Mykonos

Mykonos | Dicas imperdíveis

Mykonos fica no arquipélago Cíclades, um grupo de ilhas da Grécia que forma um círculo em torno da sagrada Ilha de Delos, no belíssimo Mar Egeu. Delos, a apenas 2 km a oeste de Mykonos, era uma ilha flutuante e foi esta qualidade que tornou possível o nascimento de Apolo e Ártemis pela mitologia grega.

Mykonos era neto de Apollo, Deus da Luz e do Sol. E a ilha leva esse nome para honrar o neto do Apollo porque foi ali que ocorreu a grande batalha entre Zeus e os Titãs, quando Hércules matou os gigantes invencíveis que traíram a proteção do Monte Olimpo. Diz a lenda que as enormes rochas da ilha são, na verdade, os corpos petrificados desses gigantes. Contarei essa incrível história no post de mitologia que vai ao ar em breve!

mykonos-chora

Mykonos

A ilha também é conhecida como a Ibiza grega, pois rolam muitas festas e os melhores beach clubs estão por lá. É super frequentada por gente bonita, descompromissada e descolada, tanto que virou reduto do público GLS. Mesmo quem não quer agito, e só pretende explorar as belezas naturais, também encontrará seu lugar na ilha.

Como chegar a Mykonos

O primeiro passo para definir a forma como chegar é saber de onde você vem. Aí saberemos se é melhor chegar de avião (quando existir a opção) ou ferry. Vou falar disso tudo detalhadamente num próximo post (podem me cobrar) pois a logística é meio complicada mesmo…

Mas já adiantando, os horários dos ferries você pode ver no site da Greek ferries,  e para ver sua rota de avião use as principais companhias gregas que são a Aegean e Olympic Air.

No meu caso, comprei o bilhete meses antes aqui no Brasil no site da Hellenics Seaways, a maior operadora dos ferrys da Grécia. Comprei a classe “Club Class” por 70 Euros (quase o dobro do preço normal, mas valeu) com a vantagem de ficar no andar de cima, fora da muvuca geral do andar debaixo.

Mykonos ferry

Mykonos ferry

Estava vindo de Santorini num “super ferry” da Sea Jets que deveria ter durado 3:20 min, mas durou quase 4 horas! É comum atrasos nos barcos, não só por conta da alta temporada quando fui (e sua consequente grande quantidade de gente), mas também por conta das condições do mar e do vento.  E olha que naquele dia Neptuno estava zangadão! Cachoalhou bastante! Não cheguei a passar mal mas tive um pouco de vertigem depois que saltei do barco porque realmente balançou demais…

Já cheguei com uma “bela recepção” na ilha, meu chapéu preferido voou longe para o mar assim que eu desci do ferry. Aí um funcionário engraçadinho da Sea jets me olhou com uma risadinha e disse “Welcome to Mykonos”! Ahaha, achei graça nenhuma! Mas só depois fui saber que a ilha é conhecida pelos seus ventos! E como ventava! Tanto que até os ferries (gigantescos) pararam de atracar na ilha no dia seguinte. Ninguém saía, ninguém chegava! Era impossível sair de vestido, simplesmente ficava sem roupa kkkk . Ri não, que foi sério. Por pouco não voei…

Mykonos

Como se locomover

O aeroporto é bem perto do centro de Chora (5 km), que é perto do porto onde chegam os ferries. Mas, ainda assim, é fundamental ter um carro alugado em Mykonos para percorrer as praias e explorar a ilha.

Como cheguei no meio da tarde, peguei o carro só no dia seguinte pela manhã, pois meus planos para a primeira tarde eram rodar no centrinho de Chora – que dispensa o uso de carros.

Dei uma cacifada no aluguel do carro em Mykonos e peguei um Fiat 500 conversível, uma gracinha de carro. Me diverti um bocado de praia em praia com meu Cinquecento que aluguei  com a Green Motion, uma empresa líder mundial no aluguel de carros com baixa emissão de CO2.

mykonos-green-motion-1

É indispensável contratar um transfer do porto para o hotel pois a ilha simplesmente não dispõe de muitos taxis! Inacreditávelmente são só 31 taxis em toda a ilha, pois a licença é dada somente aos nativos. Acontece que eles não estão renovando essa licença, e os novos não querem mais esse trabalho… Alô prefeitura de Mykonos, vamos melhorar isso!

Transporte público do porto para o centro também é complicado. Melhor mesmo fechar o transfer com o seu Hotel.

Onde ficar

Optei por me hospedar perto do centro de Chora pois depois das festas do pôr do sol, a vida noturna de Mykonos acontece ali! Fiquei no Petasos Town, que é um 3 estrelas digno, bem localizado, a 5 minutos a pé do centro. A grande vantagem é que ele, apesar de ser 3 estrelas, faz parte de uma rede com um resort de 5 estrelas na praia de Psarou (Petasos Beach Resort & Spa), no qual podemos usufruir da infra de piscina, restaurante e spa.

Ah! E são apenas 18 quartos, ou seja, hotelzinho simpático! À propósito, o melhor hotel da cidade chama-se Cavo Taggo! Se você não puder se hospedar lá, vá ao menos conhecer o restaurante… É surreal de lindo.

Mykonos Petasos

Circulando por Mykonos

Circular pelo labirinto de casinhas brancas no centro de Chora é das coisas mais gostosas para se fazer ali. Milhões de lojinhas e boutiques transadas (tem até Osklen), muitos restaurantes charmosos com a deliciosa comida grega e várias igrejas. São ruelas de pedra em estreitos corredores, formando um verdadeiro labirinto. Deixe-se perder!

Chora Mykonos

Mykonos

Reserve tempo para curtir Little Venice, que fica bem no coração de Chora. As casinhas foram construídas sobre o mar pelos piratas no século XVI, para facilitar o trabalho de descarregar os barcos. Atualmente é um lugar com bares e restaurantes bacanas.

Mykonos

Mykonos

Little Venice Mykonos

Os moinhos de vento de Mykonos, um dos cartões postais da cidade, ficam bem ao lado da Little Venice. Foram construídos por venezianos no século XVI para moer o trigo.

Mykonos

Instagram

Praias e baladas de Mykonos

Mykonos tem praias mais “normais” se comparadas com as praias de Milos e Santorini, mas não por isso menos atraentes. Quase todas têm um ou vários beach clubs com bares, restaurantes, aluguel de espreguiçadeiras e sombreiros e também música eletrônica alta.

mykonos-psarou-nammos-beach

Mykonos

De dia curte-se a praia, com areias brancas e mar turquesa, e no final do dia, ali mesmo acontecem as baladas. Em toda temporada de verão, Mykonos, conhecida como a capital GLS do Mediterrâneo, é lotado de gente que procura agitação e festa.

Na praia de Panarmos, tem um beach Club muito top! Chama-se Principauté de Mykonos, super novo, super chique! Drinks maravilhosos e menu mediterrâneo de alma grega.

Mykonos Panormos

Outro top é Nammos beach club em Psarou, que continua a parceria com a Monte Carlos Beefbar (serve a carne mais superior de todo o mundo) e que agora tem um mini cardápio de comida de rua, estrelado por kobe beef, um grelhado em estilo grego. Preços salgados, bom avisar. Não deixe de visitar a boutique – Cada peça mais linda que a outra.

Mykonos Nammos Beach

Mykonos Nammos

Badaladíssimo e imperdível é o Scorpions, na praia Paraga. Serve comida deliciosa, shots e drinks excelentes. Tudo ao som de um animado DJ que agita a praia e o bar. Foi super top a festa que rolou no sunset! Outro muito bom é Kalua, também na Paraga.

Scorpions Mykonos

Outro bar super indicado é o Rakkan na praia de Kalo Livadi, que serve comida fusion japonesa, e tem parceria com o nightclub Londrino China White para trazer os melhores DJs pra lá. Outro bar bem gostoso é SolyMar. 

Ah! Outra praia muito boa é a Elia Beach, tem um estacionamento fácil e um astral lá em cima!

Rakkan

Mykonos

Mais populares e conhecidos são os beach clubs da Paradise e da Super Paradise, com suas festas que atraem os djs mais famosos e contam também com muita badalação.

Mas prepara o bolso porque fora o custo pesado dos drinks e comidinhas, você ainda tem que pagar o aluguel do guarda-sol e espreguiçadeira. No Nammos em alta temporada o conjunto de 2 sunbeds com sombreiro é de 90 Euros! E ainda tem que chegar cedo para conseguir uma boa localização.

Mas não vamos pensar em dinheiro em Mykonos, né? Sorria e divirta-se!

Viagens e Outras Historias

 

Mykonos | Dicas imperdíveis was last modified: outubro 2nd, 2016 by Flávia Ribeiro

Você vai gostar de...

Onde ficar em Angra dos Reis Angra dos Reis, no litoral Sul do Rio de Janeiro, possui uma baía com 365 ilhas, uma para cada dia do ano! Um dos meus locais preferidos para uma esca...
Mergulho em Noronha: viva essa aventura! Meu sonho após ter completado o curso Padi Open Water era fazer o mergulho em Noronha, o principal destino de mergulho do Brasil. Era como sair da esc...
Asa delta no Rio de Janeiro Há muito tempo que estava tomando coragem para fazer algo que, como uma carioca (e aventureira de plantão), já devia ter feito: o voo de asa delta no ...
Mergulho em San Andrés | Colômbia Mergulhar é como descobrir um outro planeta, um passaporte para a aventura num mundo subaquático. É delicioso ter a sensação de estar dentro de um aqu...

Deixe aqui seu comentário!

Escrito por
Publicado em

Deixe uma resposta