Dicas de Zanzibar

Zanzibar foi um dos destinos que mais me encantou nos últimos tempos. Não só por suas praias lindíssimas, mas pelo conjunto de cultura e alegria do seu povo, da história, e claro também das paisagens naturais. Confira aqui todas as minhas dicas de Zanzibar para você organizar um roteiro perfeito de viagem.

dicas de zanzibar

Dicas de Zanzibar

Zanzibar é um arquipélago de ilhas no oceano índico formado por duas ilhas principais, Uguja ou Zanzibar e Pemba, além de outras pequenas ilhotas.

dicas de zanzibar

Zanzibar foi um importante entreposto comercial nas rotas do Oceano Índico, acessível a comerciantes e colonos da Arábia, sul da Ásia e continente africano. A economia da ilha agora depende do turismo, da agricultura e da pesca. Com solo fértil e clima favorável permite a produção de uma variedade de culturas tropicais, principalmente cravo, coco, arroz, mandioca e frutas tropicais. O peixe é uma parte importante da dieta e a pesca local emprega talvez cerca de um décimo da população.

Breve história de Zanzibar

Os primeiros imigrantes foram os persas, que começaram a desembarcar em Zanzibar no século X. Sua influência foi deixada principalmente na religião quando a população afro-persa se converteu ao islamismo e adotou muitas tradições persas.

dicas de zanzibar

Os portugueses chegaram no século XVI e conquistaram todos os portos marítimos da costa leste da África, incluindo Zanzibar. Os árabes de Omã expulsaram os portugueses em 1650. Após um longo período de guerras, o sultão dominante de Omã, Saʿīd ibn Sulṭān, decidiu mudar sua capital de Muscat para Zanzibar. A rápida expansão do comércio de escravos no final do século 18 e início do século 19, causada pela demanda de escravos nas plantações nas Américas fez de Zanzibar um importante entreposto comercial para as rotas de escravos e de marfim.

aeroporto em zanzibar

Em 1861, Zanzibar foi separado de Omã e tornou-se um sultanato independente. Em 1890, os britânicos proclamaram um protetorado sobre Zanzibar, que durou mais de 70 anos. Nesse tempo a autoridade do sultão foi reduzida assim como o comércio de escravos.

Em 1963, o sultanato recuperou sua independência, tornando-se membro da Comunidade Britânica. Em janeiro de 1964, uma revolta de esquerdistas derrubou o sultanato e estabeleceu uma república. Quatro meses depois os presidentes de Zanzibar e Tanganyika assinaram um ato de união de seus dois países, criando a Tanzânia.

Quando ir à Zanzibar

A melhor época para ir à Zanzibar é de junho a outubro, quando tem a menor probabilidade de chuvas. Os meses que mais chove são março e abril. Eu viajei em fevereiro e peguei dias lindos, com temperaturas na casa dos 28 graus. A previsão falava que as noites seriam frescas, levei uns casaquinhos, mas não usei nenhum.

dicas de zanzibar

Como chegar

A melhor forma de chegar a Zanzibar é de avião. Eu peguei um voo de SP para Johannesburgo (JNB) na África do Sul e depois um voo de 3,5h para Zanzibar (ZNZ) com a Mango Airlines. Do Brasil voei com a South African Airways mas há voos da LATAM também com duração de aprox. 8:30h.

dicas de zanzibar

A Mango tem voos diretos para Zanzibar somente às terças, quintas e sábados. Fiquei lá de sábado a sábado. Comprei tudo direto pela internet, pagando com cartão de crédito internacional e custou prox. R$ 2 mil, ida e volta.

Cote as passagens aqui e reserve seu lugar na janelinha, pois a chegada em Zanzibar é de babar. Ah! Não se assuste com o aeroporto de Zanzibar. É bem velho, parece mais uma rodoviária. Soube que estão construindo um novo ao lado que em breve será inaugurado.

aeroporto em zanzibar

A outra forma de chegar em Zanzibar é de ferry boat saindo de Dar Es Salaam, a capital da Tanzânia. Pegue o ferry para Stone Town, capital da ilha. Existem vários horários ao longo do dia, e também opções de ferries rápidos e ferries lentos.

Visto e vacina

É preciso de visto para entrar na Tanzânia, mas ele pode ser obtido na chegada com  o preenchimento de um formulário e o pagamento de 50 usd. Leve em espécie, nota nova e não pode estar rasurada. Não precisa de foto.

aeroporto em zanzibar

Não esqueça de levar também a carteira de vacina internacional da Febre Amarela. Foi verificada já no check-in de embarque, ainda no Brasil. Quando viajei estava no início da epidemia do corona vírus e eles estavam medindo a temperatura de todos os viajantes que entravam no país, tanto na Africa do Sul onde passei 1 dia e também na entrada na Tânzania. Achei bem organizado, porque o Brasil não tinha esse tipo de análise seletiva.

Como se locomover em Zanzibar

Todos os meus deslocamentos dentro da ilha foram organizados pelo Benitto do site e Instagram Zanzibar Destination. Recomendo seus serviços, todos os motoristas super simpáticos e chegavam pontualmente ao local combinado. O Benitto organizou também para mim um tour guiado por Stone Town e o passeio à Prison Island e Nakupenda beach. Explico melhor isso no próximo artigo.

Para entrar em contato com o Benitto pelo whatsapp + 255 743 072 597

Transporte em Zanzibar

Para se ter uma ideia dos custos:

  • Aeroporto x centro histórico de Stone Town: 15 usd
  • Stone Town x Nungwi: 35 usd com duração de 1,5h a 2 horas de viagem
  • Nungwi x Paje 65 usd
  • Pingwe x aeroporto 35 usd

Paguei tudo em notas americanas que é bem aceita em tudo lá. Até os cardápios mostram os preços em dólares já. Leve notas miúdas para facilitar a transação. Curtindo as dicas de Zanzibar?! Se sim, deixe um comentário ao final do texto.

zanzibar

A outra opção (mais barata) seria alugar um carro, mas pondere que vi muita polícia nas estradas e soube que sempre param os turistas e arrumam algum problema. Lembre-se que a mão lá é inglesa e alguns lugares pedem a CNH internacional. Se optar por alugar um carro, use a plataforma de cotação de locadoras Rent Cars, nesse link aqui. Quando você reserva através com os links do blog, eu ganho uma pequena comissão que ajuda na manutenção do site e você paga o mesmo preço. Obrigada 😊

estradas de zanzibar

Quantos dias ficar em Zanzibar

Eu fiquei 1 semana e achei um tempo bom. Gostaria de ter ficado mais, uns 3 dias seriam perfeitos. Dividi minha estadia em 4 lugares diferentes, 1 noite em Stone Town, 2 noites em Nungwi, 2 noites em Paje e 2 noites em Pingwe.

Vou contar tudo detalhadamente num proximo post, também cheio de dicas de Zanzibar.

zanzibar

Segurança

Me senti absoluta segura, mesmo viajando sozinha. Nenhum episódio que me sentisse insegura. Único momento que eu pedi um guia depois de jantar do restaurante foi porque fiquei com medo de me perder pelas ruas labirínticas de Stone Town após o jantar.

Importante se vestir-se adequadamente, mas por uma questão cultura uma vez que a religião é muçulmana. Você vai notar que a maior parte das jovens usam o hijab, que é um lenço tradicional que cobre o cabelo. Alguns brancos e muitos coloridos.

stone town zanzibar

O que fazer

Há muito o que fazer em Zanzibar e por isso escrevi outros artigos para contar :

+ O que fazer em Stone Town

+ Como são as praias de Zanzibar

Onde ficar

Ao todo minha viagem durou 9 noites. Tive que ficar 1 noite na ida e outra na volta em Johannesburgo na Africa do Sul por conta do horário de voo da Mango que não casava bem com os voos de chegada e volta para o Brasil. Se você tiver esse problema leia também esse artigo sobre como sair do aeroporto em Johannesburgo, com certeza vai te ajudar, além das dicas de Zanzibar.

viagens e outras historias
  • 21 a 22/02 – Hotel Radisson Blue em Sandton Johannesburg
  • 22 a 23 – Double tree Stone Town
  • 23 a 25 – Essque Zalu, Nungwi
  • 25 a 27 – White Sand Luxury Villas & Spa
  • 27 a 29 – Boutique Hotel Matlai
  • 29 a 01 – Hotel Radisson Blue em Sandton Johannesburg
dicas de zanzibar hoteis

Amei os hotéis que escolhi em Zanzibar e escrevo um artigo para cada um deles contando sobre a minha experiência. Se você gostar também não esqueça de usar os links no blog do BOOKING para fazer sua reserva. Você paga o mesmo preço e eu ganho uma comissão que ajuda na manutenção do blog.

O que comer em Zanzibar

A cultura Zanzibari está profundamente ligada às especiarias que ao longo de séculos levaram comerciantes às costas da ilha para buscar esses preciosos sabores exóticos para levar aos quatro cantos do mundos. A partir do momento em que você sai do avião e a mistura de canela, noz-moscada com cheiro de baunilha atinge seu nariz e você saberá que este é um lugar de magia culinária.

especiarias de zanzibar

Zanzibar também é conhecido pelo polvo. Entre as maneiras mais populares de comer polvo incluem os espetos grelhado de mishkaki, um tipo curry que é feito de uma mistura de especiarias e cozidos em creme de coco. Não deixe de provar também a sopa de caranguejos (crab soup) que vem servida no coco. MA-RA-VI-LHO-AS!!

O que comer em Zanzibar

Visite o Forodhani Gardens em Stone Town à noite onde vai encontrar algumas das coisas mais deliciosas que podem ser encontradas em Zanzibar.

O que comer em Zanzibar

Espero que tenha gostado das minhas dicas de Zanzibar. Se tiver qualquer dúvida só deixar um comentário aqui abaixo que terei prazer em responder!

Um beijo e até o próximo artigo!

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

1 comentário até agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *