Reconhecida pela UNESCO como Reserva da Biosfera, a Ilha de Boipeba é cercada por oceano de um lado e por um rio de outro. Suas belezas naturais são exuberantes! São praias cercadas pela Mata Atlântica, piscinas naturais protegidas por recifes e grande diversidade de ecossistemas como os mangues, um dos mais preservados do planeta. É um destino pra quem busca desconectar, relaxar e curtir a natureza em praias praticamente desertas.

Boipeba
Moreré

Como chegar em Boipeba

Acredite, não é uma missão muito fácil chegar em Boipeba. Pra você ter ideia te conto nossa jornada: saímos do Rio de Janeiro de avião para Salvador (2 horas de viagem), dali pegamos um taxi pro Terminal Marítimo de São Joaquim (+1hora de carro) e navegamos de ferry boat até Itaparica (+1 hora). A Ilha de Itaparica fica lá do outro lado da Baía de Todos os Santos. Os ferries estão meio velhos, mas a viagem passa rápido. Chegando lá já havia um transfer organizado pela nossa pousada em Boipeba que nos levaria até Valença (+1,5h de viagem). Pensa que acabou?! Não… Do cais de Valença ainda pegamos uma lancha rápida até Boipeba que ainda durou + 1 hora. Chegando lá, ahaha, pegamos um quadriciclo (não tem carros na ilha) pra chegar até a pousada… Ufa, chegamos!! Tem seu preço, mas garanto que vale a pena!

Bahia

Achou complexo chegar em Boipeba? Parece mas não é. Contamos com a ajuda da Myrian da Pousada Casa Bobô (falo mais dela abaixo) que organizou todo o nosso cronograma, transfers e reserva as passagens da lancha. Você só precisa ir.

+ Quer saber onde dormir bem em Salvador?

Boipeba

Quanto tempo leva e quanto custa

Pelo tempo, você vai gastar, saindo do Rio de Janeiro, aproximadamente 6 horas – que podem ser divididas numa pernoite em Salvador, como assim fizemos. Pagamos no ferry-boat R$ 6,00 por pessoa por trecho + R$ 400,00 pelo taxi para Valença (preço de ida e volta) + lancha rápida R$45,00 por pessoa por trecho. No cais da Vila de Velha Boipeba tem carregadores de bagagem que ajudam até o ponto do quadriciclo. que custa R$ 30 reais por duas mochilas/ malas pequenas. Ainda tem o quadri até a pousada que custou mais R$ 50 para 2 pessoas. Mas, como falei, vale a pena! Não desista heim!

O ideal é chegar chegar pela manhã pra poder pegar a lancha de Valença para Boipeba ainda no mesmo dia. Elas saem às 10h, 12, 14 e 16h. Se não der, considere pensar em dormir uma noite em Salvador.

Outra opção é pensar na rota semi-terrestre feita em jipes 4×4 saindo direto de Salvador até Valença. Ou ainda passar por Morro de SP antes, e depois seguir pra Boipeba de lancha. Não posso dizer a forma mais fácil, porem mais cara ok? Lá no aeroporto de Salvador tem taxi aereo que te leva diretamente pra Boipeba.

Boipeba

Quando ir à Boipeba

A melhor época pra ir à Boipeba é entre agosto e dezembro, meses com pouca chuva e bastante sol! Ideal pra aproveitar as praias e piscinas naturais da Ilha. A alta estação vai do Réveillon até o Carnaval (quando tudo fica mais caro). Falta falar que a estação da chuva começa em abril e vai até julho.

Praia dos Castelhanos

A temperatura em média na Ilha de Boipeba é 31ºC máx. 21ºC min. 25ºC média.

Onde ficar em Boipeba

Ficamos numa pousada maravilhosa, a Eco Casa Bobô que ocupa a 1ª. posição no ranking de Pousadas em toda a Ilha de Boipeba. Com conceito de hospedagem ecológica, a pousada fica no alto do morro com vistas para as praias de Moreré e Bainema. O contato com a natureza ali é divino, assim como a recepção dos anfitriões Myrian e Nilton.

Pousada Boipeba

A pousada conta com apenas 3 bangalôs, super decorados, cheios de detalhes, com varanda e rede. Tenho que dizer que amei tanto a experiência que resolvi escrever um artigo inteiro pra contar como foi por lá. Clique aqui para ser direcionado para esse artigo.

Pousada Boipeba

O que fazer em Boipeba

Há muito o que fazer em Boipeba: passamos 4 dias e fizemos muitos passeios lindos que eu contarei no próximo artigo. Clica aqui para ser direcionado.

Dicas finais

  • Não traga muita bagagem, leve uma mochila ao invés de uma mala de rodinhas. Em Boipeba não há muitos lugares para usar calças ou sapatos altos.
  • Na bagagem leve uma farmacinha básica, chinelos e se tiver acqua shoes que serão bons para caminhar pelas piscinas naturais, roupa de praia, protetor solar, boné ou chapéu, repelente e uma capa de chuva. Ah, claro, não esqueça câmera para fotos.
  • É tranquilo caminhar à noite pela ilha mas recomendo levar uma lanterna por conta dos animais pelo caminho.
  • A voltagem da energia é de 220v.
  • A cozinha local é ótima e variada. Comemos muito bem, desde lagostas, moqueca de peixe e camarão, peixe assado na folha da bananeira, casquinhas de siri e lambretas. Também tivemos o privilégio de comer uma galinhada no quilombo de Monte Alegre.
comida bahiana
  • Em Boipeba não há bancos e nem caixas eletrônicos, por isso traga dinheiro em espécie. Leve dinheiro trocado em notas de 2,5,10,20 e 50 reais. Vai facilitar a vida. A maioria dos restaurantes aceitam cartões de crédito ou débito mas todo o resto vai ser melhor pagar em dinheiro.
  • A cobertura de telefonia celular é precária, fica fora de serviço na maior parte do tempo. O melhor sinal de celular é da operadora Vivo, outras não funcionam muito bem. Se você precisa de internet vai depender do wifi da pousada ou de algum restaurante. Mas a dica é esquecer da internet e aproveite pra se desconectar.
  • Não ilha não tem carros. Existem apenas quadriciclos, motos e tratores que fazem a coleta de lixo e transporte para Moreré.
  • Economize água e energia.
  • Não jogue lixo nas praias.

Espero que tenha curtido as dicas de Boipeba! Se tiver duvidas ou se gostou do artigo, deixe um comentário abaixo.

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *