Jericoacara

Acabei de chegar de Jeri e já estou morrendo de saudades… Daqueles lugares que você vai embora querendo ficar mais. Não só pela linda natureza, mesclando paisagens exóticas de dunas com lagoas, mangues e praias desertas, mas pelo astral do lugar e pela simpatia do povo. Parece que tá todo mundo feliz por lá, e essa energia vibra na gente. Na minha opinião, é impossível não gostar!! Veja nesse artigo minhas dicas de Jeri para você planejar sua viagem também!

Dicas de Jeri

Há 20 anos atrás Jericoacoara, a aproximadamente 300 km de Fortaleza,  era uma pequena aldeia de pescadores, sem qualquer contato com a civilização moderna. A energia elétrica só chegou por lá na vila em 1998. Nosso guia Dimas contou que o nome Jericoacoara significa “jacaré quarando” (tomando sol) na língua tupi guarani, nome que surgiu porque os índigenas enxergavam um jacaré tomando sol nas dunas.  Há quem diga também que o furo da Pedra Furada parece um olho de jacaré… 

Jericoacoara pertence a Jijoca, município que administra o parque Nacional de Jericoacara, mas que por acaso fica fora do parque. Jeri faz limite com o município de Camocim ao norte, e ao sul com o município de Cruz. De resto, dunas e o oceano, quase no meio do nada. A vila é bem pequena, basicamente se resume a 2 ruas ( a Principal e a Rua do Forró ) e um punhado de ruelas transversais.

É um destino para quem gosta de natureza e, também, um pouco de aventura, uma vez que não é tão fácil chegar àquela terras e os passeios são feitos em buggies ou quadriciclos. O pôr do sol por lá é um verdadeiro espetáculo, aplaudido todos os dias do alto da duna do pôr do sol, bem perto da vila.

Jeri-Rua-principal-sol

Quando ir à Jeri

A melhor época de ir é de Julho a Dezembro. O período de chuvas lá ocorre de Janeiro a Junho, mas o clima é sempre quente. Eu fui em Outubro, bem quente! Soube que em Dezembro, limite das temporada seca é possível encontrar as lagoas vazias, o que seria um grande prejuízo à sua viagem. Portanto, recomendo que ligue antes para as agências dos passeios para verificar esta questão. Esse ano (2015) choveu na temporada e quantidade certa, mas há 3 anos passados o volume de chuvas foi pequeno e muitas lagoas quase secaram. Com ventos fortes, mesmo que amanheça nublado, é muito provável que já no meio do dia o céu esteja todo aberto. Sol, muito sol!

Quanto tempo ficar em Jeri

Recomendo 4 dias, dá para fazer em 3 dias também, mas fica um pouco corrido e cansativo em função da distância de Fortaleza. É puxado, mas garanto que vai valer a pena! Se você tiver mais dias pode combinar o roteiro com Fortaleza, Canoa Quebrada e Morro Branco.

Como chegar em Jericoacara

São 300Km de Fortaleza a Jericoacoara, uma viagem que dura em média 5 horas, mas que dependendo do tipo de transporte escolhido pode demorar bem mais. Você pode ir de Fortaleza a Jijoca de ônibus, micro-onibus ou van, e de lá pegar uma jardineira (ou um “pau-de-arara”) até Jeri. A viagem demora bem mais neste esquema porque além de paradas programadas e o veiculo ser mais lento, você tem que passar de hotel a hotel pegando as pessoas. Este esquema sai em torno de R$ 75,00 por pessoa.

Eu optei por contratar o serviço de transfer num carro 4×4 ao preço de R$ 150,00 por pessoa. É o dobro, mas você tem muito mais conforto ( em média carregam 4 pessoas + 1 motorista ), chega mais rápido e ainda tem flexibilidade de horário. Imagina ter que “baldear” em Jijoca para pegar uma jardineira? Isso porque os micro-ônibus não atravessam as areias.

Jeri-Translado

Se você fizer o serviço de transfer 4×4 por uma agência ela cuida de achar outras pessoas para você compartilhar o custo do trajeto no horário da sua preferência. Se você quiser um transfer exclusivo vai pagar em torno de R$ 450 a R$ 500,00 pelo serviço. Várias agências em Jeri oferecem este serviço, os preços e o serviço são bem parecidos. Eu fiz com a By Boogie, indicada pelo meu hotel. Fale com a Francisca pelo tel (88) 99781.7010 ou (88) 99847.0004. Deu tudo certo! Continue lendo as dicas de Jeri que tem muito mais.

Tem tambem os grandes aventureiros que arriscam chegar com seu próprio carro por lá. Sem tração 4×4 é complicado, heim! Como só os carros credenciados entram na vila, os visitantes devem estacionar seus carros na entrada da vila ( estacionamento pago ).

O que fazer em Jeri

Além dos esportes como surf, windsurf e kitesurf, por conta dos ventos constantes, existem os passeios diários. A Praia de Jericoacoara é ideal para a prática destes esportes náuticos, devido aos fortes ventos.

Existem 2 passeios principais com duração de dia inteiro que são detalhados neste post aqui. Esses passeios são feitos em geral com as agências de Jeri. A minha escolhida foi a Jegue Alado. Adorei o serviços deles, guias muito atenciosos, nos levaram nos lugares mais tops, nos melhores horários e nos explicaram curiosidades da região. Ah, e ainda tiraram belas fotografias. Um baita diferencial! Agradeço também aos guias Dimas e Ramon e ao Alex, dono da agência, que nos deram total atenção durante nossa estada por lá. Muito Obrigada!

Jeri-Jegue-alado

Dicas de Jeri: Restaurantes

A culinária local é obviamente especializada em peixes e frutos do mar. Mas a tapioca também faz um baita sucesso! Para um lanchinho no meio do dia, recomendo o “Shopping da tapioca”, que embora tenha esse novo é um lugar acolhedor, e que prepara tapiocas recheadas de todo tipo. Massa fininha, vale a pena! O hábito por lá é servir a tapioca é acompanhada por uma xicara de café com leite! Ah! a torta de banana deles é deliciosaaaa!

Os restaurantes recomendados são Taverna Italiana, na rua principal, quase chegando à praia, do lado direito. Outro famoso é o “Na casa dela”, também ao final da rua principal. Prove também o Tamarindo. No Preá nos recomendaram a Barraca do Serginho, especializado em caranguejos. Não fui mas repasso a dica do nosso guia.

Depois do jantar, tem os barzinhos. No sábado havia um showzinho na areia da praia, onde tem as várias barraquinhas de drinks que servem caipirinhas, caipiroscas e outras bebidas. Experimente a de Caju! A Caipi Absolut custa só R$ 15, e a de cachaça R$ 7 ! 

Jeri-drinks-rua-principal

Se você gosta de forró, o mais famoso fica no espaço Mistura Fina no Restaurante Dona Amélia, na rua da Igreja, todas as quartas e sábados. As ruas do centrinho ficam bastante movimentadas, com muita música, bares e restaurantes. A partir das 2h da madruga ( até as 6hs ) abre a Padaria da madrugada, que serve tapioca com café com leite que reforça a energia pra aguentar o pique dos passeios no dia seguinte.

Onde ficar em Jeri

Depois de uma pesquisa, escolhi o hotel Maxi Itália, com uma bela piscina, variado café da manhã e muito bem-localizado (no centrinho porem longe da muvuca e do barulho). Nota 10 para o Jefferson, da recepção do hotel que nos deu total atenção.  

Jeri-Pousada-Maxitalia

Ultimas dicas de Jeri:

  • Há de tomar cuidado extra com proteção solar também que por conta do vento parece não queimar.. Mas acredite, a irradiação solar é bem alta por lá.
  • Leve uma reserva de dinheiro, embora a maioria dos restaurantes e hotéis aceitem cartões de crédito, acontece de ter problemas de conexão de dados. Normalmente para evitar isso as pousadas pedem para passar o valor da reserva no momento do check-in para garantir.
  • Não há índices de violências e assaltos registrados na vila. Eu até estranhei pois diversas vezes alguns estabelecimentos por falta de troco falavam para eu levar e pagar depois, sem problemas!
  • Leve roupas leves, sandálias e chinelos ( as ruas são de areia ) e as pessoas em geral se vestem de modo simples.

Continue lendo + dicas de Jeri e Ceará

Obrigada pela visita, voltem sempre!!

flavia ribeiro viagens

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

2 comentários até agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *