Point de surfistas há muito tempo, a Guarda do Embaú foi recentemente incluída na prestigiada rede de Reservas Mundiais de Surf eleita pelo Conselho Mundial da Save the Waves Coalition, com sede na Califórnia. Não é a toa pois a Guarda sempre foi referência no surf brasileiro com ondas de classe mundial.

Agora é a nona Reserva Mundial de Surf (RMS), sendo a primeira do Brasil. Esse re­conhecimento veio pela qualidade e consistência das ondas, cultura e tradição do surf. O quarto e ultimo critério é o engajamento e apoio da comunidade local para a preservação do ecossistema – assunto que já vou falar daqui a pouco.

Guarda do Embaú

Além do surf, o vilarejo que outrora vivia da pesca, hoje atrai muitas pessoas por suas belezas naturais. É lindo o encontro do rio o mar e a mistura da água doce vinda da serra do tabuleiro com o sal do oceano.

Guarda do Embaú

Preservação é palavra de ordem na Guarda

Como falei acima o quarto critério que garante o título de Reserva Mundial de Surf é o engajamento e apoio da comunidade para a preservação ambiental. Uma série de novas ações estão sendo planejadas e implantadas como programas de educação ambiental, ações de monitoramento afim de evitar poluição e crescimento desordenado.

Guarda do Embaú

Interessante saber que os afluentes que desaguam nas águas da Guarda tem influência na formação das ondas. Ou seja, suas ondas estão intimamente ligadas ao rio que, através de suas correntes formam bancadas de areia, tornando-as extremamente tubular e desejada pelos surfistas. E se o rio mudar seu curso por conta de má preservação as próximas gerações do surfe serão penalizadas.

Além disso, a Guarda está próxima da maior Unidade de Conservação de Santa Catarina, o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, que tem sua sede na cidade de Palhoça, onde fica a Guarda.

Onde fica e como chegar na Guarda do Embaú

A Guarda do Embaú fica a apenas 50 km ao sul de Floripa, 120km de Balneário Camboriú, 340km de Curitiba e 400km de Porto Alegre.

Se você está saindo do Rio, de SP ou outra região, a melhor forma de chegar é de avião pelo Aeroporto Internacional de Florianópolis (FLN).

Guarda do Embaú

Eu aluguei um carro usando o site da RentCars que é uma plataforma que faz cotação com as todas as locadoras de veículos e te apresenta as melhores opções de carros e preços. Se você for alugar carro use o link do blog aqui, você paga a mesma coisa e ajuda na manutenção do site. Veja mais serviços oferecidos no menu “Organize sua Viagem” no página inicial do site.

Outra opção é pegar um taxi no aeroporto até a Guarda que vai custar em torno de R$ 200. Por lá você não vai precisar circular de carro, então deve considerar essa opção. Além disso, estacionar perto da praia não é uma tarefa fácil.

Quando ir à Guarda do Embaú

A alta temporada é no verão, mas por conta das férias são os meses que ficam mais cheios. É quando o sol mais brilha, e encoraja a encarar as águas geladas, mas também quando mais chove na região. Eu fui em novembro e peguei bom tempo, apesar de um friozinho fora de época.

A melhor época pode se dizer que é entre março e abril, quando o clima ainda está gostoso para curtir praia e chove menos. Em maio o frio começa a chegar. Agora, se você planeja surfar na Guarda do Embaú, evite os meses entre abril e julho pois a prática de esportes aquáticos é proibida por conta da pesca da tainha.

+ Que tal aproveitar e conhecer a Praia do Rosa? Clique aqui.

O que fazer na Guarda do Embaú

Você vai gostar da Guarda do Embaú se curte aproveitar o dia e estar em contato com a natureza. Para conhecer tudo com calma, recomendo ficar ao menos três dias por lá. Dá pra ir num feriadão tranquilo. Vamos ver agora o que tem pra fazer na Guarda?

Guarda do Embaú

Antes uma curiosidade: a origem do nome “Guarda do Embaú” vem da lenda que há muitos anos um navio pirata naufragou na região cheio de tesouros que foram guardados em baú nessa costa. Daí o nome! Se estão lá ainda não sei dizer… mas posso afirmar que vale muito conhecer esse lugar!

Praias da Guarda do Embaú

Para chegar até a praia é preciso atravessar o Rio da Madre. Existem vários barqueiros à disposição para esse trajeto por um preço baixo. Você pode atravessar a nado, como fazem os surfistas, ou andando nos pontos que a água bate na cintura. Claro que depende da maré, se está cheia, o mar “invade o rio”, se está seca os barqueiros desaparecem, pois, a travessia fica fácil.

A praia é badalada, com boa infraestrutura e extensa faixa de areia para uma caminhada.

Trilhas pra Prainha

A trilha mais conhecida é a que vai pra Prainha. Começa pelo lado esquerdo da praia da Guarda e vai costeando o mar numa trilha bem demarcada. O nível de dificuldade é baixo, a caminhada leva em média 40 min a 1 hora.

Chegando lá vai encontrar a Prainha que é pequena e selvagem, sem estrutura nenhuma. Ideal pra curtir um sossego e passar uma parte do dia.

Prainha da Guarda

Trilha da Pedra do Urubu

Essa trilha é bastante íngreme, mas IMPERDÍVEL pois tem uma vista de tirar o fôlego! Lá de cima avistamos as curvas do Rio da Madre, o seu encontro com o mar, toda a extensão da Praia da Guarda do Embaú, suas dunas, a Prainha e, se enxergar bem, dá até pra ver a Praia de Garopaba e a Praia da Gamboa!

Guarda do Embaú

O topo, que fica a 130 metros de altitude, tem um espaço pequeno e muita gente querendo fotografar. Cheguei lá e enfrentei uma filinha mas ok, valeu a pena. Ah! Vá de tênis, leve água para hidratar e, claro, a câmera para fotografar essa paisagem espetacular.

Todo o caminho é bem sinalizado. Leva em média 30 minutos para se chegar no topo. As partes inicial e final são as piores, mas passam rápido.

Trilha da pedra do Urubu

Vale da Utopia

O Vale da Utopia fica no meio das montanhas entre a Praia da Pinheira e a Guardo Embaú. A trilha principal passa pela Praia do Maço, Prainha e Praia do Evori e é considerada de nível médio, pois tem algumas com subidas e decidas.

Onde ficar na Guarda

Me hospedei na Viola Piola e recomendo para vocês. A pousada fica a 900 m da Praia de Guarda do Embaú, exatos 10 minutos de caminhada do centrinho e da praia. Além do prazer em se hospedar numa autêntica casa de surf na Guarda, fui superbem recebida pelos anfitriões Flávia e Piola. Aliás, Alexandre Piola foi um campeão do surf nos anos passados e hoje recebe visitantes na sua Vila. Um privilégio, não é não?

Vila Piola Guarda do Embaú

Os chalés são todos “duplex”. No primeiro piso fica a sala, a cozinha toda equipada, com geladeira e fogão e o banheiro. No mezanino fica o quarto de dormir que está equipado com ar condicionado.

A pousada oferece wifi e estacionamento privado. Já o café da manhã não é servido, mas você pode tomá-lo na Casa dos Sucos que fica no centrinho com várias opções de sucos, pães, bolos e um café delicioso.

Decorada no estilo rústico porem aconchegante, a pousada ainda oferece uma área de churrasqueira e bar com balancinhos fofos, e ainda um espaço “relax” no meio do gramado verde onde se pode curtir bons momentos.

Não esqueça de fazer suas reservas usando o link do blog do Booking.com. Você paga o mesmo preço e ajuda na manutenção do site.

Vilarejo da Guarda

No centrinho da Guarda, apesar de bem pequeno, você vai encontrar tudo desde lojinhas, farmácia e mercadinhos. Ali também ficam barzinhos e restaurantes. Tudo no estilo rústico e descolado como é a Guarda do Embaú.

Onde sair pra comer e badalar

Na verdade não há muita badalação noturna na Guarda. Em geral as pessoas saem para jantar, para tomar um drink mas voltam cedo porque o lance na Guarda é curtir o dia, pegar praia cedinho e fazer as trilhas.

Não deixe de conhecer o “La Madre” bar e restaurante que fica à beira do Rio que é o point de gente bonita com música ao vivo e cardápio variado. Também gostei do restaurante Big Bamboo e da Pizzaria Biruta.

Espero que tenham gostado das minhas dicas da Guarda do Embaú. Se tiverem qualquer duvida, deixem um comentário abaixo que terei prazer em ajudar.

Obrigada pela visita, voltem sempre!

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *