Featured Video Play Icon

Nadando com baleias jubartes em Tonga!

Sabia que sua interação com a vida marinha pode ir muito além de nadar com peixes e tartarugas? Você pode nadar com baleias jubartes! Vivi essa incrível experiência, e posso atestar que foi uma das mais emocionantes e inesquecíveis da minha vida! Foi a realização de um grande sonho.

Realmente é um encontro único que só acontece em alguns poucos meses, e em apenas alguns lugares na Terra! Isso mesmo! Assim que soube que nadar com baleias jubartes era possível no remoto Reino de Tonga, na Polinésia, tratei de logo incluir esse país entre os meus destinos prioritários de viagem.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Como chegar a Tonga

Tonga é um pequeno reino na Polinésia formado por 177 ilhas no sul do Oceano Pacífico.

Sua capital Nuku’Alofa fica distante aprox. três horas de voo de Auckland, na Nova Zelândia. Esse o caminho mais fácil pra quem vem do Brasil, voando pela Air New Zealand. Mas, fique atento, pois, apesar da capital de Tonga também oferecer esses encontros, os melhores lugares são nos arquipélagos de Vava’u ou Ha’apai. Pra chegar lá você vai ter que pegar um voo doméstico operado pela cia aérea Real Tonga. Comprei minhas passagens internas pelo site da cia aérea diretamente sem transtornos.

A passagem para Nova Zelândia comprei com minha agência parceira Le Monde Turismo que resolve tudo pela internet pra mim (e pra você também!).

Onde ficar em Tonga

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Tonga e suas baleias

Como falei, Tonga é um dos poucos locais do mundo onde é possível nadar com baleias jubartes, que lá são chamadas de Humpback whales. 

O país é composto por quatro arquipélagos: Tongatapu (onde está a capital Nuku’Alofa), Ha’apai, Vava’u e Niuas. O arquipélago de Vava’u é onde tem o maior número de baleias, pois suas águas são quentes e protegidas, local escolhido pelas baleias para terem seus bebês.

As baleias jubarte são animais migratórios. Durante o verão polar, elas se alimentam de plâncton e peixes pequenos, mas quando as temperaturas começam a diminuir, elas se mudam para os mares tropicais para acasalar e se reproduzir. E Tonga fica bem na rota delas! Elas vêm lá da Antártica à procura de locais seguros para cuidar de seus filhotes, e ficam lá por uma longa temporada até que os filhotes ganhem força e resistência, e estejam preparados para o retorno às terras geladas do sul. Como falei, além de berçário natural, ali também é um bom local para encontros de acasalamento.

Nadar com baleias jubartes em Tonga
Foto de Catherine Salisbury, fotógrafa sub que conheci lá – eu sou a pessoa da ponta na foto!

A Cathy é uma grande fotógrafa do mundo sub que conheci lá em Tonga. Conheça mais de seu trabalho aqui nessa site.

Normas de respeito às baleias

Obviamente o governo de Tonga permitiu que turistas pudessem nadar com baleias jubartes com objetivo de aumentar o turismo ecológico da região. Mas, de acordo com as empresas, existem regras que asseguram o bem-estar dos animais, a fim de evitar distúrbios que possam levá-los a mudar seu comportamento ou abandonar seu habitat natural.

As regras que eu observei pessoalmente lá foram:

  • Embarcações não podem aproximar-se mais de 30 metros das baleias. Eu vi nossa guia fotografando um barco que chegou próximo demais (espero que eles percam a licença de operar nesses casos).
  • O nado deve ser em silêncio. As nadadeiras (pés-de-pato) não devem ser batidas fora d’agua a fim de reduzir o ruído.
  • As manobras dos barcos devem ser cuidadosas a fim de evitar muito ruído gerado pelos motores.
  • Deve-se evitar chegar perto dos filhotes. As cuidadosas mamães querem manter os filhotes em segurança.
  • Não mais de 5 pessoas se aproximam da baleia por vez. Se o barco tem mais pessoas, revezam a vez por grupos de 4 + 1 guia especializada no comportamento das baleias.

Se todas as operadoras respeitarem as regras o contato não será impactante para os animais, e essa oportunidade, que hoje só está disponível em poucos lugares, poderá perdurar.

Quando ir e quanto tempo ficar

Em Tonga as baleias jubartes começar a chegar em meados de junho e permanecem até final de outubro. Os melhores meses são no meio da temporada, ou seja, agosto e setembro.

Muitas operadoras recomendam um pacote de 7 dias, que oferecem junto com hospedagem para garantir que encontre as baleias. Elas são animais selvagens e diferente dos tubarões não há nada que as atraia.

+ Veja aqui meu mergulho com tubarões Bull Sharks em Fiji!

Eu fiquei por lá 3 dias e tive muita sorte logo no meu primeiro dia pois achamos uma baleia com um filhote que estava muito calma e disposta a interagir. Sorte de principiante! Assistiu o video? Mas os outros dois dias já não foi tão fácil e tivemos que navegar bastante até achar. E quando achamos ela estava muito arisca, nadando muito rápido. Então reserve ao menos 3 dias para nadar com baleias jubartes em Tonga.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Como é nadar com baleias jubartes

A sensação é diferente de tudo o que você já sentiu, uma das melhores experiências que uma pessoa possa ter no mar. É difícil descrever esse momento, certamente uma experiência única e mágica. O filhote deu um show de simpatia e curiosidade, querendo interagir o tempo todo! Parece que ele vinha chamar para brincar!

Os dias começavam sempre cedo, às 6:45 da manhã, quando selecionávamos os equipamentos de mergulho (máscaras, snorkel, nadadeira e roupa de neoprene na própria operadora). O barco partia pontualmente às 7hs da manhã e o retorno era por volta das 14:30.

O nosso barco tinha um andar mais alto, onde 2 marinheiros tentavam avistar as baleias e também cuidavam do comportamento delas enquanto estávamos na água.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Ao encontrá-las caíamos na água rapidamente em grupos de 4 pessoas + 1 guia especializada. É importante que o grupo esteja sempre junto, para a nossa segurança.

Você vai precisar de um bom preparo físico para nadar rapidamente do barco até as baleias, antes que elas se desloquem. Você tem que estar pronto quando a guia der o sinal.

 

Cuidados ao nadar com baleias jubartes

Primeira coisa: preste atenção no briefing que a guia dá antes do primeiro mergulho para seguir esse código de conduta fielmente. Não me senti em perigo hora nenhuma. Obvio que na primeira caída senti um frio na barriga cair em mar aberto com as baleias, mas não amarelei…

Primeiro critério para um mergulho seguro é avaliar as condições do tempo e do mar. Outro cuidado é estar sempre atrás da guia. Ela quem determina a distância entre você e a baleia. O grupo deve estar sempre junto, o que prejudica a filmagem, mas é uma questão de segurança ao nadar com baleias jubartes.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

É importante saber que as jubartes possuem nadadeiras longas e fortes, com risco de atingir fortemente um mergulhador, caso queiram. Portanto evite nadar muito próximo a elas. Suas grandes barbatanas peitorais são os maiores membros de qualquer criatura na natureza! Mas, acredito que elas, sendo tão amigáveis, são conscientes de seu tamanho e magnitude, e que, apesar de saberem que podem nos machucar, não tem essa intenção se não são ameaçadas.

 

Qual empresa escolher

Recomendo sempre procurar por empresas eco-friendly que forneçam passeios registrados e com permissão para fazê-lo. Isso garantirá que você tenha a melhor experiência para nadar com baleias jubartes, sabendo que as baleias e o meio ambiente são respeitados.

Eu mergulhei com a Tongan Expeditions que tem sua operação em Vava’u e gostei muito. Reparei que eles são um dos primeiros a sair com o barco (o que aumentam nossas chances de encontrar as baleias primeiro). Fornecem todo o equipamento, tem caixa de água doce pra equipamentos de foto depois do mergulho, sanduíches e água mineral. E o mais importante: eles encontraram as baleias em todos os dias que estive lá, embora o primeiro tenha sido especial.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

A região de Vava’u tem em torno de 15 barcos que fazem essa expedição, mas alguns dele navegam com até 12 pessoas. O nosso era limitado a 8 pessoas (2 grupos de 4). Sendo 12 seriam formados 3 grupos, que levaria mais tempo no revezamento do encontro com as baleias.

Outra coisa legal é que a guia tirou fotos da gente com sua câmera sub profissional. Obrigada Shona Whittaker pelas lindas fotos.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Quanto custa nadar com baleias jubartes

Cada dia de expedição custou 270 dólares australianos com a Tongan Expeditions.

O que levar

Para ampliar suas oportunidades de registro deixo aqui minha lista de itens:

  • Mochila waterproof – bolsa estanque
  • Camera Gopro
  • Cartões de memória reserva
  • Carregadores de bateria extra
  • Conjunto de Neoprene próprio – se tiver – pode ser curto pois a água (em setembro) tinha temperatura de 26 graus.
  • Máscara, snorkel e nadadeiras (se não tiver, eles tem lá para emprestar sem custo e em bom estado).
  • Casaco corta-vento náutico
  • Biscoitos e bebidas (eles fornecem agua somente)
  • Chapéu e óculos com strep
  • Toalha
  • Blusa seca sobressalente
  • Prendedor de cabelo
  • anti-embaçante de máscara

 

Onde ficar em Vava’u

Não pense em encontrar em Tonga grandes hotéis e resorts. A maioria das acomodações são pensões e pequenos hotéis. Fiquei numa “boat house”, um apart de frente para a Marina de barcos. Um lugar que já tenho saudades. 

Onde ficar em Tonga

Onde ficar em Tonga

Onde ficar em Tonga

Não esqueça de reservar sua estadia aqui pelo site! Você paga o mesmo preço e nós ganhamos uma pequena comissão que ajuda na manutenção do blog.

Reserve seu Hotel aqui

Curiosidades das baleias jubartes

Existem mais de 60 mil baleias jubarte atualmente vivendo em nossos oceanos. Uma das características mais impressionantes das baleias jubartes é que elas “cantam” debaixo d’água! De fato, somente os machos cantam, embora as fêmeas também emitam sons. A comunicação entre uma mãe e seu filhote, por exemplo, é muito forte, eles podem se reconhecer até pelo som. Antigamente pensava-se que elas cantavam para se comunicar com outros animais, mas agora entende-se que elas estão tentando encontrar um companheiro para reprodução ou marcar território.

As jubartes têm um comprimento de corpo entre 15 e 20 metros. Podem atingir um peso de 40 toneladas (as fêmeas geralmente são mais pesadas do que os machos).

Nadar com baleias jubartes em Tonga

O filhote ao nascer já mede de 3 e 5 metros de comprimento e pesa cerca de 1,5 toneladas. É um terço do comprimento do corpo da mãe ou o mesmo comprimento que uma das nadadeiras. O período de gestação é entre 10 e 12 meses, e a sua vida útil é de 50 a 80 anos.

As baleias jubarte são as únicas baleias que saltam completamente da água, dando-lhes o título de baleia mais acrobática. Nos passeios de barco avistamos os saltos inúmeras vezes, o que pode significar que estão em busca de um companheiro para acasalar.

Podem comer até 2 toneladas de plâncton e peixe pequeno por dia! Quando chegam nas águas tropicais mais quentes, durante o período de acasalamento, as baleias jubarte geralmente não se alimentam. Eles sobrevivem graças à gordura acumulada durante a sua estadia em águas frias.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Agradecimentos

A Tongan Expenditions, ao Gary e a Shona que foram atenciosos e que me proporcionaram momentos mágicos ao lado dessas baleias tão gentis e carismáticas. E aos amigos Cathy Salisbury, Dominique Serafini, Matt Comer e Nicole Ne.

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Olha que linda a camiseta que Dominique desenhou para mim! Alias ele foi por 20 anos um dos mergulhadores do lendário Jacques Cousteau em suas expedições mares a fora. Conheça mais de seu trabalho aqui.

Casado com a grande fotógrafa sub Cathy Salisbury, que tem um site maravilhoso e registrou lindamente essa nossa aventura com baleias em Tonga. Um grande privilégio conhecê-los, espero um dia revê-los em algum lugar do mundo.

Dominique Serafini

Nadar com baleias jubartes em Tonga

Agradeço também ao povo de Vava’u por sua hospitalidade ao me deixar nadar com baleias jubartes em suas águas azuis maravilhosas.

Um beijo e até a próxima aventura!

Ah! Gostou do post? Compartilhe e deixe uma mensagem aqui para mim!

+ Quer ver mais da minha viagem às ilhas do Pacifico Sul? Clica aqui!

Você vai gostar de...

A Pedra Furada no Jalapão, Tocantins Cada lugar no Jalapão traz uma surpresa diferente. Passamos 4 dias dirigindo por estradas de terra, admirando as paisagens do cerrado brasileiro, merg...
Fervedouros do Jalapão, os imperdíveis Tocantins reúne as mais belas paisagens de cerrado brasileiro, paredões, cachoeiras, rios, dunas e os fervedouros do Jalapão. Das atrações que encontr...
Hidroavião em Fiji – uma experiência única... Se você tiver oportunidade não deixe de experimentar o passeio de hidroavião em Fiji. Além de ser um sobrevoo espetacular, é a maneira mais rápida e e...
Cerimônia do Kava em Fiji, ritual imperdível O Kava é uma planta indígena encontrada no Pacífico Ocidental, e tradicionalmente bebida nos países como Fiji, Vanuatu, Havaí e Polinésia. Tem sido ut...

Deixe aqui seu comentário!

Escrito por
Publicado em