San Andrés é um dos principais destinos turísticos da Colômbia, apesar de estar muito mais perto da Nicarágua… Veja aqui nesse post as principais dicas de San Andrés.

Dicas de San Andrés

É conhecida pelo “mar de 7 colores” pois tem realmente grande variação de cores que vai do azul clarinho, passando pelo azul turquesa, verde água, verde esmeralda e o azul escuro…  Tem 7 cores mesmo, eu vi e contei! Não é para menos, né? San Andrés está no Caribe. Mais precisamente no Mar das Antilhas. Junto com duas outras ilhas, Providência e Santa Catalina, formam um arquipélago. San Andrés é a maior das três ilhas, com 26 km². Por perto há ainda vários outros cayos (ilhotas) sendo os mais conhecidos Cayo Bolívar, Rose Cay e Jhonny Cay.

San Andrés

A língua oficial é o espanhol, mas eles falam bem o portunhol e também o inglês crioulo, um idioma local que mistura o inglês e o francês.

Apesar do mar maravilhoso, na classificação geral a ilha perde em infraestrutura. Poderia classificá-la como “simples e popular”. Tratando-se de um dos principais destinos turísticos da Colômbia, poderiam estar melhor preparados em termos de infra, limpeza (havia lixo nas ruas) e serviços (que em geral deixaram a desejar). A ilha tem muitas lojas, pousadas e resorts all inclusive, mas não espere encontrar sofisticação ou exclusividade, principalmente na categoria bares e restaurantes.

San Andrés

Como o custo é relativamente barato (um dos melhores custos x benefícios do Caribe), vale a pena conferir esse destino. Mas alinhe as expectativas antes para não se frustar. Como a minha viagem tinha o principal objetivo de mergulhar, acho que valeu!

+ Que tal conhecer também Cartagena? Clica aqui!

História | Dicas de San Andrés

O Caribe, por sua localização estratégica, sempre teve uma história conturbada e instável. Piratas e corsários alternavam seus refúgios nessas ilhas pela proximidade dos principais portos do Atlântico: Portobelo, Cartagena e Santa Marta.

No final da década de 1620 os piratas ingleses chegaram em San Andrés vindos da Jamaica. Deve ser por isso que Bob Marley está pintado por toda a ilha ehehe… Ficaram por lá por quase 180 anos, sempre lutando contra o império espanhol.

Durante os anos 1660-1680 os piratas Henry Morgan e Edward Mansveldt usaram San Andrés como base de suas operações, e conta a lenda que lá esconderam seus tesouros numa caverna (e que até hoje não foram encontrados!).

A Espanha por diversas vezes tentou ocupar as ilhas com expedições enviadas a partir de Cartagena e Panamá, mas de fato os ingleses ocuparam a ilha até a década de 1780. Depois disso somente obtiveram autorização de residência os ingleses que reconhecessem a autoridade do rei de Espanha.

Clima | Dicas de San Andrés

Por encontrar-se em plena zona intertropical, o clima é estável durante o ano todo com a temperatura média na casa dos 27 graus (oscila entre 22ºC e 30ºC). Outra vantagem é que está fora da região de furacões que afeta alguns destinos do Caribe (normalmente de Setembro a Novembro).

A época de maior incidência de chuvas começa em Julho e vai até Outubro,  que é o pior mês.

San Andrés

Como chegar | Dicas de San Andrés

Não há voos diretos para San Andrés desde o Brasil. Naturalmente a cia aérea com melhor preço costuma ser a Avianca, por ser colombiana. Mas fique sabendo que terá uma conexão em Bogotá. Vale checar também com a Latam e a Copa. 

Prepare-se para pagar uma taxa para entrar na ilha, a “tarjeta de turismo”, ainda no aeroporto de Bogotá. E guarde o papel para a entrada e a saída da ilha.

San Andrés

O aeroporto de San Andrés é bemmm simples (aliás como quase tudo na ilha). São oferecidos serviços de taxis na saída do aeroporto (em carros bem velhos) e serviços de transfers. Não vi ônibus.

Como explorar | Dicas de San Andrés

Para dar uma volta na ilha o legal é alugar uma diária de um jipezinho conhecido como “mula”. Há diversos locais para se alugar a mulinha e percorrer a estrada de mão dupla que circunda a ilha com 30 km de extensão.

Como falei no aeroporto vi taxis bem velhos, mas na cidade consegui pegar um taxi não oficial novinho (difícil era identificar que era taxi).

Há diversas opções de transportes e é bem fácil conseguir alugar na praia ou no centrinho onde encontram-se as lojas.

O que fazer | Dicas de San Andrés

Preparei um post completo contando tudo que tem pra fazer em San Andrés e com dicas de quantos dias ficar por lá.  Já posso adiantar que o mergulho com cilindro é ótimo! Além disso várias outras atividades aquáticas pra aproveitar esse marzão de 7 colores.

San Andrés

Onde ficar | Dicas de San Andrés

Os melhores hotéis da ilha são os resorts da rede Decameron. São 5 hotéis “all inclusive” que oferecem todas as refeições, bastante conforto e entretenimento. Também são oferecidas algumas comodidades como usufruir das instalações dos hotéis da rede espalhados pela ilha. Importante fazer reserva prévia, se não você só poderá consumir bebidas e snacks.

San Andrés Decameron Isleno

Nós ficamos no Decameron Isleño, o mais novo na ilha, com várias piscinas, um grande restaurante e serviços de spa. No final da tarde era uma delícia encontrar os amigos na piscina e tomar uma pina colada em um dos bares. À noite no bar principal sempre tinha musica ao vivo, com dançarinos para garantir a animação!

Os quartos e banheiros eram grandes e  havia uma pequena varanda. O Decameron Isleño fica bem perto do aeroporto e de frente para uma praia muito bonita (uma das 3 da ilha), ao lado de um cassino e bares onde se pode caminhar no final da tarde. Definitivamente uma boa escolha na ilha!

San Andrés Decameron

Continue lendo:

+ Como é o mergulho de cilindro em San Andrés

+ O que fazer em San Andrés

+ Dicas de Cartagena

Esse post te ajudou? Tem alguma duvida? Deixe um comentário aqui para mim, isso me incentiva e faz o blog crescer na internet!

Um beijo e até a próxima viagem!

Flavia Ribeiro San Andrés

 

 

 

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *