Fervedouro Bela Vista

Fervedouros do Jalapão, os imperdíveis

Tocantins reúne as mais belas paisagens de cerrado brasileiro, paredões, cachoeiras, rios, dunas e os fervedouros do Jalapão. Das atrações que encontrei por lá, os fervedouros do Jalapão foram a parte mais surpreendente de toda a viagem, sem dúvida a que mais gostei! Não é só nadar em águas cristalinas em meio a uma vegetação fechada. A surpresa tem a ver com a geologia da parada, que não te deixa afundar! Vá primeiro no fervedouro do Ceiça, onde essa sensação é maior. Abaixo conto um pouquinho de cada fervedouro que eu visitei, ok?

Fervedouros do Jalapâo

São mais de 100 fervedouros catalogados, embora apenas 8 fervedouros estejam abertos para visitação. Tem fervedouros de vários tamanhos, formatos, cores de água e intensidade de flutuação. A natureza privilegiou esse lugar que ainda está pouco explorado e faz dele um dos melhores destinos brasileiros para o ecoturismo.

O que é um fervedouro

Os mergulhos nos fervedouros do Jalapão são comparados com os do Mar Morto ou nas Lagunas do Atacama, mas na verdade é outro fenômeno. Os fervedouros são na verdade nascentes de rios subterrâneos, onde brotam água do fundo da terra. A pressão da água que nasce de baixo para cima é que não te deixa afundar. Você pode até tentar, mas não conseguirá afundar ehehe. É o efeito da ressurgência.


Fervedouros do Jalapâo

Como é a sensação de nadar no fervedouro

Deliciosa! A água no Tocantins tem uma temperatura agradável (inclusive as cachoeiras!) e com o calor que faz no Jalapão, os fervedouros são verdadeiros oásis. É uma sensação indescritível nadar naquelas piscinas em meio à vegetação fechada, águas azuis ou verdes transparentes e fundos de areia branquíssima.

Aproveite esses momentos únicos! Agora fique preparado porque você vai sair com muita areia nos biquínis/sungas.


Fervedouros no Jalapâo

Os Fervedouros do Jalapão

A maioria dos fervedouros do Jalapão estão localizados em propriedades privadas nas cidades de Mateiros e São Félix. Cada fervedouro tem uma capacidade específica, que pode variar entre quatro e dez pessoas nadando ao mesmo tempo.

Fervedouro do Ceiça

O fervedouro do Ceiça foi o primeiro a ser descoberto e é ainda hoje um dos mais famosos e visitados de todo o Jalapão. Não só pela pressão da agua que é mais forte, mas pela vegetação ao redor, cercado de bananeiras que fazem uma sombra que abranda o calor forte do Jalapão. Um cenário espetacular.

O acesso é bem fácil, não há trilha a ser percorrida. A capacidade máxima do fervedouro é de seis pessoas. Se tiver fila, o tempo de banho é limitado a 15 minutos.

Fervedouros do Jalapâo

Fervedouro Bela Vista

O Fervedouro Bela Vista é considerado o maior e mais belo da região. É uma grande piscina redonda, com + de 15 metros de diâmetro, com capacidade para dez pessoas por vez.

Fervedouro Bela Vista

A cor da água é surreal de linda. Azul clarinha, e tem peixinhos! A temperatura da água deliciosa. A vegetação ao redor espetacular! É de ficar hipnotizado com a beleza do Fervedouro Bela Vista.

Fervedouros do Jalapâo

Fervedouros do Jalapâo

Localizada na cidade de São Félix do Tocantins, tem também a melhor infraestrutura, com restaurante e área para camping. A trilha é construída em madeira e conta ainda com um deque à beira do fervedouro.

Fervedouros do Jalapâo

E um diferencial, no Fervedouro Bela Vista você pode mergulhar à noite!

O Fervedouro do Alecrim

Parecido com o Bela Vista, em tamanho e beleza, o Fervedouro do Alecrim se diferencia pelo tom da água que é verde. Tem trilha de acesso de madeira e capacidade para seis pessoas por vez. Fica bem próximo à cidade de São Félix e não tem infra nenhuma. Mas vale muito a sua visita!

Fervedouros do Jalapâo

Fervedouro do Buritizinho

Com água extremamente transparente e azul turquesa, o Fervedouro do Buritizinho tem o formato de uma gota. Sua nascente é mais profunda e, portanto, a sensação de flutuação não é tão intensa. Mas a cor da água, extremamente transparente e azul, é o seu diferencial.

Fervedouros no Jalapâo

Além do Fervedouro, você pode praticar boia-cross em trecho do Rio Formiga. Dá para brincar no balanço também.

A capacidade do Fervedouro do Buritizinho é de até quatro pessoas por vez, e há um restaurante com comida caseira e cerveja gelada.

Fervedouros do Jalapâo

Fervedouros do Jalapâo

Preservação

No jalapão ainda não há regularização para o turismo sustentável, como acontece em Bonito. Portanto é muito importante que você faça sua parte em preservar o meio ambiente. Seja um viajante consciente e preserve, pois, os fervedouros são lugares muito sensíveis.

  • Não pise na borda do poço
  • Não pule
  • Ande somente na trilha demarcada
  • Não use repelente ou protetor solar antes do mergulho
  • Não faça xixi na água pelo amor de Deus!

Fervedouros do Jalapâo

Como chegar

De Palmas, capital do Tocantins, ao Jalapão são aproximadamente 270 quilômetros. As duas principais cidades são Mateiros e São Félix do Tocantins. Você precisará de um guia experiente e um carro 4×4 para fazer o trajeto todo em estrada de terra e com segurança.

Eu viajei com a Company Ourique e adorei. Em especial a guia Fhalony, não só pela vontade de agradar o tempo todo, pelo ótimo olhar fotográfico, mas também pela alegria contagiante. Obrigada querida Fafá por ter me levado a tantos lugares paradisíacos e ter feito nossos dias tão alegres.

Fervedouros do Jalapâo

 

O serviço da Company Ourique é diferenciado, sem dúvida. Explorei com eles inúmeros atrações entre eles os mais belos fervedouros do Jalapão, num carro 4×4 com ar-condicionado, confortável e espaçoso. Nos hospedamos em pousadas e casas de família escolhidas a dedo para nos dar o máximo de conforto.

+ Para ver outras dicas do Jalapão clique aqui!

+ Para entrar em contato com a Company Ourique clique aqui.

 Quando ir

O Jalapão pode ser visitado durante todo o ano, pois há atrativos para a época seca e a época chuvosa. O calor é frequente na região, mesmo durante o período de chuvas. As temperaturas variam de 30°C e 34°C, e a sensação pode chegar a 40°C. Com esse calor a temperatura das águas dos fervedouros e das cachoeiras é sempre agradável.

As chuvas começam em de outubro até abril, porem fui ainda no início de outubro e não peguei chuva nenhuma. A estação seca vai de maio a setembro.

O que levar

Leve protetor solar, roupas leves e não esqueça de um boné ou chapéu. Repelente de insetos, tênis ou bota de trilha. Leve sempre também uma garrafinha de água.

Tem alguma dúvida? Gostou do post? Então deixa um comentário aqui para mim para eu saber da sua visita! 😊

+ Veja mais do Jalapão clicando aqui!

Um beijo e até o próximo post!

Flavia Ribeiro

 

Você vai gostar de...

Tikal, patrimônio cultural e natural Estando na Guatemala não deixe de conhecer o Parque Nacional Tikal, onde estão as ruínas mais importantes da civilização Maia. O parque está inserido ...
Roteiro pela Guatemala e Belize Nesse post conto pra vocês sobre meu roteiro pela Guatemala e Belize, passando por Antígua, Chichicastenango, Lago Atitlán, Flores, Tikal e Caye Caulk...
Lago Atitlán, natureza e tradição maia Um lugar que não pode faltar no seu roteiro pela América Central é o Lago Atitlán na Guatemala. Ele leva a fama de ser um dos mais bonitos do mundo pe...
Onde ficar em Samoa, Upolu "Talofa, bem-vindo à bela Samoa!" Fui recebida assim no Le Vasa Resort, o hotel em que me hospedei nos meus dias na ilha de Upolu, em Samoa. Gostei ta...

Deixe aqui seu comentário!

Escrito por
Publicado em