Cercada de mistérios, Rapa Nui, também conhecida como Ilha de Páscoa, fica no Oceano Pacífico, bem no meio caminho entre a América e a Oceania. A ilha, que pertence ao Chile, é considerada o território habitado mais isolado do mundo, e por isso tem o apelido de “umbigo do mundo”. Nesse artigo conto para vocês a História e Mistérios da Ilha de Páscoa. Nos próximos artigos dou minhas dicas de viagem, o que fazer na Ilha de Pascoa, onde ficar, etc. Fiquem ligados que tem muita informação interessante vindo por aí!

História e Mistérios da Ilha de Páscoa

História e Mistérios da Ilha de Páscoa

Ao longo da história muitas especulações surgiram em torno da história da Ilha de Páscoa. Muitos mistérios que envolvem a Ilha ainda permanecem vivos, gerando interesse e curiosidade de estudiosos e viajantes. Os maiores mistérios são com relação aos motivos pelo quais o povo Rapa Nui construía esses gigantes de pedra, como eles eram esculpidos, transportados e erguidos. Isso porque na ilha naquela época não existiam tecnologias capazes de deslocar e erguer tamanho peso. Vamos conferir então?

História da Ilha de Páscoa

Embora a história da ilha não seja totalmente conhecida, presume-se que ela tenha se originado há três milhões de anos a partir de erupções dos vulcões Poike, Rano Kau e Maunga Terevaka. Realmente a ilha tem o solo repleto de crateras, campos de lava, cavernas e cones vulcânicos.

Cratera vulcão Ilha de Pascoa

Dizem que os primeiros exploradores vieram navegando em canoas de outras regiões do Pacífico, possivelmente das Ilhas Marquesas, na Polinésia Francesa. A data da chegada é bastante incerta, possivelmente entre os séculos IV e VIII. O que se sabe é que o povo se organizou em grupos liderados pelo primeiro chefe da ilha, Hotu Matu’a.

Moais Ilha de Pascoa

Os Misteriosos Moais

Calcula-se que os moais tenham sido construídos por volta dos anos 1300 d. C. São quase 900 estátuas gigantes de cabeças enormes espalhadas por toda ilha.

Tudo indica que, durante os séculos passados o culto aos líderes, guerreiros e sacerdotes ancestrais era o mote da vida na Ilha de Páscoa. Os Moais eram construídos possivelmente para homenagear os líderes mortos do povo polinésio, como estátuas fúnebres construídas sobre os túmulos deles. Eles acreditavam que continuariam protegidos por seus líderes, mesmo depois de mortos, através do moais. Por isso a face das estátuas estavam sempre voltadas para o centro da ilha, para proteção, e não para o oceano.

Moais Ilhas de Pascoa

Centros cerimoniais foram construídos em toda a ilha. E cada uma das tribos existentes possuía uma plataforma cerimonial chamada de Ahu, onde os moais eram fixados.

Por que os moais eram esculpidos?

Acredita-se que os moais tenham sido esculpidos por uma razão mística. A forma desproporcional da cabeça imagina-se que deve-se ao fato de os polinésios valorizavam a sabedoria. Mas de qualquer forma, os moais eram formas de representação do povo Rapa Nui, pois foram construídos com detalhes peculiares, como o pukao, a representação do cabelo amarrado por um coque da mesma forma que os nativos usavam antigamente.

História e Mistérios da Ilha de Páscoa

Escavações recentes mostraram que algumas estátuas possuem também corpos inteiros, que na verdade ficaram enterradas ao longo dos anos. A maior parte deles foi esculpida na forma ajoelhada, com os braços apoiados junto ao corpo, nariz alongado, as orelhas compridas, sobrancelhas grossas e lábios finos.

História e Mistérios da Ilha de Páscoa

Como as estátuas foram deslocadas?

Um outro mistério que envolve a história da Ilha de Páscoa é como as gigantescas estátuas eram transportados até o local desejado pelos Rapa Nui. Imagina o tamanho da dificuldade? Leve em consideração que os moais medem em média entre 5 e 7 metros de altura e chegam a pesar até 80 toneladas.

Moais Ilha de Pascoa

Sabe-se que os moais eram esculpidas em áreas de derrame de lava vulcânica como a área do Vulcão Rano Raraku. Lá é possível observar quase 400 Moais em várias fases de construção. Experiências foram realizadas para averiguar quais eram as formas possíveis de deslocamento dessas estátuas. Arqueólogos acreditam que a força física era a motriz principal. Possivelmente também eram utilizados cordas, trenós e rolos de madeira. Mas muitas pessoas ainda não acreditam que isso seria possível. Alguns cogitam influências místicas e até extraterrestres.

Moais Ilha de Pascoa Rapa Nui

+ Já pensou combinar sua viagem da Ilha de Pascoa com a Polinésia Francesa? Para saber dicas mais desse roteiro clica aqui.

Porque a civilização Rapa Nui quase desapareceu?

O motivo que levou à quase extinção do povo Rapa Nui também é um mistério ainda não desvendado completamente. A hipótese mais aceita é que a região foi destruída pela própria sociedade que a habitava. Principalmente por causa de lutas internas e exploração excessiva dos recursos naturais.

Rapa Nui

Evidências arqueológicas indicam que o aumento populacional gerou escassez de recursos naturais e alimentos. Aí a vida na ilha começou a ficar mais difícil, a crise gerou guerras internas entre as tribos, tudo isso somado a isso a invasão de outros povos.

Moais Rapa Nui

Outra hipótese é da possível disseminação de doenças, como a cólera, após o encontro com povos de outras origens. Essa teoria contradiz a outra hipótese por não acreditar que os habitantes da ilha poderiam ter se destruído por causa de guerras internas. Especialistas apontam que as pessoas faziam parte de uma civilização sofisticada, na qual elas colaboravam e compartilhavam informações entre si. E que este nível de cooperação não causaria uma guerra interna.

Ilha de Pascoa

Espero que tenho ajudado a esclarecer um pouquinho da História e Mistérios da Ilha de Páscoa! Se sim, ou se tiver qualquer duvida, só deixar um comentário aqui abaixo. 😉

Obrigada pela visita, volte sempre!

Viagens e Outras Historias

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *