção, já faz tempo que não visito zoológicos. Na minha ultima viagem à Asia deixei de ir por exemplo ao Tiger Kingdom em Chaing Mai por que não vejo graça em entretenimento que envolva o sofrimento de outros. Mas tive uma boa impressão com o Parque das Aves e vou contar tudo nesse post pra vocês.

Parque das Aves

Parque das Aves

Primeiro queria contar que o Parque das Aves é o maior centro de conservação e preservação de Aves da América Latina, com mais de 1300 aves de 143 espécies diferentes e fica numa área de 16 hectares de Mata Atlântica preservada. É o segundo atrativo mais visitado de Foz do Iguaçu.

Atuam em conservação, pesquisa e educação, com foco no bem-estar animal, além de encantar seus visitantes, proporcionando uma ótima experiência com a natureza.

História do Parque das Aves

O parque é uma iniciativa privada do casal Dennis e Anna Croukamp, dois veterinários que moravam na Namíbia na África e se encantaram com o Brasil. Em 1993 eles se mudaram para o Brasil à procura de um terreno para criar um projeto de preservação e cuidados de animais. Escolheram as aves.  O parque foi inaugurado em 1994, mas infelizmente Dennis morreu dois anos depois da inauguração. Anna, uma alemã, continua cuidando do Parque até hoje. Soube que ela mesma cuida da jardinagem, plantando com as próprias mãos na terra.

Parque das Aves

+ veja aqui todos os posts sobre Foz do Iguaçu

Parque das Aves no Combate ao Tráfico

Foz do Iguaçu por ser uma zona de fronteira com Paraguai e Argentina, e por isso é um lugar com muito tráfego de animais. O Parque das Aves trabalha em conjunto com a Polícia Ambiental, Polícia Federal e o Ibama para, depois de apreensões realizadas por eles, socorrer o animal que muitas das vezes chegam fisicamente debilitados. Muitos chegam com suas asas cortadas, membros parcialmente amputados, alguns cegos e sem condições de voo.

50% das aves que estão ali foram resgatadas de maus tratos ou do tráfico de animais. E até que se reabilitem dos ferimentos e do trauma, esses animais não têm condição de vida no habitat natural. Ai entra o Parque das Aves que tem uma equipe capacitada pra tratar dos animais. Dentro do parque tem até um hospital com veterinários e biólogos, fora da área de exibição, reservado apenas para o tratamento dos animais. Eu tive acesso à algumas dessas áreas na segunda vez que visitei o Parque das Aves e assisti uma fisioterapia com um papagaio.

Parque das Aves

Além disso, mais de 40% das aves do parque são espécies ameaçadas de extinção e nasceram lá mesmo. Os animais se reproduzem de forma natural, fazem seus ninhos e o Parque das Aves só intervem se for para ajudar.

e financiamos nossa atuação em conservação com os recursos gerados pelos mais de 800 mil visitantes por ano.

Como é a visita ao Parque das Aves

Ao comprar o ingresso você recebe um mapinha para seguir com as indicações dos locais à visitar. As trilhas são bem arborizadas e a jardinagem completa o encanto com o Parque. Dá pra fazer o passeio em aproximadamente duas horas. O lugar é super organizado e sinalizado. Por lá você vai encontrar aves de todos os tipos: muitos flamingos, papagaios, periquitos, corujas, tucanos, harpias, avestruzes, gaviões, cobras, jacarés, tartarugas e muito mais.

Parque das Aves

Parque das Aves

Lá também você vai o Casuar, uma ave solitária e territorialista que quando provocada pode tornar-se extremamente agressiva. Ela tem o  título de “ave mais perigosa do mundo” no Livro dos Recordes e chegou lá da Austrália. O Parque recebeu a ave depois de processar e provar que um zoológico a maltratava.

Parque das Aves

As grandes atrações do Parque das Aves são os viveiros. O mais lindo é o Viveiro das Araras, maior viveiro do mundo especializado em araras. É um espaço enorme onde os visitantes podem ver muitas araras azuis e vermelhas. Algumas vezes elas fazem uma revoada e dão rasantes, é incrível. Tem o Viveiro de Aves de Rios e Mangues, e o Viveiro Floresta. Adorei também interagir com os tucanos no programa “Backstage” onde foi possível alimentá-los.

Parque das Aves

Parque das Aves

Parque das Aves

Ao final do passeio geralmente fica um cuidador com uma arara para tirar fotos (rola fila rs).

O “backstage experience” do Parque das Aves

O Backstage Experience é um tour onde ser tem a oportunidade de vivenciar os bastidores do Parque das Aves.  A experiência inclui acesso à algumas áreas restritas, e a oportunidade privilegiada de entrar em contato com algumas aves. Nós alimentamos os tucanos, cracídeos e os corrupiões. E também passamos a entender mais sobre o trabalho de conservação e recuperação que o Parque das Aves realiza. Dependendo da época você pode visitar o “Baby Station” para conhecer algum filhote de ave e entender como funciona os períodos de reprodução das aves. Na nossa visita o berçário estava vazio… 🙁

Parque das Aves

 

Parque das Aves

Ao final da experiência fomos levado à um deck privativo, onde tem um jardim de borboletas e beija-flores e interagimos com Araras Canindés. Eles ofereceram um lanche com sucos, pão de queijo e açaí. O backstage experience dura em torno de 1h30.

Parque das Aves

 

Parque das Aves

Onde fica o Parque das Aves

O Parque das Aves fica localizado do lado do Parque Nacional do Iguaçu, na Avenida das Cataratas. Fica tao pertinho que dali dá para ir andando. O endereço é Av. das Cataratas, Km 17.1

O parque fica aberto todos os dias das 8h30 às 17h.

Ultimas dicas

  • Bom levar repelente, mas eu não precisei.
  • Tem duas lanchonetes no Parque: a Tropicana e o Recanto dos Flamingos.
  • Tem lojinha de souvenir no final, cheio de coisinhas interessantes para comprar. Parte do lucro é revertido para a manutenção e proteção do parque e do meio ambiente.
  • O parque dispõe de wi-fi grátis para seus visitantes.

Parque das Aves

+ veja aqui todos os posts sobre Foz do Iguaçu

Saí de lá com a impressão de que as aves estão sendo bem cuidadas, um importante trabalho na preservação das espécies ameaçadas e recuperação de animais que foram traficados. Recomendo, vale a sua visita!

Um beijo e até o próximo post.

Flavia Ribeiro

Você vai gostar de...

Dicas de El Calafate, Patagônia Argentina El Calafate é a cidade base para explorar um mundo de paisagens inigualáveis, que inclui geleiras, lagos azuis, colinas áridas como no deserto, cânion...
Roteiro do que fazer em Tavira, Portugal Portugal está cheio de cidades com valor de patrimônio histórico inestimável, e uma delas é Tavira, uma das cidades mais típicas do Algarve, no Sul de...
Como chegar a Gruta Benagil No seu roteiro de viagem ao Algarve não pode faltar uma visita à gruta de Benagil, que é provavelmente o maior cartão postal do Algarve, junto com a P...
O que fazer em Cacela Velha, Portugal O pequeno vilarejo de Cacela Velha, remonta ao tempo da presença árabe na Península Ibérica, e faz parte do Parque Natural da Ria Formosa. A península...

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *