Paje Zanzibar

Conto aqui nesse artigo um pouco mais sobre meu roteiro e dicas de onde ficar em Zanzibar. Já viram os outros posts? Passei 1 semana na ilha e dividi minha hospedagem da seguinte maneira:

  • Stone Town 1 noite – porta de entrada
  • Nungwi 2 noites – norte da ilha
  • Paje 2 noites – sudeste, perto de Jambiani
  • Pingwe 2 noites – sudeste, península de Michamvi

O que eu teria feito diferente? Teria ficado mais tempo! Definitivamente uns 10 dias seria melhor, e perfeito poderia ser entre 12 a 15. Estenderia mais um dia em Stone Town e conheceria outras praias e cantos da ilha, por exemplo o sul, que pra mim não deu para ver nada.

viagens e outras historias

Onde ficar em Zanzibar

Abaixo detalho como foi a minha experiência em cada um dos hotéis que escolhi onde ficar em Zanzibar. Não deixe de me falar qual deles mais gostou no campo de comentários logo depois do artigo, ok? Ah! E também não esqueçam de fazer suas reservas usando o link daqui do blog. Você paga o mesmo preço e ajuda na manutenção do site que tem sempre muitas Viagens e Outras histórias pra você.

Stone Town

Minha primeira escolha foi o Hotel Boutique Emerson Spice Hotel, mas infelizmente quando fui reservar já estava sem disponibilidade… Tive apenas a oportunidade de jantar em um dos restaurantes deles. Veja aqui como foi.

Outras dicas boas de onde ficar em Stone Town são o Serena Hotel, Kisiwa House, o Doubletree by Hilton e o Hotel Dhow Palace.

Se você quiser saber mais sobre Stone Town não deixe de ler esse artigo aqui que eu CONTO TUDO sobre o que fazer por lá, com dicas de restaurantes, mercados, lojinhas, passeios e muito mais.

Nungwi

Nungwi, que é a segunda maior aldeia em Zanzibar, está localizada na ponta norte da ilha. Ao lado de Nungwi fica a praia de Kendwa, também muito bonita. Ambas com águas calmas e turquesas, areia branca e fina. A vantagem dessa região, perante outras, é que ela é uma das mais profundas da ilha, com o fundo de areia (enquanto as outras tem o fundo de coral). Sem falar que o azul em Nungwi é mais azul que em qualquer outro lugar da ilha! Isso permite aproveitar a praia ali em tempo quase integral, enquanto muitos outros locais temos que depender do vai e vem da maré.

Tanto em Nungwi quanto em Kendwa você vai encontrar grandes hotéis, muitos em estilo all inclusive (sim, é possível encontrar alguma opções econômicas). Me hospedei no Essque Zalu Zanzibar, que tem uma piscina fantástica e conta com bangalôs com vista para o mar e para o jardim.

Essque Zalu Zanzibar

Fiquei num bangalô de frente para o mar e pude dormir com aquele barulhinho que embala os melhores sonhos. Ao acordar era rezar e agradecer! Que lugar lindo!

Meu bangalô tinha varanda, sala, um quarto com cama kingsize e um banheiro sensacional.

O hotel conta com opções de restaurantes e bares ao longo do pier e piscina. Pra ser sincera não curti muito a comida deles não… Acho que por causa do regime all-inclusive, que sempre é preparado para atender muita gente. Mas… não dá para reclamar né? O resto compensou e valeu a pena.

Paje e Jambiani

Paje fica localizada a cerca de uma hora de Stone Town, no lado sudeste da ilha de Zanzibar, ao lado de Jambiani. As duas praias vizinhas tem um visual de mar parecido. A cor do mar ali puxa pro verde, enquanto Nungwi, que acabei de falar, é totalmente azul . A água aqui é mais quentinha, graças à barreira de corais do fundo. A maré baixa forma piscinas naturais ao longo da orla, uma paisagem muito bonita e boa para a prática de kitesurf. Muito bacana também ver as mulheres que trabalham nas fazendas de algas. Contei mais sobre isso nesse artigo aqui.

White Sand Luxury Villas & Spa

Tanto Paje quanto Jambiani apresentam boas opções de hospedagem. Fiquei no White Sand Luxury Villas & Spa em Paje, que faz parte da coleção dos hotéis Relais & Chateaux. O hotel tem sua arquitetura toda à base de madeira e a decoração em tons crus, com elementos que visam prevalecer a paisagem natural, como os coqueiros, plantas flores e a areia da praia.

O meu quarto ficava numa villa com vista para o jardim (há várias de frente para o mar) com sala de estar, sala de jantar e cozinha compartilhada com outros três quartos. Na área privativa havia o quarto, a varanda e o banheiro.

Eu amei quando cheguei no meu quarto e encontrei macaquinhos brincando na varanda! Que amor!! Quem segue meu Instagram, passa lá pra ver, gravei esse e outros vários momentos nos destaques dos stories. Vai lá e me fala se curtiu, tá?

O jardim do White Sand Beach é todo catalogado com o nome das plantas e arvores. Ali tem todo tipo de planta, até o Baobá que é uma das maiores e mais antigas árvores do mundo, originário da África, é claro.

O hotel tem dois restaurantes. Um onde é servido o café da manhã e jantar e outro perfeito para um almoço na praia, bem pé na areia. Ali eles oferecem um barbecue de frutos do mar com saladas. Também é possível a opção a la carte.

Todos os dias o hotel nos reservou uma surpresa diferente. Com destaque quero falar sobre a aula de culinária com os chefes onde preparamos um prato local de feijão com banana verde e o concerto de musica Taarab, música popular em Zanzibar com influências que mixam as árabes, persas, indianas e africanas.

Pingwe na Península de Michamvi

O último local que escolhi onde ficar em Zanzibar era bem perto de Paje, onde estava 2 dias antes. Sim, com pouco tempo na ilha (só tinha 7 dias…), não dava para ir muito mais ao sul e, portanto, escolhi apenas trocar de praia e hotel (mesmo que pertinho vale né?) e assim viver outra experiência – pra contar aqui pra vocês! A minha ultima escolha onde ficar em Zanzibar foi o Hotel Matlai, dica da Lala Rebello. Maravilhoso! Aquele hotel cheio de detalhe e surpresa, sabe?

Boutique hotel Matlai

O Matlai, além de lindo e exclusivo, fica perto do Restaurante The Rock que eu queria muito conhecer (conto dele nesse artigo aqui). Aproveitei a região de Pingwe para fazer o passeio de barco para ver o por do sol em Kae beach e o passeio para ver as estrelas do mar num banco de areia.

The Rock Restaurante Zanzibar

O hotel Matlai é bem pequeno e exclusivo. Destaque absoluto para a piscina né. Meu quarto era no andar alto e eu tinha essa vista aí – espetacular e de babar…

São apenas 6 quartos (por isso reserve antecipadamente), cada um tem uma inspiração. Na casa principal, a Asili House – onde fiquei, cada um tem a decoração inspirada num elemento da terra. O meu era o fogo. Olha o banheiro…

O café da manhã é servido na hora que você determina, onde você deseja. Eu tomava na varanda do quarto mas o jantar preferia que fosse na areia da praia…

Espero que vocês tenham curtido minhas dicas de onde ficar em Zanzibar. Se sim, <3 deixem um comentário abaixo e lembrem-se de reservar sua viagem pelos links do blog, ok? Você paga o mesmo preço e ajuda na manutenção do site com mais Viagens e Outras Histórias para vocês!

Continue lendo:

Obrigada pela visita, volte sempre!

Flávia Ribeiro

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *