Laguna de los Tres e Torres del Paine

Nesse artigo vamos comparar dois dos trekking mais importantes da Patagônia. Laguna de Los Tres e Base Torres Del Paine: qual trekking é mais difícil? Esse texto foi escrito pela Camila Paviani que fez os dois em novembro/2018, final da primavera e início do verão. Veja abaixo o relato dela.

“Foi a minha primeira experiência com trekking e meu condicionamento físico é de moderado a baixo – compareço na academia quando me obrigam. Pra chegar ao veredicto, separei as trilhas em três etapas e comparei os dados, ah, e somei minha própria experiência, claro!

Laguna de los Tres e Torres del Paine
Laguna de Los Tres
Laguna de los Tres e Torres del Paine
Torres del Paine

Laguna de Los Tres e Base Torres Del Paine

Parte 1 – Subida

A primeira parte, tanto para Laguna de Los Tres quanto para a Base Torres del Paine começa com uma subida que já assusta marinheiros de primeira viagem: são 3km morro acima, com ganho de elevação de 351 mts e 338 mts, respectivamente. Nessa parte a Laguna de Los Tres é mais puxada, porém é mais fácil de caminhar, enquanto Torres Del Paine tem o terreno irregular e com muitas pedras soltas. A Laguna de Los Três tem os miradores do Rio de las Vueltas e Torres del Paine tem a visão do lindíssimo azul Lago Nordenskjöld. Tanto em dificuldade quanto em beleza, podemos dizer que até aqui que há um empate técnico.

Conclusão: empate

Laguna de los Tres e Torres del Paine

Parte 2 – Meio

Em seguida as trilhas se estendem por caminhos mais planos, momento em que é possível admirar as paisagens e tirar muitas fotografias. Esse trecho da Laguna de Los Tres passa por bosques e riachos, tem cerca de 5,4 km e perda de altitude de 39 metros, ou seja, praticamente não ocorrem mudanças, e sempre com a vista do monte Fitz Roy à frente, enquanto Torres Del Paine se estende pela lateral esquerda do vale do rio Ascênsio numa área aberta (pra mim foi como se eu estivesse andando no “ombro” da montanha hahaha) por 4,2 km e 120 metros de alteração. A beleza desse trecho também encanta pois lá embaixo é possível ver o rio Ascênsio e à frente, montanhas nevadas. Alerto que pessoas que tem medo de altura podem se sentir vulneráveis, mas basta ficar mais próximo da montanha pra se sentir mais seguro.

Conclusão: empate

Laguna de los Tres e Torres del Paine
Laguna de Los Tres
Laguna de los Tres e Torres del Paine
Torres del Paine

Parte 3 – Subida final

A última bolacha do pacote é a subida íngreme  que as duas trilhas possuem, e essa parte confesso que foi decisiva para a escolha da campeã de dificuldade: Laguna de Los Tres. Não é para menos, na parte final dessa trilha sobe-se 460 metros em 2km num caminho estreito por um amontoado de pedras que formam como se fossem degraus grandes, e isso acaba exigindo e cansando MUITO! Já em Torres del Paine a subida é feita em pouco mais de 1,5 km, porém a elevação também é menor, perto de 300 mts. Além disso a trilha sobe um pouco mais em zigue-zague, o que dá um certo fôlego pra conseguir continuar mais tranquilamente.

Conclusão: No quesito dificuldade, Laguna de Los Três leva o troféu por conta da subida final e também pelos quase 4 km a mais de percurso, mas a diferença é pequena e a trilha até a base das Torres Del Paine quase alcança seu nível, e pode sim ser considerada uma trilha puxada com grau de dificuldade alto.

Laguna de los Tres e Torres del Paine
Laguna de Los Tres
Laguna de los Tres e Torres del Paine
Torres del Paine

No quesito beleza, nota 10 pras duas! Tanto uma quanto a outra tem características únicas e que valem a pena serem exploradas, que deixam os viajantes completamente encantados apesar do perrengue pra chegar até o final triunfante. O segredo é estar bem preparado, com roupas, água, lanches e até equipamentos e ir com calma, no seu ritmo, descansando quanto necessário. Os dias na Patagônia entre novembro e fevereiro são longos então há muitas horas de sol pra aproveitar.

Bom pessoal, essa é a comparação que eu fiz de duas das trilhas mais lindas do mundo: Laguna de Los Tres e Base Torres Del Paine. Quando eu fiz esses trekkings senti falta de uma comparação como essa, então espero que ajude a montar seu roteiro! 😉

Um abraço!

Camila Paviani

Continue lendo:

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *