Cartagena

Cartagena é um destino apaixonante! Melhor ainda porque daqui do Brasil é possível ser explorado em pouco tempo. Quem sabe num feriado prolongado?!  Sua grande oportunidade de chegar ao Caribe, assim rapidinho. Se tiver mais tempo, é possível combinar Cartagena com Bogotá e/ou San Andrés, duas outras opções que certamente valerão a pena. Veja nesse post as melhores dicas de Cartagena na Colômbia.

Quanto tempo ficar em Cartagena

Três ou quarto dias serão suficientes para explorar este destino tão colorido e contagiante! Um misto de clima caribenho, boas opções gastronômicas, história e mojitos! Muitos mojitos! Cuba está tão perto e por isso exerce uma grande influência, trazendo uma ótima mistura na música e na culinária. Não deixe de experimentar todos os tipos de mojitos que encontrar pela sua frente! Ou Cuba Libre! Cheers!

Cartagena

Clima em Cartagena

O clima é quente e abafado o ano todo, com temperatura média acima de 30°C. Imagina!? Entre maio e outubro é o período das chuvas, prefira ir entre dezembro e abril.

Cartagena das Índias é limpa e bem cuidada, o povo é muito hospitaleiro e alegre, que faz questão de preservar e transmitir sua história aos visitantes. Há guias muito bons em toda a cidade, ali nas praças. Eles valorizam a historia. Aliás, vivem de história.

Centro Histórico de Cartagena

A grande atração da cidade, além do mar caribenho, é a Cidade Amuralhada, o centro histórico tombado como patrimônio da humanidade pela UNESCO. Com uma arquitetura bem diferente das que encontramos em nossas cidades coloniais, o centro histórico é formado por várias ruelas de pedras, casario em balcões em madeira, casinhas coloridas enfeitadas com buganvílias na fachada e flores na varanda.

A lInda Cartagena das Índias... Adorei!

A linda Cartagena das Indias… Adorei!

Você vai se encantar com cada descoberta e encontro com o passado, a história e este povo acolhedor. A cidade inspira alegria e descontração e seu povo é só sorriso e gentilezas.

Colors of Colombia!

Colors of Colombia!

História de Cartagena

Cartagena foi fundada em 1533 pelo espanhol Dom Pedro de Heredia e já foi o porto mais importante de toda a América. É a única cidade “amuralhada” que temos por aqui atualmente. Suas muralhas e fortificações foram construídas para proteger a cidade dos constantes ataques de piratas contra as riquezas da Coroa Espanhola.

A muralha, única da América do Sul

A muralha, a única da América do Sul

Gabriel Garcia Marquez, Nobel da Literatura, se encantou e fez morada por lá. Foi notícia recentemente,  suas cinzas repousarão em Cartagena a partir de Dezembro de 2015, onde também encontramos o maior acervo de suas obras.  Além da inspiração para seus livros, foi em Cartagena que o filme “Amor nos Tempos do Cólera” foi rodado. Quem assistiu, com certeza verá Cartagena sob outro ângulo.

Como chegar em Cartagena

Não existem vôos diretos do Brasil para Cartagena. A opção mais rápida é pegar um vôo com escala em Bogotá. Eu fui de Avianca. De Bogotá a Cartagena são mais noventa minutos. Sorria, você está no Caribe! Use e abuse dos táxis, são baratos, e mesmo estando sozinha ( sim eu me aventurei sozinha por lá! ) nenhum tipo de incômodo.

Onde ficar em Cartagena

O mais legal sem dúvida é hospedar-se dentro da cidade amuralhada, onde fica o centro histórico. Apesar de não conhecer outra opção (pesquisei bastante antes), não arriscaria ficar fora do centro histórico onde tudo acontece. Há lindos hotéis Boutiques como o Hotel Marques, onde me hospedei, tem hostels e também hotéis cinco estrelas.

Hotel Marques, Hotel Boutique, bem localizado e cheio de charme.

Hotel Marques, Hotel Boutique, bem localizado e cheio de charme.

Pra quem curte mordomia e um grande hotel, opte pelo Sofitel Legend Santa Clara. Construído em 1625, já foi convento, já foi hospital… Hoje é o mais lindo hotel da cidade. Esculturas de Botero enfeitam seu jardim.

Cartagena-Santa-Clara-Sofitel

Lindo e repleto de história!

Reserve seu Hotel aqui

O que fazer em Cartagena

Imperdível para o primeiro dia é deixar-se perder pelas ruelas e praças do centro histórico. Há quem possa preferir ir de charretes com os guias que apresentam a cidade, ou de Segway talvez. Eu primeiramente percorri a pé e depois bicicleta.

De bike pela muralha, a única de toda América do Sul!

De bike pela muralha

Muitas lojinhas de souvenir, sorveterias, lojas das mais conhecidas marcas de luxo internacional podem ser encontradas por lá.

É tanta opção que fica difícil.....

À noite a pedida é pegar uma mesa em um dos muitos bares na Calle de Las Carretas, curtir os cartageneses dançando Salsa e quem sabe arriscar uns passos.

A noticia ruim é que não tem praia boa na cidade. Nem adianta arriscar. Você pode contratar passeios de barco ou de lancha, que levam mais de de uma hora pra chegar a uma praia decente. Ou saia num barco para um mergulho, foi o que eu fiz! Direto para Ilhas del Rosario. Uma delícia mergulhar por lá, água quentinha… nem precisei de vestir roupa de neoprene.

Mar do caribe...

Mar do caribe…

Se ainda assim você quer uma praia, a boa pedida é a Playa Blanca, onde você poderá encontrar o mar turquesa caribenho que não se vê em Cartagena.

Dos monumentos mais conhecidos, veja o Castelo San Felipe de Barajas, uma fortaleza militar construída pelos espanhóis em 1536 que já foi a maior do continente americano. Fica no alto de uma colina, onde a vista da cidade é bem bonita, e o pôr do Sol também. É preciso comprar ingresso para entrar, você pode ir com os guias locais ou ir de Chiva ( minha escolha!).

O Castillo

Bandeira da Colombia ao fundo

Bandeira da Colombia ao fundo

Chiva? São aquelas ‘jardineiras coloridas’ que percorrem a cidade levando seus visitantes da Cidade Amuralhada à Boca Grande, passando pelos principais pontos turísticos da cidade. Elas ficam paradas logo após a muralha, perto deste relógio aí da foto.

A muralha e o relógio, certamente você vai cruzar com eles.

Já andou de Chiva?! Mó barato...

Já andou de Chiva?! Mó barato…

Contrate um guia local na praça e vá visitar o Palácio da Inquisição, no qual é possível visitar antigas prisões e câmaras de tortura da época. Isso pra quem gosta de história, como eu. Também gosto de mojitos e me dividi neste viagem entre bares e histórias.

No final do dia, não perca o pôr do sol no café del Mar, debruçado na mureta. O DJ fica dentro de um dos baluartes da muralha. Outro mojito por favor!

Onde comer em Cartagena

Viajando sozinha sempre se conhece pessoas. Em Cartagena conheci um verdadeiro time hehe! Tive o privilégio de conhecer o time de remo da Universidade de Amsterdam. Optamos pelo restaurante Cuzco, um peruano com música ao vivo e pisco sour! A pedida? Ceviche, Ceviche, Ceviche! O lomo saltado, um dos principais prato típicos do Peru, estava delicioso. Meus amigos pediram um arroz negro com lulas que fez sucesso na mesa. Não fotografei os pratos, me desculpem… Sugiro conferir ao vivo!

Uma boa opção para almoço é a Cevicheria, em sua versão colombiana. Fica bem perto do Hotel Santa Clara.

Vai um ceviche?!

Vai um ceviche?!

Continue lendo:

+ Como é o mergulho de cilindro em San Andrés

+ O que fazer em San Andrés

+ Dicas de San Andrés, o melhor custo beneficio do Caribe

 

Vejo vocês no próximo post, ok?

Flavia Ribeiro

 

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

3 comentários até agora!

  1. Ecila Franco disse:

    Gostei do que vi de Cartagena,assim que puder vou conhecer! Tem tudo que gosto,histórias,mar,bike,comidinhas e bebidinhas… Parabéns Flávia Ribeiro

  2. Diego estrada disse:

    Excelente!

  3. Tatiana Coutinho disse:

    Amei as dicas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *