Dicas de Óbidos

Super fotogênica e bem cuidada, Óbidos tem muita história pra contar. Ainda preserva ares de cidade medieval com casario e monumentos muito bem conservados. Além do Castelo de Óbidos, a vila é feita de casinhas caiadas de branco com detalhes em azul ou amarelo, e fachadas enfeitadas com flores. Uma graça! Não há ninguém que não se encante ao percorrer seus pequenos becos e ruelas medievais. Confira aqui as melhores dicas de Óbidos.

Dicas de Óbidos

Dicas de Óbidos

Antes, um pouco da história de Óbidos

Habitada desde antes do Império Romano e tomada dos mouros, Óbidos foi reconquistada em janeiro de 1148 pelo Rei fundador de Portugal, D. Afonso Henriques. De tão linda ela começou uma tradição dos reis darem a cidade como presente de casamento à suas esposas. Primeiro foi D. Afonso II a doá-la a D. Urraca. Depois veio D. Dinis, que a ofereceu como dote de casamento à rainha D. Isabel de Aragão. D. Fernando ofereceu-a depois a D. Leonor Teles e por fim D. João I doou-a à rainha D. Filipa. Essa tradição durou até 1834, enquanto isso Óbidos ostentava o título de “Casa das Rainhas”. Essa ligação com a monarquia ajudou a conservar intacto o lindo vilarejo que hoje podemos admirar.

Dicas de Óbidos

Naquela época Óbidos ainda tinha ligação com o mar. Quando, no século XVI, o assoreamento do porto começou a ser feito, a cidade começou a entrar em declínio. Até voltar a ser descoberta e restaurada para a nossa alegria!

Dicas de Óbidos

Dicas de Óbidos

A maioria das pessoas passam 1 dia apenas em Óbidos, e seguem caminho para outras atrações. Quando estava fazendo o planejamento da viagem me encantei com Óbidos e a escolhi para dormir na primeira noite do meu roteiro de carro de Lisboa ao Porto. Queria ter tempo para curtir a cidade, seu casario preservado, sua gastronomia e suas histórias. É tão lindinha que merece, no mínimo, um dia inteiro dedicado a ela. Além disso, era irresistível a ideia de me hospedar no Castelo de Óbidos, que hoje é uma pousada. Vamos ver as dicas de Óbidos então.

O que fazer em Óbidos em 1 dia

Primeira dica é caminhar pelas ruelas de pedra se encantar com as casinhas brancas, as flores nas fachadas. Procure pela Porta da Vila, para começar seu passeio. Como o nome já diz, é a principal entrada da fortaleza.

Encontre a Capela de Nossa Sra do Carmo, a Igreja de Santa Maria, Igreja da Misericórdia, Capela de S. Martinho e o Santuário do Senhor da Pedra. Repare nas decorações com azulejos do século XVIII.

Dicas de Óbidos

Na entrada (do lado de fora da muralha) tem um aqueduto que foi construído à mando da Rainha D. Catarina da Áustria, mulher de D. João III. Tem 3 km de comprimento e antigamente levava água para os chafarizes da cidade.

A rua principal é chamada de Rua Direita, e liga a porta da Vila ao Paço dos Alcaides. Está repleta de lojinhas onde você encontra artesanatos, bons restaurantes, tabernas típicas portuguesas, vários cafés e galerias de arte. Entre os artesanatos estão as cerâmicas típicas da região, como azulejos pintados à mão.

Dicas de Óbidos Portugal

Vá conhecer o Castelo de Óbidos que fica no alto da colina pela posição estratégica. Caminhe sobre a muralha que tem aprox 1,5Km. Ela foi realmente feita para caminhar e permitir o deslocamento dos soldados que tomavam conta do castelo. Porem tome cuidado, tem uns trechos meio perigosos.

Dicas de Óbidos

Dicas de Óbidos

Por fim, não deixe de provar (e comprar) a a Ginjinha, a bebida tradicional que é vendida em muitas garrafeiras, como os portugueses chamam os lugares que vendem bebidas alcoólicas. A ginjinha é uma espécie de licor feito a partir da ginja, um tipo de cereja selvagem, pequenina e docinha, abundante (e patenteado) na região. Vem servida num copinho de chocolate. Uma delícia…

Como chegar a Óbidos

Localizada no distrito de Leiria, Óbidos fica a pouco menos de uma hora de distância, a 90 quilômetros de Lisboa e 170 quilômetros ao sul de CoimbraAs estradas são ótimas. Fui dirigindo com carro alugado pois estava fazendo o Roteiro de Lisboa ao Porto. Se você preferir pode pegar uma excursão bate-volta saindo de Lisboa ou Coimbra.

Se vai conhecer Óbidos por conta própria de carro (melhor opção) você pode combinar a visita a Óbidos com outras atrações como o Mosteiro de Alcobaça (a 40 quilômetros de distância), o Mosteiro da Batalha (a 60 quilômetros) e o Santuário de Fátima (90 quilômetros). Ou então fazer o roteiro inteiro de Lisboa ao Porto que eu mostro nesse post aqui.

Dicas de Óbidos

Carros comuns não entram dentro da parte amuralhada, existem estacionamentos pagos do lado de fora. Às vezes vemos um carro, mas imagino que são dos moradores que tem permissão.

Gostou das minhas dicas de Óbidos? Então deixa um comentário aqui para eu saber da sua visita.

E não deixe de ver todos os outros posts de Portugal nesse link aqui.

Um beijo e ótima viagem!

Flavia Ribeiro

Você vai gostar de...

Jatiluwih, os terraços de arroz de Bali Os terraços de arroz de Jatiluwih são provavelmente os mais belos de Bali. Jatiluwih é na verdade uma aldeia rural com uma vasta extensão de campos de...
Entenda a cultura de Bali Muita gente procura Bali pelas paisagens lindíssimas da ilha, pelo surf e mergulho. Mas não deveria deixar de conhecer um pouco também sobre a espirit...
Os mais lindos templos em Bali Visitar os templos em Bali é um ótimo ponto de partida para compreender a cultura milenar do povo balinês, além de apreciar a arquitetura que é encant...
O que fazer em Lisboa em 2 dias, Portugal Confesso que demorei um pouco para conhecer Portugal. E quando fui finalmente me encantei! Como já devia ter conhecido a terrinha antes! Nesse post aq...

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *