grande bazar istambul

O Grande Bazar, ou Kapalıçarşı como é chamado em turco, é pura tradição!

Já estive em outros grandes mercados como Cairo e Budapeste, mas realmente o Grande Bazar de Istambul impressionou. É considerado o maior mercado coberto e o mais antigo do mundo!

São centenas de ruas e vielas que formam um verdadeiro labirinto de lojinhas. Mais de 60 ruas e aproximadamente 5 mil lojas! Diariamente passam por lá de 250 a 400 mil pessoas!! E trabalham umas 20 mil. Deu pra ter uma ideia do tamanho, né?

Grande Bazar Istambul

Grande Bazar Istambul

História do Grande Bazar

Sua construção iniciou em 1455, logo após os Otomanos terem tomado Constantinopla, a mando do sultão Mehmed II, o Conquistador.

A expansão do Império Otomano já havia conquistado três continentes. Estrategicamente era importante obter o controle das rotas entre Ásia e Europa, e tornar Constantinopla o centro de comércio no Mediterrâneo.

Além de revigorar o comércio da cidade, o grande bazar também geraria divisas para a recém convertida Santa Sofia. É que nos mercados otomanos parte das taxas eram revertidas às mesquitas.

Foi inaugurado em 1461 e expandiu-se rapidamente. Mas, como o resto da cidade, também foi atingido por inúmeros incêndios e terremotos ao longo da sua história. Foi reconstruído, restaurado e expandido muitas vezes, mas acabou crescendo de uma forma mal organizada.

Grande Bazar Istambul

Seu formato atual vem de 1954, mas o tipo do comércio desenvolvido, sua gestão, e até sua arquitetura interna mudaram bastante desde lá.

No inicio o Grande Bazar negociava apenas têxteis, na área que ocupa o chamado “Cevahir Bedestan” que significa “bazar de vendedores de tecido”. Com o tempo ampliou, diversificou e alcançou notoriedade em toda a Europa pela variedade e qualidade de seus produtos.

Infelizmente hoje, a maior parte das oficinas tradicionais de artesanato foram substituídas por lojas para atender aos turistas. Autoridades locais chegaram a propor transformar parte do grande bazar em hotel, como tentativa de impulsionar ainda mais o turismo na área.

Grande Bazar Istambul

“Isso é totalmente orientado para o ganho, um planejamento muito míope” disse Mucella Yapici, da câmara de arquitetos de Istambul, ao The Guardian. “Vão destruir a história e a cultura de Istambul. Afinal, os turistas não vêm aqui para encontrar hotéis de luxo, shoppings e residências deslumbrantes”. Ugur Tanyeli, um historiador da arquitetura, disse “Seria uma perda terrível para Istambul. A cidade não pode ser  sendo devorada pelo desenvolvimento do turismo e não pode correr o risco de se tornar um lugar sem vida, sem cultura. Se não cuidar, aos poucos, pode tornar-se como Las Vegas.”

Com sucesso, os comerciantes fizeram protestos nas ruas e, por hora, a ideia está felizmente arquivada.

Grande Bazar Istambul

Grande Bazar Istambul

COMO EXPLORAR

São vendidos artigos de todo o tipo, desde tapetes caríssimos a cópias de artigos de luxo. Milhares de joalherias, artigos de decoração, souvenirs, especiarias, porcelana, cerâmica, roupas, tecidos e até produtos falsificados de marcas de luxo.

Lá é preciso pechinchar, faz parte da cultura local. Vá preparado pois os vendedores vão te abordar insistentemente, chegando até importunar. Por isso uma dica: só pergunte o preço daquilo que realmente tem intenção de comprar.

O Grande Bazar funciona de segunda a sábado de 9 às 19hs. Fica fechado aos domingos e feriados.

Visitei o Grande Bazar na companhia da Ruken, uma guia turca que fala português. Foi muito mais enriquecedor fazer a visita com ela. Segue o contato para quem tiver interesse > ruken_altinkilic@yahoo.com.

Grande Bazar Istambul

Grande Bazar Istambul

Grande Bazar Istambul

Instagram

COMO CHEGAR

Se você já está circulando pelo centro de Sultanahamet, o melhor meio de chegar ao Grande Bazar é caminhando. Está a 15 minutos a pé da Basílica de Santa Sofia e da Mesquita Azul. Ou Pegue um bonde para Beyazit, Üniversite ou Sirkeci.

O Grande Bazar possui 4 entradas principais, uma em cada um dos extremos das ruas principais. Em cada uma delas há um grande portão de ferro. A entrada norte-sul, a Yağlıkçılar é onde ficam os fabricantes de lamparinas. Na entrada leste-oeste, a Kalpakçılar, você encontrará os chapeleiros de pele. A Kalpakçılar liga as mesquitas Nuruosmaniye e de Bayezid II.

Grande Bazar Istambul
No portão do Grande Bazar

No final do dia, esses portões são fechados e há uma patrulha noturna que faz a guarda. No interior as lojas são fechadas apenas com cortinas. Um roubo é um evento extremamente raro. O mais importante ocorreu em 1591, quando 30.000 moedas de ouro foram roubadas na área do antigo Bedesten. Um roubo que surpreendeu toda Istambul e fez com que o Grande Bazar ficasse fechado por duas semanas até que o ladrão fosse encontrado. Muitas pessoas foram torturados, até que o dinheiro fosse recuperado e o culpado enforcado.

Ah! Não deixe de provar um autêntico café turco. Quem sabe tenha sua sorte lida na borra do café?! 🙂

Café turco Grande Bazar Istambul

Gostou de passear pelo Grande Bazar? Vem ver mais de Istambul aqui.

Viagens e Outras Historias

 

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

2 comentários até agora!

  1. oiê. grande post. só ficou faltando dizer se as coisas são caras ou baratas por lá. sou louco por aquelas luminárias turcas, mas sem chance de comprar aqui no brasil, ridículo de caro. lá é dureza ou pechincha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *