Com certeza o Atacama está entre as mais belas paisagens da América do Sul. É deslumbrante!! São cenários literalmente lunares em meio aos lagos andinos, vulcões, salares, termas, montanhas, gêiseres, dunas… Veja aqui todas as dicas de viagem do Atacama para ajudar a organizar essa viagem imperdível, que certamente ficará na sua memória durante muito tempo.

Salar de Tara, contemplação e agradecimento
Salar de Tara, contemplação e agradecimento

Dicas de viagem do Atacama

O Atacama está ao norte do Chile e é considerado o deserto mais alto e mais seco do mundo. Aqui tudo está no superlativo! Inclusive também o céu mais estrelado do mundo! Por conta da altitude e da cordilheira, as nuvens quase não passam e o céu está sempre limpo, muito sol todos os dias. Prepare-se! Qualquer viagem de aventura requer bom planejamento. Amo planejar minhas viagens e costumo dizer que quanto maior o tempo de planejamento, mais barata a viagem sai… Começo a viajar quando penso no próximo destino!

San Pedro de Atacama, a 2.400 metros de altitude, é a cidadezinha onde você deve se hospedar e de onde partem todos os passeios. As construções rústicas de adobe (barro) dão todo a graça ao lugar. Está cheia de restaurantes, lojinhas, agências de turismo, mercadinhos, farmácias e casas de câmbio. Tem tudo ali que você vai precisar.

Atacama-San-Pedro

Como Chegar no Atacama

Do Brasil não há voo direto para Calama, o aeroporto mais perto de San Pedro de Atacama. O melhor custo x benefício é geralmente encontrado com a LAN Chile, com conexão em Santiago.
De Calama você tem que chegar à San Pedro do Atacama de carro, leva mais ou menos 1 hora de pura ansiedade. No aeroporto é possível conseguir transfers compartilhados com as empresas Transvip e a Licancabour, mas verifique antes se o seu hotel não oferece este serviço (cortesia??) primeiro, assim você vai direto ao ponto!

Atacama

Clima no Atacama

A boa notícia é que chove pouco no Atacama, mas no verão quando chove é pra valer. Pode estragar toda a sua viagem… Eu arrisquei ir no final da temporada, em meados de Fevereiro, e só peguei dias lindos. Ufa! A melhor época é a primavera (de setembro a novembro) ou outono (março a maio). Além do período seco, estas estações tem menor amplitude térmica, porque em geral lá se faz muito calor de dia e muito frio à noite. Já que estamos no deserto mais seco do mundo, não espere nada menos do que pele seca, cabelo ressecado, a garganta seca, nariz que sangra…

Você deve preparar seus passeios em ordem crescente de altitude, para que vá se ambientando aos poucos. Beba bastante liquido e modere o passo na altitude. A visita ao Salar de Tara e aos Gêiseres deve ser reservada para os últimos dias. Conto como foram estes passeios nos próximos posts. Outra dica é evitar comida pesada e beber álcool nas noites anteriores aos passeios que sobem rápido.

Espere encontrar manhãs muito frias, especialmente quando fizer os passeios que madrugam (ah! Sim… você vai madrugar em plenas férias, e ficar feliz por isso). No meio do dia o calor vai aumentando e daqui a pouco você estará de short e camiseta. É o efeito cebola, você vai descascando as roupas. Isso é realmente complicado, o melhor sempre é conferir com a agencia o “dress code” do passeio.

Gostando das dicas de viagem do Atacama?

Efeitos da Altitude

Pra amenizar os efeitos da altitude tomamos o chá de coca, facilmente encontrável nos hotéis e nos mercados. Outra opção são as balas de coca. Mas sabe quem realmente faz a diferença? A água. Beba água sempre! Leve na mochila água e por sugestão também um Gatorade.

Quanto ao chá de Coca, não deixe de experimentar, nenhum efeito colateral relacionado com a cocaína, que é uma droga química. É melhor tomar o chá nos dias que antecedem os passeios mais elevados, e no próprio dia, claro. Os hotéis e pousadas costumam servi-lo. Pode-se também mascar as folhas, um hábito comum dos locais, mas é bem amargo.

atacama

Geralmente não se tem problema até a altura de 2400 m, onde está São Pedro. Acima desta altitude você pode ter dores de cabeça, falta de ar e de apetite, insônia e enjoo, sintomas que costumam ser passageiros. Normalmente não há nada mais sério do que estes incômodos, mas se você tiver passando mal procure um médico.

Onde ficar no Atacama

No Atacama há todo tipo de opções para hospedagem, desde os hostels, pousadas e super hotéis. Mas atenção, escolha bem, principalmente a localização. O ideal é que fiquem perto da rua principal, a Caracoles. Ou que então o hotel faça algum tipo de transfer para o centrinho, que era o caso do hotel que escolhi, o Hotel & Spa Cumbres.

Os melhores hotéis de Atacama são : Explora, Cumbres, Tierra Atacama e Alto Atacama. Adorei o Cumbres, na minha época tinha o menor preço entre os melhores. Toda a infra, incluindo spa, piscinas, restaurantes e passeios. Os quartos e banheiros são enormes, linda decoração. Há um jardim privado a frente da sua varanda e também um chuveiro externo, que no calor durante o dia é uma delícia.

Reserve seu Hotel aqui
O hotel também oferece um cardápio de passeios (no carro 4×4, de bike, a cavalo…) e os guias são ótimos. É bem mais exclusivo do que os passeios oferecidos pelas agências do centro mas são mais caros também. Fiz com eles o trekking pelos Cânions de Guatín, onde crescem cactos gigantes.

Uma dica: se você estiver numa opção de hotel mais econômica, não deixe de perguntar como é o regime da água. Ouvi dizer que a economia da água (lembre-se você está no deserto mais árido do mundo) traz alguns desconfortos como hora de banho regulada.

Que tal uma massagem nospa depois do trekking no deserto?
Piscina do Spa do hotel Cumbres

Agências no Atacama

Na Caracoles, a rua principal da cidade, você vai encontrar todo tipo de agências, aquelas que te agarram pela porta e aquelas que formam fila a frente. Opções não faltam. Não compre os pacotes da primeira agência que entrar, pesquise e barganhe. Se você concentrar os passeios com uma agência só pode conseguir um ótimo desconto. Ainda melhor se estiver num grupo grande. Mas uma dica, experimente antes ou vá bem indicado pois a mais barata pode lhe oferecer um mal serviço como foi o nosso primeiro passeio ao valle de la muerte.

Fique atento ao transporte e fuja dos passeios com mais de 15 pessoas. Prefira os carros 4×4 do que ônibus. Muita gente provavelmente vai atrapalhar sua foto, vai atrasar a saída e a chegada e o guia não vai poder te dar atenção. Barato que sai caro em plenas férias. Pergunte bem sobre cada passeio nas agências pois geralmente os nome dos tours são iguais, mas o roteiro pode ser diferente. Avalie qual o melhor programa e o custo x benefício.

Nas minhas pesquisas antes de ir ouvi muito bem e conferi ótimos serviços com a Grado 10 (veja o passeio das Lagunas Antiplânicas e Geiseres ) e Ayllu (Salar de Tara).

Atacama

O que levar pro Atacama

Essa sessão de dicas de viagem para o Atacama é muito importante. Como falei, faz frio à noite e de manhã. Durante a tarde o calor é grande. O segredo é vestir-se com as roupas de calor por baixo, assim você vai tirando a medida que o calor aumenta. Na mala capriche na roupa de frio, luvas, gorros, meias de lã, cachecol, roupas térmicas e casaco corta-vento. Eu peguei 4ºC negativos nos Gêiseres!

Sua aventura vai ficar melhor se usar uma mochila e botas de trekking. Lembre-se que você vai caminhar muito, precisa levar água, protetor solar, óculos, guardar as roupas, etc. Além do que, é sempre bom estar prevenido e levar dentro da mochila um casaco extra para o frio. Em uma das minhas aventuras por lá a guia não encontrava o carro e cheguei a pensar que iria dormir no deserto. Estava escurecendo e esfriando rápido…

Sendo o deserto mais seco do mundo e com alta incidência de sol, na sua mala não pode faltar : protetor solar FTS 50, chapéu, óculos escuros, rinosoro, colírio, creme hidratante, condicionador bom, protetor labial, etc. Precisará de uma nécessaire grande para o Atacama!

Para a Laguna Cejar leve chinelos, porque as pedras de sal da lagoa machucam bastante o pé, roupas de banho e uma toalha pequena. Você vai usá-los também nas termas de Puritama.

Câmbio e Moeda

Quanto ao dinheiro, usei dólares e troquei nas casas de câmbio do centrinho de San Pedro, sem problemas. Não usei os caixas eletrônicos mas existem também.

Restaurantes no Atacama

O centrinho de San Pedro de Atacama está cheio de bares e restaurantes legais. Adoramos o Café Adobe e o Blanco, onde tem uma carta de Piscos maravilhosa! Sabem que existe uma disputa entre o Chile e o Peru sobre quem é o dono da bebida, na dúvida prove dos dois!

Está com alguma duvida? Gostou das dicas de viagem para o Atacama? Deixe um comentário aqui !

+ Quer saber sobre o Salar de Uyuni e demais rotas na Bolívia? Clica aqui!

Boa viagem!

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

3 comentários até agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *