Lençóis Maranhenses

Os Lençóis Maranhenses estavam há tempos na minha lista de lugares urgentes pra visitar.  Demorei até muito tempo pra ir, se eu tivesse imaginado a grandiosidade teria ido muito antes… A gente sabe que é lindo, mas chega lá se surpreende! Se você ainda não foi, organize sua viagem o quanto antes! As paisagens deslumbrantes que você encontrará por lá ficarão bom tempo guardadas na memória, e para sempre no coração. Veja aqui todas as dicas de Lençóis Maranhenses.

Dicas de Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional Lençóis Maranhenses, criado em 1981, é uma unidade de conservação federal gerida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMbio órgão governamental com a missão de proteger o patrimônio natural e promover o desenvolvimento socioambiental. Com 155 mil hectares, é considerado o único deserto brasileiro, além de ser o maior Parque Nacional do Nordeste e o maior campo de dunas da América do Sul, equivalente ao tamanho da cidade de São Paulo. Dois terços do parque são cobertos por dunas de areias brancas e finas que chegam a medir 40 metros de altura. Além de dunas, existem rios, vegetação de restinga, manguezais e lagoas, muitas lagoas! Só mesmo o sobrevoo pode lhe dar a dimensão da grandeza (em todos os sentidos) deste parque…

Lençóis Maranhenses

O único deserto do Brasil

Um ecossistema singular que abriga formas de vida sensível e atrai aves em rota de migração como os pequenos maçaricos que passam pelo parque durante suas viagens. É considerado o único deserto do Brasil, e o único do mundo com água. Chega a chover 300 vezes mais que o deserto do Saara, formando lagoas de águas azuis transparentes. Mais de 90% dessa água cai no período que vai de janeiro e junho. A água é absorvida rapidamente pela areia, que se junta ao lençol freático, e enche as lagoas, que podem chegar a mais de um metro de profundidade.

Apesar da impressão de um grande lençol estendido sobre as dunas, o nome “Lençóis Maranhenses” vem na verdade desse enorme lençol freático que existe embaixo das dunas. É ele que, estando próximo à superfície, ajuda a “renascer” as lagoas durante o período de chuvas. A foto abaixo registra o final de tarde na Lagoa Bonita.

Lençóis Maranhenses

Por conta dos ventos a paisagem está em constante movimento e mudança. Um dia de vento forte pode deslocar as dunas em até 10 centímetros, e essa força já causou inclusive soterramento de casas e da vegetação dos mangues, deixando à vista apenas raízes aéreas, como podem ser vistas na praia de Caburé.

Lençóis Maranhenses

Essas paisagens vêm sendo moldadas há mais de 10 mil anos! Um grupo de físicos viu que os Lençóis Maranhenses existem justamente por conta do ritmo anual de subida e descida do lençol freático, e por conta da intensidade do vento que faz as dunas crescerem e se movimentarem. Sem esse movimento, e sem as lagoas temporárias, as dunas tenderiam a crescer indefinidamente avançando para o interior dos municípios do entorno. 

Como Chegar aos lençóis maranhenses

A forma mais fácil de chegar aos Lençóis Maranhenses é voar para São Luís, capital do estado do Maranhão. Gol, Azul e Tam fazem voos diários para lá. Depois é rumar para Barreirinhas,  a melhor forma de acessar o parque. Barreirinhas é uma pequena cidade com 55 mil habitantes, com mais opção de hospedagem, restaurantes e agências com carros 4×4, indispensáveis para se locomover pela região. Mas é possível acessar o parque a partir de Atins e por Santo Amaro do Maranhão, pelo lado oeste do parque.

Lençóis Maranhenses

De São Luis até Barreirinhas são aproximadamente 3 horas de viagem (260 quilômetros) pela MA 402, a Translitorânea. Não é preciso alugar um carro porque no parque só entram carros 4×4 com guia autorizados, e o centro de Barreirinhas pode ser facilmente percorrível a pé. Se o seu hotel for um pouco afastado há serviços de taxis e mototaxis no centro. Na foto abaixo a lagoa azul

Lençóis Maranhenses

Para chegar a Barreirinhas você pode :

  1. usar o serviço de um transfer privado ou compartilhado que normalmente os hotéis arranjam. Contratei os serviços do Alan  (98) 8743-7597 e recomendo!
  2. ir de van compartilhada – uma das empresas é a BRTur que pode te pegar no aeroporto ou hotel. Obviamente o tempo de viagem é bem maior.
  3. pegar um ônibus da empresa Cisne Branco, que parte diariamente do Terminal Rodoviário de São Luís em vários horários.
  4. ir de avião bimotor e monomotor com 50 minutos de viagem, podendo aproveitar um belíssimo visual aéreo.
  5. chegar pela “Rota das emoções” vindo de Jericoacoara e Delta do Parnaíba.

Lençóis Maranhenses

Quando ir aos Lençóis Maranhenses

O clima é tropical, com temperatura média anual de 26°C. O ano é basicamente dividido em duas estações: a seca, de junho a janeiro, e a chuvosa, que vai de fevereiro a maio. A melhor época é entre os meses de junho e setembro, quando as lagoas estão cheias. Anote essas dicas de Lençóis Maranhenses!

Lençóis Maranhenses

No segundo semestre as lagoas começam a secar, e muitas delas chegam a desaparecer. Poucas lagoas são perenes como a Lagoa do Peixe que nunca secou completamente. Portanto, a melhor época para conhecer os Lençóis Maranhenses é de maio a agosto, quando as chuvas já passaram e encheram as lagoas. Em setembro, elas começam a secar… e por volta de novembro já estão quase todas secas… 🙁

Com essas transformações climáticas a condição pode mudar de ano para ano, dependendo da intensidade das chuvas. Portanto, recomendo checar o nível das lagoas antes de programar sua viagem, pois quando não chove o suficiente as lagoas podem estar secas… Os hotéis e pousadas sempre sabem dizer isso, ou você pode entrar em contato direto com a ICMBio.

Lençóis Maranhenses
Vista do sobrevoo

Mas se estiver por lá quando as lagoas estiverem secas, não se preocupe! Ainda há muito o que fazer! Curta as dunas, as praias, o Rio Preguiças… Leia os outros posts com dicas dos lençóis maranhenses listados no final desse artigo.

Onde ficar em Barreirinhas

Em Barreirinhas você vai encontrar pousadas e hotéis de todos os tipos. Na minha opinião vale a pena escolher uma pousada à beira do Rio Preguiças, de onde saem lanchas e barcos e você pode praticar alguns esportes como SUP e JetSki como fiz.

Lençóis Maranhenses

Me hospedei na Pousada Encantes do Nordeste que tem seu restaurante à frente ao Rio. São chalés bem charmosos, em estilo rústico, em meio a muito verde. Adorei o detalhe da rede tecida em fibra de buriti pelos índios da tribo Kuikuru, do Parque Nacional do Xingú.

Lençóis Maranhenses

Tem uma piscina com bar, fundamental no final do dia depois das andanças pelas dunas, e onde o café da manhã é servido.

lencois-Maranhenses- - 1 (33)

Hummm lembrei daquela tapioca deliciosa! Em especial agradeço a recepção e simpatia dos funcionários, principalmente a Kessya que me ajudou a organizar toda a minha intensa agenda por lá. Um beijo Kessya!

Onde Comer em Barreirinhas

Na volta do passeio, na fila da balsa, não deixe de comer a tapioca de carne de sol com queijo. Dos Deuses!! A opção mais legal que vi em toda a cidade foi o restaurante Bambaê, da pousada onde me hospedei. Fica em frente ao Rio e tem um pôr do sol lindo de se apaixonar!

Lençóis Maranhenses

Lençóis Maranhenses

No centro de Barreirinhas os melhores bares e restaurantes ficam na avenida Beira-Rio, vale conferir! 

Continue lendo + dicas de lençóis maranhenses:

Obrigada pela visita, voltem sempre!

Viagens e Outras Historias

 

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!