Adorei conhecer o litoral sul da Paraíba com mais de 20 km de praias paradisíacas. Confesso que demorei muito para ir conhecer esse estado que possui praias tão lindas quanto seus vizinhos mais famosos. Sem dúvidas, o lugar me surpreendeu, superando todas as expectativas. Por ali, escolhi visitar a região conhecida como Costa do Conde, e nesse artigo conto um pouco como foram meus dias, além das dicas de como chegar, onde ficar, o que fazer, passeios e onde comer na Costa do Conde. Bora conferir?!

Costa do Conde

Dicas da Costa do Conde

Como chegar na Costa do Conde

O município do Conde fica a aproximadamente 40 km de João Pessoa pela BR-230/101. A região também pode ser acessada a partir de outras capitais como por exemplo Recife que está a apenas 100 km de distância e Natal a menos de 200 km.

Cheguei de avião em João Pessoa com a Gol vindo do Rio de Janeiro. Do aeroporto peguei um transfer com o Sr. Walter (83) 98856.5668, motorista indicado pela Pousada Oasis Tajaja, onde me hospedei. O trajeto levou menos de uma hora até a Pousada.

A ideia original era alugar um carro, mas na véspera da viagem me dei conta que tinha perdido a carteira de motorista e então optei por seguir de transfer e me locomover na região através dos passeios de buggy. Foi a melhor decisão porque com o carro alugado não teria chegado nos lugares lindos que pude conhecer de buggy. Além de locais de difícil acesso e sem sinalização, há lugares de preservação ambiental que são restritos aos guias e condutores locais. E nada melhor, do que ajudar a comunidade local quando se viaja para um lugar, não é mesmo? Fiz meus passeios com o Nego (83) 98812.9859 – explico melhor mais abaixo. Continue lendo.

Costa do Conde

Quanto tempo ficar e quando ir

Muitas pessoas conhecem a Costa do Conde num passeio de bate-volta vindo da capital João Pessoa. Minha dica para você é se hospedar ali na região e passar ao menos 2 dias inteiros. Eu fiquei três dias e adorei. Continue lendo, vou contar tudo sobre o que fazer e conhecer por lá.

Costa do Conde

A melhor época para visitar a Costa do Conde no litoral sul da Paraíba vai de setembro a janeiro, tanto pelo clima quanto pela cor do mar que durante o verão fica bem mais azul. Evite ir de abril a agosto, quando cai o maior volume de chuvas e o mar fica turvo. Eu fui no início de novembro, peguei uma chuvinha que durou tão pouco tempo que nem posso dizer que choveu – só fez refrescar mesmo. Uma delícia.

Costa do Conde

O que fazer na Costa do Conde

O litoral sul da Paraíba possui muitas opções, tanto para quem busca diversão quanto pra quem quer sossego e descanso.

A região é conhecida por ter lindas praias, pelos passeis de buggys, quadriciclos ou 4×4, pelas suas trilhas e falésias (algumas com mais de 30 metros de altura), boa gastronomia, e por abrigar uma das mais antigas praias de naturismo do Brasil.

Costa do Conde

Fiz três dias de passeio de buggy percorrendo diferentes regiões em cada dia. Fechei um pacote com o bugueiro “Nego” que é super atencioso, conhece o litoral como ninguém e me mostrou locais lindíssimos, inclusive fora da rota turística. Como minha experiência com ele foi ótima, deixo aqui o seu contato para você também desfrutar dos maravilhosos passeios que eu fiz: tel. ou whatsApp (83) 98812.9859 ou pelo Instagram @nego_passeios.

Pedra Furada

Agende seu passeio com ao menos uns dois dias de antecedência. Você pode escolher passeios que percorrem todo o litoral sul e ainda outros roteiros que vão além das divisas do Estado. Recomendo como o primeiro dia o passeio completo que inclui oito horas de aventura e diversão, com paradas para fotos, banhos e almoço. O preço depende da duração do passeio e da distância. Entre em contato com o Nego para saber preço e roteiros disponíveis.

Tabatinga Costa do Conde

As praias da Costa do Conde

A Costa do Conde reúne 8 praias principais: Barra de Gramame, Praia do Amor, Praia Carapibus, Praia de Jacumã, Praia de Tabatinga, Praia de Coqueirinho, Arapuca e Tambaba.

Costa do Conde

Cada uma delas com sua caraterísticas. Você pode visitá-las todas em um único dia por conta das curtas distâncias e retornar nos dias seguintes para curtir com mais calma as praias que mais gostou. Escrevi um outro artigo contando detalhes de cada praia e publiquei fotos lindíssimas. Vale a pena conferir – clique aqui para ser redirecionado para o artigo das praias da Costa do Conde.

Costa do Conde

Os mirantes da Costa do Conde

Os mais conhecidos são os Mirantes Dedo de Deus e o Castelo da Princesa, mas o Nego, meu guia condutor, me levou em muitos outros mirantes com visual de tirar o folego. Imagina ver aquela visão panorâmica de toda a praia de Tabatinga e Coqueirinho por cima das falésias.

Costa do Conde
Mirantes Costa do Conde

O Mirante Dedo de Deus fica do alto de uma falésia que mede mais de 30 metros de altura, imagina isso?! Do lado direito está a praia de Coqueirinho e do lado esquerdo está o Mirante das Tartarugas, de onde se consegue ver toda a praia de Tabatinga. Aliás, dali é possível avistar tartarugas marinhas! Na entrada do mirante tem um quiosque que vende bonitos artesanatos e água de coco.

Mirantes Costa do Conde

Entre as Praias de Coqueirinho e Arapuca está o Mirante do Castelo da Princesa, que recebeu esse nome pela formação natural que surgiu ali em meio às falésias. Dali fizemos um voo de drone, um tanto arriscado pelo forte vento, mas valeu muito a pena, visual incrível!

Castelo da Princesa Costa do Conde

Outra coisa legal ali é o Quiosque Fogo no Rabo que vende e oferece degustações das suas cachaças e licores artesanais que prometem mudar a vida das pessoas. Experimente o licor “calcinha cheirosa” de maracujá. Provei, aprovei e levei pra casa uma garrafinha.

Cachaça Fogo no Rabo

Falésias e voçorocas do Conde

A Costa do Conde é recheada de falésias e voçorocas que são processos de erosão natural causados pela ação dos ventos e das chuvas por milhões de anos.

Castelo da Princesa Costa do Conde

As falésias são íngremes paredões de rocha litorâneas causadas pelas oscilações do nível do mar. Já as voçorocas, também conhecidas por cânions, são incisões erosivas normalmente formadas por um rio que, durante milhares de anos, cavou as rochas de argila multicolorida.

Canion Coqueirinho

O Cânion do Coqueirinho (ou voçoroca) tem mais de 500 metros de extensão, praia adentro. Parece uma cidade deserta e inóspita, quase sem vida, e sem barulho algum. Aproveite para caminhar naquele silêncio em meio à natureza. Não vi nenhum animal, creio que poucos se arriscam num local com vegetação escassa. As mil formações se assemelham com castelos e catedrais. É incrível ver os milhares de castelinhos em formação com uma pedrinha de ponto de equilíbrio em cima.

Canion Coqueirinho

Os cânions do Coqueirinho me lembraram o da Praia das Fontes, em Beberibe no Ceará. Lugar lindo também que eu conto nesse artigo aqui.

Visite o Shopping Rural

É imperdível visitar o primeiro Shopping Rural do Brasil que fica no assentamento de Tambaba. São pequenas casas de taipa construídas para vender artesanatos e alimentos como tapioca, frutas e doces típicos. O lugar foi idealizado pela Nevinha que começou o projeto com R$ 50 emprestados e convenceu suas irmãs a deixarem de trabalhar em casas de família e a investir num empreendimento próprio que foi apoiado pelo SEBRAE.

Eu amei o local, as lojinhas que ficam debaixo de um cajueiro e agora ajudam e geram renda para a comunidade que vive de agricultura familiar e consegue movimentar a economia local com o turismo.

Onde se hospedar na Costa do Conde

Fiquei na Pousada Oasis Tajaja de propriedade da Chris Brugger, uma italiana que escolheu o Brasil para morar e investir e já está por aqui há mais de 16 anos.

Pousada Oasis Tajaja Costa do Conde

A Pousada que tem 8 suítes construídas e decorados pela inspiração dos quatro elementos da natureza: água, terra, fogo e ar. Os quartos e banheiros são bem amplos e confortáveis, equipados com cama king size, ar-condicionado, frigobar e TV led.

Pousada Oasis Tajaja Costa do Conde
Pousada Oasis Tajaja Costa do Conde

Amei o café da manhã que é servido em louças decoradas com flores e menu de tapiocas e omeletes preparados na hora, além do buffet bem servido com pães, frutas e suco de graviola! Eu me apaixonei por esse suco, nunca tinha provado tão bom!

Pousada Oasis Tajaja Costa do Conde

O restaurante está aberto para almoço e jantar com um chef que prepara tudo na cozinha aberta para o salão com vista para a linda piscina.

Pousada Oasis Tajaja Costa do Conde

Mas nada compara a hospitalidade da Chris, do lugar descontraído que foi feito por amor à Paraíba. Espero muito que esse destino, ainda pouco explorado, seja descoberto por visitantes ecologicamente responsáveis para que possamos manter a beleza intocável desse paraíso preservada.

Pousada Oasis Tajaja Costa do Conde

Eu amei conhecer a Costa do Conde e sem dúvida a pousada Oasis Tajaja é uma excelente opção de hospedagem. Como sempre minhas opiniões aqui são totalmente imparciais, sempre prefiro pagar pela minha hospedagem para que possa dar opiniões isentas – nesse blog você pode confiar. Espero que você tenha a mesma boa experiência, igual ou melhor!

Reserve sua hospedagem usando o link do Booking aqui do blog. Você paga o mesmo preço e ajuda na manutenção do site.

Onde comer na Costa do Conde

Esse lugar preciso recomendar. Não só pelo astral de sua localização, mas sobretudo pela gastronomia. Dos três dias que fiquei ali almocei dois dias e fiz questão de repetir o prato por puro desejo. Embora tenham me dito que todos os pratos eram bons, o desejo de comer aquele camarão cozido no leite do coco com macaxeira e purê e arroz. Pra completar uma caipifrutas de caju, fruta da terra.

Arca do Bilú Tambaba

O restaurante chama-se A Arca de Bilú fica no caminho para Tambaba e hoje é comandado pelo filho. Um local rústico e cercado por muito verde com comida de lamber os beiços e voltar pra repetir como eu fiz.

Arca do Bilú Tambaba

Espero que tenham curtido minhas dicas da Costa do Conde. Se sim, deixe um comentário aqui abaixo para eu saber da sua visita.

+ Leia aqui tudo sobre as praias da Costa do Conde

Obrigada pela visita e volte sempre!

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *