Se você está planejando uma viagem para Malta deve estar procurando sugestões de roteiro, certo? Nesse artigo dou uma série de dicas de o que fazer em Malta em 1 semana, e conto como foram meus dias entre Valleta, capital de Malta, Ilha de Gozo, Comino e a região de St Julians. Nos próximos artigos vou dar dicas de como chegar, onde ficar e um pouquinho da história de Malta. Bora conferir?

valletta malta

O que fazer em Malta em 1 semana

Primeiro dia

  • Caminhamos sem rumo pelas ruas de Valletta, capital de Malta e Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Eu amei Valletta! Sabia que em 2018 ela foi escolhida pela União Européia como a capital da cultura? Pelo seu caminho visite o Upper Barrakka Garden, que oferece vistas panorâmicas do porto. Admire e tire muitas fotos dos balcões e ruas de Valletta, super charmosas.
  • Na rua onde estávamos hospedadas (St Lucia’s street) tem uns cafés muito charmosos e um restaurante brasileiro que serve picanha.
Valletta Malta
Valletta Malta

Segundo dia

  • Fizemos o passeio de barco pelo Grand Harbour que passa por Valetta e as 3 cities (Vittoriosa, Senglea e Cospicua). Desçemos em Vittoriosa que é uma das mais bonitas. O passeio pelo Grand Harbour custa 8€ por pessoa com a parada em Vittoriosa. O retorno custa 2€ por pessoa. Os barquinhos saem do cais que fica bem em frente do elevador do Barrakka Lift, uma entrada com um portão de ferro antes do túnel.  
passeio de barco em Malta
O que fazer em Malta em 1 semana
  • A tarde fomos conhecer a Citadela de Mdina (antiga capital de Malta) que foi, no período medieval, a sede do governo municipal e centro administrativo. Vale muito passear por lá! Dando tempo conheça Rabat (não fomos). É lá que estão as Catacumbas de São Paulo.
Mdina Malta
  • No caminho para pegar o ferry passamos por Mellieha Bay e paramos no mirante do Popoye Village que fica perto. Ali foram rodadas cenas do filme com Robin Willians e hoje é um parque temático. Não entramos, só olhamos do mirante mesmo.
Popeye Village Malta
  • Final de tarde fomos para a Ilha de Gozo. Pegamos o ferry em Cirkewwa (noroeste da ilha, de onde partem também os barcos para Comino). A travessia do carro da ida não é paga. Somente a volta. Pagamos 25 Euros pela travessia do Carro + 3 pessoas para ida e volta. Há barcos a cada 45 minutos e não precisa comprar com antecedência. A viagem demora aprox. 25 minutos.
  • Jantamos num dos restaurantes “pé na areia” da baia de Xlendi. O que mais gostamos foi o The Boat House (o primeiro à direita depois da rampa de barcos).
almoço na ilha de Gozo

Terceiro dia

  • Fizemos um passeio de barco saindo de Xlendi bay. Contratamos uma lancha privada com skiper (marinheiro) para conhecer as cavernas de Gozo, Blue Lagoon e Cristal Lagoon em Comino. Passeio maravilhoso, vale muito a pena. Pode levar bebidas e snacks, máscara e snorkel. Saia cedo, por volta das 9h dá para aproveitar bem. O barco provativo por 4 horas custou 250 Euros.
Cristal Lagoon Comino Malta
Ilha de Gozo Malta
  • À tarde fomos para Dwerja Bay para ver a área da (ex) Azurre Window, a Rocha do Fungo, Inland Sea (piscina natural/lagoa formada pela água do mar que está ligada ao Mediterrâneo apenas por uma pequena passagem na rocha) e o Blue Hole.
Ilha de Gozo
  • No final da tarde fomos ver à Baía de Ramla onde tem uma praia de areia. Confesso que não curti muito, estava muito cheia e nem achei muito bonita. Lá tem uma caverna que rende bonitas fotos chamada Mixta cave, mas não chegamos a subir.
  • Assitimos o pôr do sol (maravilhoso) nas salinas em Marsalforn (salt pans) que ficam em Xwejni, baía de Zebbug. Em Agosto o sol se põe bem ali. Tem que checar para os outros meses do ano.
Salinas de Gozo
Ilha de Gozo

Quarto dia

  • Exploramos a Citadella de Victoria, que é uma pequena cidade construída no alto de uma colina de Gozo. Há estudos arqueológicos que dizem que o lugar foi fortificado durante a Idade do Bronze, em torno de 1500 aC. e visitamos a Basílica Ta’Pinu.
O que fazer em Malta em 1 semana
  • Visitamos os templos Ggantija, da era neolítica, declarados como Patrimônio Mundial pela Unesco. O ticket combo inclui a entrada para o Ta’Kola Windmill, que é um pequeno museu da época medieval. Fica bem pertinho, vale a pena passar rapidinho.
O que fazer em Malta em 1 semana
O que fazer em Malta em 1 semana
  • Não deixe de ir ao desfiladeiro de Wied il- Ghasri. É bem complicado chegar porque não tem sinalização alguma. Nós fomos seguindo um grupo que estava de quadriciclos com guia e com a ajuda do waze. Procure pelo Blue Window, que é irmão daquele que caiu na região de Dwerja.
Blue Window Malta
  • Pegamos o ferry de volta para a Ilha de Malta.
  • Chegando lá fomos conhecer o Coral Lagoon e depois almoçamos no Baía Beach Club. Ambos ficam perto do porto de Cirkewwa onde desembarcamos de Gozo.
Coral Lagoon

Quinto dia em Malta

  • No quinto dia fomos conhecer a Blue Grotto que fica no vilarejo de Zurrieq. São várias cavernas sendo a Blue Grotto a mais famosa. O passeio de barquinho custa 8 euros por pessoa e pode ser comprado na hora mesmo. Não deixe de parar no mirante da Blue Grotto. O visual é incrível!
Blue Grotto Malta
Blue Grotto Bay Malta
  • Almoçamos em Marsaxlokk que é um vilarejo de pescadores cheio de barquinhos (os luzzus). Fica no sudeste de Malta. Os barcos típicos possuem uma espécie de “olho maltês” pintado nas proas. Ali se come muito bem peixes frescos. Aos domingos acontece o Sunday Fish Market pela manhã.
  • E aí curtindo as dicas de “O que fazer em Malta em 1 semana”? Se tiver qualquer duvida deixa um comentário aqui abaixo.
Marsaxlokk Malta
Marsaxlokk Malta
  • À tarde fomos para St. Peter’s Pool que é uma piscina natural onde as pessoas saltam das pedras. Uma diversão!
  • Fica bem perto de Marsaxlokk. Dá para ir de carro, de barco e também à pé por um atalho indicado por placas. Mas se for alto verão, evite ir andando pois o calor é de matar.
St. Peter’s Pool Malta

Sexto dia em Malta

  • Voltamos à Comino para revisitar o lugar mais lindo, a Blue Lagoon. Sim, este lugar mereceu repeteco na nossa lista de o que fazer em Malta em 1 semana! Muito lindo (mais muito cheio). Vou escrever um outro artigo contando mais sobre esse lugar.
  • Para chegar pegamos um ferry que sai de Cirkewwa (próximo ao embarque dos ferries para Gozo, na rotatória vire à direita). Soube que saem barcos também de Marfa, em frente ao Hotel Riviera. Nós pegamos o Ferry Co-op. O ferry de ida e volta Malta-Comino custa 10 euros por pessoa.
  • Não deixe de ir à Crystal Lagoon, que fica a uma curta caminhada a esquerda da Blue Lagoon.
Blue Lagoon Malta Comino

Sétimo dia

  • Fomos passear por Spinola e Ballutta Bay.
  • Paramos para um mergulho nas piscinas naturais de Sliema chamadas Rock Pools. ADOREI!! Água deliciosa! Elas ficam bem de frente à um bar restaurante chamado Surfside.
  • Passamos pelo Café del Mar Malta mas não ficamos. Fica na Triq it-Trunciera, Saint Paul’s Bay, ao lado do Malta National Aquarium.
Piscinas de Sliema Malta

Espero que tenham gostado das minhas dicas de o que fazer em Malta em 1 semana. Se tiver qualquer dúvida, só deixar um comentário aqui abaixo.

Veja aqui os outros artigos sobre Malta:

  • Onde ficar em Malta
  • Tudo sobre a Blue Lagoon em Comino Malta
  • A Linda Ilha de Gozo
  • Dicas essenciais para quem vai à Malta pela primeira vez

Obrigada pela visita, volte sempre! 🙂

Flavia Ribeiro

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

2 comentários até agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *