dicas de Bazaruto

Imagine um país com o litoral de extensas praias desertas, areias brancas e macias, e aquele mar azul turquesa… Aposto que passou pela sua cabeça mil lugares, né?! Pensou em Bazaruto?! Sim, Moçambique! Nesse artigo conto para vocês minhas dicas desse pedacinho de paraíso ainda secreto pra muita gente.

Benguerra

Considerado um Patrimônio Nacional, o arquipélago é a área marinha protegida mais antiga de Moçambique. É formado por 6 ilhas que ficam de 15 a 30 km afastadas do continente: a própria Bazaruto, Benguerra, Magaruque, Banque, Shell e Santa Carolina que é também chamada de Paradise Island.

Benguerra Bazaruto

Um pouco de História

Sabia que Moçambique foi colonizada pelos portugueses até 1975? Depois disso o país entrou numa guerra civil que durou aproximadamente 20 anos. A guerra matou mais de 1 milhão de pessoas e destruiu a infraestrutura do país, afetando diretamente a economia nacional e deixando Moçambique fechado para o turismo até o inicio dos anos 2000.

Depois da independência, os líderes moçambicanos tentaram eliminar o português como língua oficial. Atualmente só 40% da população fala nossa língua, mas ela ainda é oficial. Imagina que o país tem mais de 43 idiomas. É uma grande variedade de línguas com importância regional, mas elas não tem alcance nacional como o português ainda tem.

Vilanculos Moçambique

Durante minha viagem tive a oportunidade de conhecer pessoas do governo que me contaram um pouco do modo de vida dos moçambiquenses. Assim como muitos países da África, Moçambique ainda apresenta vários problemas socioeconômicos. De acordo com a ONU o Índice de Desenvolvimento Humano do país é o quinto menor do mundo e a expectativa de vida dos habitantes é de apenas 45 anos. Outro índice muito ruim é o anafalbetismo que atinge mais de 50% da população. Triste né? Moçambique precisa de nossa ajuda e uma das formas é incrementar o turismo que movimenta a economia. Então bora conhecer as praias de Bazaruto?

Hotel Bahia Mar Vilanculos

Moçambique tem também bastante influência da Índia e do Oriente Médio. Acredita-se por exemplo que o nome “Moçambique” é a forma aportuguesada de “Musa al Bik”, o nome de um antigo sheik árabe que viveu no norte de Moçambique.

Como chegar a Bazaruto

A porta de entrada para o arquipélago é a cidade de Vilanculos, que fica na Província de Inhambane. A região é banhada pelo Oceano Índico, e fica de frente para Madagascar, embora longe.

É possível chegar à Vilanculos de avião vindo de Joanesburgo ou de Nelspruit, o aeroporto do Kruger Park na África do Sul. Também é possível chegar de Maputo, a capital de Moçambique.

aeroporto de Vilanculos

Meu voo saiu de São Paulo com conexão em Johanesburgo, na África do Sul, com aprox 8 horas de viagem. Dali peguei uma conexão num avião menor da Airlink para Vilanculos que durou 1h e 20 min. Comprei o trecho da Airlink junto com o voo para Johanesburgo no próprio site da South African Airways. A LATAM também oferece voos, mas quando viajei estava mais caro.

airlink moçambique africa

+ Vai viajar? Encontre sua passagem aérea aqui

Como circular em Vilanculos

Não há necessidade de alugar carros. Se você for ficar hospedado em Vilanculos, pode pegar um taxi no aeroporto, um tuc-tuc ou mesmo um transfer para chegar ao seu hotel.

Agora se você for ficar hospedado em alguma das ilhas, a maneira mais usual é chegar de helicóptero com a Archipelago Charters. O próprio hotel organiza o transfer para você. Luxo puro.

Bazaruto

A mão de direção lá é inglesa, ou seja, o volante fica na direita. A princípio não entendi porque, uma vez que a colonização foi portuguesa. Mas depois fiquei imaginando que era por conta da proximidade com a África do Sul que teve colonização inglesa. E outra curiosidade: apesar de nunca ter sido colônia britânica, Moçambique integra a Comunidade Britânica, grupo formado pelo Reino Unido e suas antigas colônias.

Visto de entrada

O visto pode ser obtido na entrada (Visa on Arrival) no aeroporto de Vilanculos. Não esqueça de levar US$ 50 em cash para o pagamento. Importante: essa informação deve ser rechecada antes da sua viagem para conferir se o procedimento continua o mesmo.

Reserve hotel aqui

A fila para conseguir o visto na entrada é bem mais lenta do que a fila de quem já tem o visto. Se informe qual é a fila certa, pois não está sinalizado. Assim você não entra na fila errada como eu fiz… 🙁

A outra forma de obter seu visto é através da Embaixada de Brasília, enviando seus passaportes. Custa R$300 e demora 10 dias úteis para ficar pronto. Também é possível obter nos consulados da África do Sul (como em Johanesburgo ou Cidade do Cabo).

Febre amarela e malária

É obrigatório apresentar o certificado internacional de vacinação da vacina de febre amarela. Aliás, ele já é solicitado no checkin de embarque no Brasil.  Verifique a validade, o ideal é atualizar para uma carteirinha cuja validade esteja escrito “LIFE”.

Antes da viagem tinha lido que essa área de Moçambique estava livre da malária, mas lá soube que não. Na real vi pouquíssimos mosquitos e isso não me deixou preocupada, mas você pode prevenir. Consulte seu médico antes de viajar. Duas dicas: consulte se o seu hotel usa o mosquiteiro sobre a cama e tome bastante tônica. Sim, soube lá que tomar tônica afasta mosquitos. Na duvida tomei bastante tônica (misturada com gin!). 😊

Hotel Bahia Mar Bazaruto
Suite do Bahia Mar

Quando ir à Bazaruto

O inverno é a melhor época para uma visita. Não faz frio nessa época e as chuvas são mais escassas. A temperatura média entre os meses de junho, julho e agosto giram em torno de vinte e seis graus centígrados. Estive lá no início de outubro, estava um clima super agradável. Dos 4 dias, 3 foram ensolarados e 1 ficou nublado e choveu forte no final do dia. Aliás, caiu um temporal. Detalhe que eu estava no meio do mar, voltando do Bazaruto. Passei um perrengue mas sobrevivi. Thanks God!

Vilanculos

Quanto tempo ficar

3 dias é o mínimo para conhecer e visitar as diferentes ilhas do arquipélago de Bazaruto. Fiquei 4 dias inteiros e aproveitei bastante.

Bazaruto

Mas claro tudo depende do estilo de viagem que você vai fazer. Se quiser relaxar pode ficar o tempo que quiser. Fui para conhecer as ilhas e ainda conheci o vilarejo de Vilanculos, visitei o mercado, e conversei com as pessoas locais. Mais abaixo conto sobre o que fazer em Bazaruto / Vilanculos, assim você pode programar melhor seus dias.

Onde ficar em Bazaruto

Basicamente são duas opções: hospedar-se em Vilanculos ou em algum hotel nas ilhas Bazaruto. A segunda opção é a mais legal. As ilhas contam com lodges super luxuosos com o Anantara na ilha de Bazaruto e o Azura e &Beyond em Benguerra. São tão exclusivos que se você quiser chega lá de helicóptero (mas pode chegar de barco tambem).

Hotel Azura

Hospedar-se no vilarejo de Vilanculos, que tem cara de sul da Bahia, é uma opção bem mais econômica e também tem opções bacanas como Bahia Mar Boutique Hotel onde me hospedei. Gostei também do Beach Lodge onde fui jantar um dia, da Casa Rex, e o lindo asDunas, todos à beira mar. Uma opção mais econômica é o Casa Cabana que fica ao lado do Bahia Mar, também de frente para o mar.

Hotel Bahia Mar Bazaruto
Bahia Mar Boutique Hotel
Hotel Bahia Mar Vilanculos

+ Reserve aqui seu hotel em Bazaruto ou Vilanculos pelo Booking

O que fazer em Bazaruto

Passeio de barco

O mais legal lá é sair de barco e conhecer uma das ilhas. Como falei o arquipélago é formado por 6 ilhas. As mais visitadas são Bazaruto e Benguerra.

Dhow Bazaruto

No primeiro dia peguei um passeio de barco com a agência Sunset Dhow Safari, mas não foi uma boa experiência. Principalmente por conta de um problema no motor do barco justo no dia que caiu o temporal. Imagina isso acontecer no meio do mar com ventos fortes e ondas enormes. Eu nasci no mar, nunca tive medo, mas aquele dia foi assustador. Mas não amarelei, no dia seguinte com o tempo melhor voltei às ilhas com a lancha do Bahia Mar Hotel. Essa lancha sim, com os 2 motores funcionando, fizemos um passeio com segurança e conforto.

O temporal chegando…

Os passeios normalmente incluem uma parada em uma ou duas ilhas, um mergulho para snorkel num recife de corais e um picnic em uma praia deserta.

Benguerra

A partida do barco é por volta das 8h da manhã e retorna por volta das 16h. O trajeto até Bazaruto demora aproximadamente 1 hora, pois a distância é de 28 km. O almoço é preparado na própria ilha em churrasqueira e o cardápio é principalmente frutos do mar, saladas e arroz. Levam bebidas tambem, mas nada alcoolico. Se você quiser levar um vinho (merece) ou uma cerveja, tem que levar por conta própria. O passeio custa US$ 100 por pessoa.

picnic em bazaruto

Subir as dunas e bancos de areia

A beleza da paisagem de Bazaruto vai mudando várias vezes ao dia. Primeiro com a cor da água que muda conforme o horário do dia, às vezes está azul turquesa, às vezes verde esmeralda. Tem também os bancos de areia que parecem dançar com o movimento das marés e vai mudando a paisagem.

dunas de Bazaruto

Normalmente a primeira parada dos passeios é na Ponta Dundo, o ponto sul da ilha de Bazaruto. Ali está uma impressionante duna de areia. Não deixe de subir até o topo e apreciar a vista espetacular de todo o arquipélago. É imperdível, um visual de tirar o fôlego! Parece uma tarefa árdua mas, juro, você não pode perder.

Dunas de Bazaruto
bazaruto

Snorkeling e Scuba diving

Moçambique reserva um dos melhores pontos de mergulho do mundo. Os recifes de Bazaruto são conhecidos com abrigar alguns dos conjuntos de corais mais coloridos e diversos.

two miles reef bazaruto

Mergulhamos num ponto chamado “Two Miles Reef” que na maré baixa é ótimo para o snorkel com uma fauna espetacular. Snorkeling tão lindo assim só vi nas Ilhas Fiji e na Polinésia Francesa. É um mundo de vida e cores numa variedade de corais e peixes tropicais coloridos. Dizem que às vezes, é possível encontrar dugongos, tartarugas e arraias.

two miles reef bazaruto

Você sabe o que é um dugongo? É o menor membro de uma ordem de mamíferos marinhos que inclui o peixe-boi. Tivemos a sorte de encontrar um animal no nosso caminho. Paramos o barco e ficamos quase uma meia hora vendo o dugongo mergulhar em volta do nosso barco.

Bazaruto abriga uma das últimas populações de Dugongos do Oceano Índico Ocidental. Essa espécie marinha, que se alimenta de algas, está ameaçada de extinção devido à caça por carne e óleo. Que triste! Existe um projeto que visa conscientizar a população, principalmente os pescadores, sobre a importância da preservação.

dugongo
dugongo

Contato com os locais

Não deixe de programar uma visita ao vilarejo de Vilanculos, conhecer o mercado, visitar uma escola, ver a primeira igreja construída pelos portugueses.

Africa
Igreja vilanculos

Os moçambicanos gostam de jogar futebol no final da tarde na praia, aliás adoram o futebol do Brasil. Domingo é dia de ir a igreja e juntar a família. Não há uma religião predominante, as crenças tradicionais representam quase 50%, e o resto é dividido entre católicos, evangélicos e mulçumanos.

Últimas dicas de Bazaruto

  • Apesar de vender o chip da Easysim4U aqui no blog (e funcionar bem nos quatro cantos do mundo), em Vilanculos ele não funcionou muito bem. Tem outra opção aqui no blog que é o “Chip de viagem”. Tente esse! O wifi do Bahia Mar me salvou! 😊
  • A moeda em Moçambique é o “Novo Metical”, mas as pessoas a tratam como “Metical” somente.
  • Sobre segurança: Viajei sozinha e não me senti insegura (mas também não me arrisquei). Os vendedores de passeios e artesanatos são um pouco insistentes.

Espero que tenham gostado das minhas dicas de Bazaruto. Se tiver qualquer duvida, só deixar um comentário abaixo que eu respondo com prazer.

Obrigada pela visita, volte sempre!

Flavia Ribeiro

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *