Continuando nosso roteiro pela Jamaica, nesse artigo vou contar exclusivamente sobre nossa hospedagem no GoldenEye Resort, a propriedade que foi a antiga casa de Ian Fleming, onde o autor escreveu todos os seus 14 romances sobre James Bond. Ainda mais, esse lugar foi escolhido para rodar muitas cenas de filmes de 007 como Dr. No e Live and Let Die.

GoldenEye Jamaica

Atualmente a propriedade reserva 52 acres de vegetação exuberante, praias, lagoas e acomodações que incluem bangalôs e villas, dois restaurantes, duas piscinas, spa e uma extensa lista de atividades.

GoldenEye Jamaica

Posso afirmar que não se pode comparar GoldenEye com nenhum outro resort na Jamaica. A ilha, que está repleta de mega resorts, tem esse hotel como uma jóia rara. Sua estrutura foi criada para privilegiar a natureza e a privacidade de seus hospedes. É só perceber que sua praia não foi alargada para acomodar mais pessoas e seus restaurantes passam longe (muito longe) dos buffets all inclusive. Não importa se você é fã de James Bond ou não, certamente GoldenEye vai agradá-lo.

GoldenEye Jamaica

A História do GoldenEye

É aqui que começa a historia de 007. Ele nasceu nesses exuberantes jardins do GoldenEye, na costa norte da Jamaica, quando Ian Fleming, que era oficial da inteligência britânica, descobriu a ilha durante uma missão na Segunda Guerra Mundial em 1942.

Inspirado por lugares exóticos e pelo sol que brilhava o ano todo por ali, Fleming voltou 4 anos depois, em 1946, para comprar 15 acres da terra tropical.

GoldenEye Jamaica

Ele deu o nome de GoldenEye às suas novas terras em homenagem ao navio que o levou à ilha pela primeira vez. Fleming residiu na Jamaica por mais de duas décadas, sempre aos invernos, e ali escrevia a cada ano um novo romance.

GoldenEye Jamaica

A propriedade que era cercada por bananeiras e parreiras, tinha uma escada que descia para uma pequena praia onde Fleming mergulhava com sua esposa Ann. Dali, de um canto da sala com grandes janelas abertas para o mar ele escreveu 14 livros.

É curioso saber que Fleming amava pássaros, e assim chamou seu principal personagem com o nome do autor do livro que ele tinha sempre na cabeceira: “Birds of The West Indies”.

GoldenEye Jamaica

Na década de 1980 a propriedade foi comprada pelo produtor musical britânico Chris Blackwell que era dono da Island Records, gravadora que descobriu e lançou talentos como Bob Marley e U2. Logo que ele percebeu a importância histórica do lugar, transformou-a num resort.

E o mais incrível, amei saber que foi ali que Sting compôs a música “Every Breath You Take”!

Uma extensa obra de reforma e renovação começou em 2008 e durou dois anos, ultrapassando o investimento de US$ 50 milhões. O resort foi reaberto em 2010, mantendo a casa de Fleming totalmente preservada, com sua piscina privativa e até mesmo a sua escrivaninha original.

James Bond na Jamaica

Em 1962, o primeiro filme, uma das grandes bilheterias do cinema, foi rodado nesta ilha caribenha, com nada menos que o incrível Sean Connery performando como o agente secreto Dr. No.

O sucesso do filme foi aclamado quando ele e Honey Ryder se encontraram pela primeira vez na ilha fictícia de Crab Key. Sou suspeita pra falar, né?! Pra mim, a Jamaica, com toda a sua beleza tropical, é um cenário de filme mesmo… fascinante!

GoldenEye Jamaica

E o mais incrível… em Dr. No, Bond e Honey Ryder, filmaram onde hoje fica Dunn’s River Falls, um dos lugares mais inacreditáveis que estivemos na Jamaica.

Crab Key Beach e Dunn’s River Falls tem ainda a mesma aparência que tinham na década de 1960, graças à proteção do governo. Um lugar incrível que vou contar no próximo artigo.

A ilha ganhou destaque também com o filme “Live and Let Die” com a estreia de Roger Moore como personagem principal. Nesse filme Bond superou crocodilos e capangas, salvando sua amante das garras do malvado Dr. Kananga.

Passaram-se anos e a Jamaica sempre volta à cena. Da ultima vez, que eu tenha conhecimento, foi em 2020 com a 25ª edição da série “No Time to Die” do nosso amado agente 007.

Bem-vindos ao GoldenEye

A privacidade no GoldenEye é considerada tão importante que não há nenhuma placa na entrada do hotel. Mesmo com instruções certeiras do GPS, ficamos em dúvida e tivemos que pedir informações a pessoas locais. A entrada da propriedade é um portão simples, com uma placa sinalizando somente: “PRIVADO”. Discreto, como o espião gostaria que fosse.

GoldenEye Jamaica

Depois de decifrar o enigma e estarmos devidamente identificadas, atravessamos um bosque até a recepção decorada com fotos de Ian Fleming, livros e DVDs de James Bond. Um passo ao lado e encontramos uma sala com fotos de Ursula Andress que nos transportou de volta no tempo.

Onde fica GoldenEye

GoldenEye fica na costa norte da Jamaica, a 16km a leste de Ocho Rios, em Oracabessa. O principal aeroporto está em Montego Bay, de onde chegamos, numa distância de aproximadamente 115km, 1h e 40m. Da capital da ilha, Kingston, são aprox 2 horas.

Para quem pode pagar mais caro existe um outro aeroporto super perto que fica a 5 minutos do hotel. Não por acaso chama-se Ian Fleming Internacional Airport. Dali até Ocho Rios são 18 minutos de carro. Até Dunn’s River Falls levamos 25 minutos e até o Tensing Pen em Negril levamos 3 horas.

+ Veja aqui nossa estadia em Negril na costa oeste da Jamaica

Villas e Bangalôs

Com estilo autêntico jamaicano, todas as vilas e chalés ficam de frente pra lagoa ou para a praia e contam com uma varanda privativa equipada com espreguiçadeiras, mesa e cadeiras. Algumas até vem com caiaques e chuveiros externos.

Decoradas com persianas e pisos de madeira de lei, os chalés tem pé direito alto, um mini bar completo com café jamaicano das Blue Mountains e chaleiras com seleção de chás, cerveja Red Stripe, rum Blackwell, água, refrigerantes e lanches locais.

GoldenEye Jamaica

Escondidos dentro da vegetação exuberante, os bangalôs têm lençóis artesanais de 400 fios, roupões e serviço noturno de arrumação de cama. Adicionais como TVs de tela plana de 32 polegadas e sistemas de som Logitech Squeezebox também estão incluídos.

As Beach Villas e Lagoon Cottages de dois quartos são ideais para famílias, com duas camas, dois banheiros, cozinha e sala de estar.

Para seu conforto total, a Fleming Villa conta com três quartos, piscina e praia privativa. Realmente, o nível de privacidade que o GoldenEye oferece aos seus hóspedes é um privilégio super cuidado. Eu diria que a propriedade é tão grande que é praticamente difícil topar com outro hóspede por ali.

Os restaurantes de GoldenEye

Com visual pra praia, o casual Bizot Bar oferece uma ótima opção em frente à piscina e um excelente café da manhã. A decoração toda em azul é inspirada com capas de álbuns, homenagem ao DJ francês que fundou a Radio Nova e apresentou o reggae ao mundo. Também faz referencia ao selo Island Records de Blackwell.

Ali é servido uma variedade de coquetéis à base de rum. O mais surpreendente é uma mistura do Blackwell Rum, marca própria do proprietário do GoldenEye, com uma mistura secreta de frutas.

O outro restaurante, um gazebo no qual Fleming costumava escrever é um bar em estilo “casa na árvore” com menu de jantar que variam de polvo grelhado a filé mignon.

Durante o dia há um bar em frente à praia particular onde também serve bons drinks e opções de jerk chicken para o almoço.

+ Veja aqui meu roteiro completo pela Jamaica

Atividades outdoor

O GoldenEye Resort preferiu não ter uma academia. Eles oferecem tantas atividades ao ar livre que ninguém deveria reclamar… Prepare-se para um extenso programa de atividades como mountain bikes, trilhas para corrida, remo, jet skis e mergulho.

Tem ainda aulas de ginástica oferecidas no FieldSpa à beira da lagoa, aonde você pode chegar para o seu tratamento de paddleboard ou um ‘Jungle Gym’ ao ar livre. Aproveite o deck da ioga, os esportes aquáticos não motorizados (gratuitos) incluindo stand-up paddle, snorkeling e caiaque. Os melhores destinos aquáticos são Snorkeler’s Cove, Low Cay Beach e Button Beach.

Não deixe de nadar até a pequena ilha particular do resort. Na maré baixa é até possível caminhar direto até ela… Aproveite as piscinas que sempre terão uma equipe dedicada a servir, abrir guarda-sóis, estender toalhas – um serviço impecavelmente simpático e profissional – como era de se esperar.

Não vamos falar de preço

Não vamos falar desse assunto indiscreto aqui. Certamente o preço corresponde ao tamanho do privilégio de se hospedar em GoldenEye na Jamaica. Aqueles que poderão pagar, certamente não encontrarão motivos para reclamar. Não é à toa que a propriedade tem em sua lista de convidados nomes como Jay-Z e Beyonce, Bill e Hillary Clinton, e até o próprio Sr. Bond nº 5, Pierce Brosnan.

Ah, o Wifi é grátis rs. Enjoy!

Lembre-se de reservar usando o link do Booking aqui do blog. Obrigada pela visita e voltem sempre! 😊

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *