As Maldivas estão no topo da lista da maioria dos viajantes. E estava na minha também! Claro, é um dos maiores paraísos na terra. Águas turquesas e cristalinas, calmas e quentinhas. E pra completar um bangalô (pra chamar de seu) sobre essas águas… Conto aqui todas as minhas dicas das Maldivas para você planejar sua viagem!

Resort nas Maldivas

Como são as Maldivas

As Maldivas ficam na Ásia meridional, logo abaixo do Sri Lanka e da Índia. É um arquipélago composto por mais de 1200 ilhas e ilhotas, sendo que apenas 200 delas são habitadas (boa parte delas são ocupadas por resorts de luxo!!).

hotel nas Maldivas

Existem 2 tipos de ilhas habitadas: as privadas (onde estão as dos Resorts) e as nativas (onde vivem os locais). Você pode escolher ficar em qualquer uma, a depender do seu estilo de viagem e do seu orçamento. Explico mais abaixo.

Dicas das Maldivas

A capital Malé é a única ilha com prédios e comércio. Como fiquei apenas 5 dias não conhecei a capital, fui direto para o resort. Mas passei de barco pela frente e fiquei impressionada como pode ter tanto movimento num pedaço de areia. E me surgiram todos os pensamentos do aquecimento global, do descarte do lixo, da sustentabilidade, etc. Deve ser muito mais complicado! Mas isso é assunto para outro artigo… Tratemos aqui das Dicas das Maldivas!

Malé, capital Maldivas

Mas vamos às dicas das Maldivas?!

Dicas das Maldivas

Aqui nesse artigo você encontrará todas as dicas para organizar sua viagem. Se você é fã do Viagens e Outras histórias, não esqueça de fazer suas reservas de hotel pelos links do blog, ok? Você paga o mesmo preço e ajuda com a manutenção do site.

Melhor época para visitar as Maldivas

Embora as Maldivas tenham clima e temperaturas estáveis ao longo do ano, é preciso prestar atenção nas chuvas.

A estação seca vai de novembro a abril, quando é a alta temporada local e quando os preços de hospedagem são mais caros. A época da chuva ocorre de maio a outubro. Isso não quer dizer que vai chover todos os dias, mas existe maior probabilidade de chuvas e ventos. Por outro lado, a baixa temporada faz com que os valores das diárias caiam pela metade.

Dicas das Maldivas

Bota na balança e pondera. Eu não quis arriscar e viajei em dezembro. Ainda assim cheguei lá com chuva. Mas no mesmo dia abriu o sol e ficou firme todos os outros dias.

Como chegar nas Maldivas

Eu voei do Brasil com a Qatar Airways (e aproveitei 1 dia em Doha) para Nova Delhi na Índia onde passei 7 dias rodando o Triângulo Dourado. De lá peguei um voo da Air India para Malé. A Qatar oferece voo para Malé também, mas eu teria que voltar à Doha. Além de sair mais caro, perderia mais tempo em trajetos aéreos.

Como chegar nas Maldivas

Mas se seu único destino são as Maldivas, tudo fica mais fácil. Indico a Emirates e a Qatar Airways que são ótimas companhias. São 15 horas de voo de São Paulo a Doha ou Dubai e mais 4 horas de lá até Malé, capital das Maldivas.

Os preços variam muito. O ideal é comprar com antecedência. Se você quiser uma ajuda na cotação de passagens mande-me uma mensagem por aqui.

Se você já tem o resort previamente reservado, provavelmente seu transfer para o hotel já está arranjado. Normalmente logo depois da reserva (faça sua reserva aqui pelo Booking.com) o resort te manda um email com as opções de transfer, que pode ser barco ou hidroavião, a depender da distância, saindo direto do aeroporto de Malé.  

No saguão de desembarque há vários guichês dos resorts. Procure o seu para se identificar e começar o processo de transfer.

aeroporto male maldivas

Como se locomover – Hidroavião ou barco?

Se puder escolha o hidroavião e um assento na janela por favor! É uma das experiências mais fantásticas da vida. Tive a oportunidade de voar num desses nas Ilhas Fiji. Clique aqui para conferir. Agora tenha em mente que o custo encarece bastante (normalmente não está incluso nas diárias). E só viabiliza com as ilhas mais distantes.

São três companhias que fazem os transfers entre aeroportos e resorts: Manta Air, TransMaldivian e Maldivian Air. Mas não se preocupe, o hotel vai te passar todas as informações.

hidroaviao maldivas

Pra quem viaja com orçamento econômico tem a opção dos ferries públicos e de speedboats com muita oferta de rotas.

Quanto tempo ficar nas Maldivas

Eu fiquei 5 noites e 6 dias. Foi ótimo! Poderia até ter ficado mais uns dois dias tranquilamente. Para quem tem mais dias, olha aí mais uma boa dicas das Maldivas, é dividir sua hospedagem em dois Resorts. Assim, você vive duas experiências diferentes numa viagem só!

Quando ir as Maldivas

Se você estiver vindo do Brasil direto para as Maldivas recomendo um tempo maior porque, além do grande tempo de voo, ainda tem que se acostumar com o fuso horário de 8 horas. Eu já estava na Índia (veja meus artigos da Índia aqui).

Mais do que 10 dias acho muito, pois, por mais que o resort ofereça várias atividades, chega uma hora que você não aguenta mais sol, comer, beber e descansar.

Onde se hospedar nas Maldivas

Talvez essa seja a parte mais importante das minhas dicas das Maldivas. É preciso escolher bem o seu resort pois você passará todos os dias dentro do hotel. Ele tem que ser bem do jeitinho que você sonhou! Opções não faltam, cada um mais lindo que o outro, o que dificulta ainda mais o seu trabalho.

Bangalô sobre as aguas nas Maldivas

Eu fiz uma planilha com os quesitos que eu considerava importantes como:

  • Região e distância do aeroporto – já mencionei que hidroavião é lindo mas caro, né?
  • Bangalôs overwater com preço pagável – existem outras opções mas tínhamos eleito essa.
  • Cancelamento grátis (já que eu estava reservando com muita antecedência – nunca se sabe né)
  • Estilo do resort – focado em relax ou esports aquáticos (tem muitos que são focados em mergulho por exemplo)
  • Permissão de adolescentes – alguns resorts são “adults only” o que é ótimo se você vai de lua de mel.
Piscininha amor Maldivas
  • Comodidades e opções de lazer – Veja a sessão de “O que fazer nas Maldivas”
  • Opções de restaurantes – imagina você passar uma semana almoçando e jantando no mesmo restaurante? É legal ter outras opções.
  • All- Inclusive? Alguns resorts oferecem a opção de all-inclusive, que para mim não compensa porque não como muito. Se você gosta de comer entrada, prato principal, sobremesa e bebidas em todas as refeições, vale a pena.
  • Preço – Hotéis mais distantes de Male normalmente possuem tarifas mais baratas, mas será necessário pegar um hidroavião. Faça as contas.
Piscininha Amor nas Maldivas

Escolhi 5 resorts para comparar, e pintei os quesitos de verde, amarelo e vermelho. Quem tivesse mais verde ganharia meu voto. Assim ficou bem mais fácil e eu, de fato, acertei na escolha. Conto toda a experiência de hospedagem no meu resort nas Maldivas aqui nesse artigo.

O que fazer nas Maldivas

Além de muita praia, tem muito mais o que fazer. De passeios de stand-up, cinema ao ar livre, aulinhas de ioga no por do sol e muito mais.

O que fazer nas Maldivas

+ Quer saber mais dicas das Maldivas? Conto nesse artigo aqui.

Quanto custa viajar para as Maldivas

Caríssimo, foi a viagem mais cara da minha vida até agora. E olha que eu não viajo pouco, e ainda assim acho que vai ser difícil superar! Mesmo a Polinésia Francesa não é tão cara.

+ Clique aqui para escolher: Maldivas ou Polinésia Francesa?

Agora, depois que decidiu ir, não vai ficar lá sofrendo né… Os custos basicamente se resumem a passagem aérea, as diárias, o transfer aeroporto x resort x aeroporto, passeios e alimentação/ bebidas. Ah! Sim, as taxas de serviço de 20% que são cobradas a parte!

Spa Resort nas Maldivas

Começando pelas bebidas: um drink barato é US$ 15 (multiplica x 4). E, olha, não pode levar sua bebida para as Maldivas porque é uma país mulçumano. Fica retido no aeroporto, nem adianta.

Quanto às refeições, se economizar vai gastar fácil US$ 150 por dia por pessoa em comida e bebida. Calcule US$ 200 por pessoa por dia.

Quanto custa viajar para as Maldivas

O transfer de barco custa em torno de 100 a 150 dólares por pessoa, ida e volta. A passagem aérea custa em torno de R$ 6.000 na classe econômica.

O mais caro é a diária do hotel. E essa você tem uma infinidade de opções para escolher. Numa média um hotel 5 estrelas tem diárias de US$ 500 a US$ 1 000, a depender do quarto que se escolha. Mas tem hotéis bacanas também com preços mais em conta. Dá para conseguir até metade disso. Não desanime!

+ Clique aqui para ver todas as opções de hotéis nas Maldivas

Hotel Maldivas

Sobre passeios, algumas atividades são pagas, outras oferecidas como cortesia. Meu hotel oferecia bastante atividades sem custo. Fizemos snorkel guiado, aula de ioga, morning cruise, etc. Os passeios com jet-ski, cristal kayak, mergulho, spa, etc eram todos pagos. Calcule na média uns US100 para cada um, por pessoa.

E pagar barato, é possível? Sim, é possível! Existem as ilhas locais com guesthouses. Mas, esqueça luxo, mordomia e bangalô sobre a água. De todo modo, Maldivas é o mar. E esse mar dá para aproveitar com luxo ou sem luxo, certo? <3

Paraiso Maldivas

Curtindo as dicas das Maldivas? Não esqueça de fazer sua reserva pelos links do Blog. Todos os conteúdos são gratuitos e sempre tem novidade aqui no blog. Você paga o mesmo preço e ajuda manter o blog no ar!

Precisa de visto para as Maldivas?

Não, brasileiros que viajam para as Maldivas na modalidade turismo (e por até 30 dias) não precisam de visto. É preciso apresentar passaporte com validade superior a 6 meses e o certificado de vacinação contra febre amarela da ANVISA.

Dicas Maldivas

Chegando no aeroporto é preciso preencher um formulário com informações pessoais e apresentar na imigração junto com o passaporte. A fila é enormeee, tente sair rápido do avião. Aliás já marque assentos na frente para facilitar. Depois da imigração (sem perguntas) fui convidada a apresentar os documentos no guichê do “Health Control”. Muitos países da Ásia têm esse procedimento para países da África e América do Sul. É só apresentar novamente o certificado de vacinação contra febre amarela e responder algumas perguntas sobre sua saúde.

Praia Maldivas

Últimas dicas das Maldivas

  • A moeda oficial das Maldivas é a Rúpia Maldívia mas, sério, nem vi a cor dessa moeda. Os cardápios dos resorts usam preços em US$ e para pagar a conta aceitam dólar e euro, além de cartão de credito, obviamente.
  • O idioma oficial é o dhivehim, mas nos hotéis a língua mais usada é o inglês.
  • Apesar da religião das Maldivas ser mulçumana, não há restrições quanto à vestimentas nos hotéis. Pode usar biquini na praia e piscina. Mas não se assuste se ver mulheres vestidas de burca andando pelo resort num calor de 40 graus.
Por do sol Maldivas
  • O consumo e a venda de álcool são restritos aos resorts.
  • O wi-fi do hotel super funcionou, em todos os lugares, até melhor que o chip. Mas se você não estiver hospedado em um hotel com wifi pode comprar um chip pré-pago. Clique aqui para fazer um orçamento.
  • A maioria dos hotéis não permite uso de drones. Eu nem levei, embora tenha chorado a perda de fotos aéreas lindíssimas. Verifique a possibilidade antes de carregar em vão.
  • As tomadas têm três pinos planos. Leve um adaptador universal na mala que resolve tudo.
Por do sol Maldivas

Gostou das minhas dicas das Maldivas?! Não deixe de conferir os outros artigos e reservar aqui no blog seu hotel, carro, passagem, chip e seguro.

Em caso de dúvidas, deixe um comentário aqui abaixo. Terei prazer em ajudar!

Obrigada pela visita, volte sempre! 😉

Flávia Ribeiro

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *