Egito Cairo

Cairo e suas histórias

Bem-vindo ao Cairo!

Sua primeira vez no Cairo, Egito, não podem faltar as visitas às pirâmides, à Esfinge e ao Museu do Cairo. Desvende aqui comigo esses mistérios da antiguidade, curiosidades e a mitologia egípcia que fascina o mundo até hoje.

As Pirâmides

Os egípcios acreditavam que voltariam a vida após a morte no mesmo corpo e por isso desenvolveram as técnicas de mumificação, as guardavam em sarcófagos, dentro de túmulos e ainda em pirâmides.

Egito - 1 (17)

As pirâmides impressionam e são cercadas de especulações e mistérios que provavelmente não serão nunca desvendados. Uma das sete maravilhas do mundo antigo, elas são os únicos monumentos ainda de pé desde a antiguidade. Os egípcios trabalhavam arduamente nas construções das pirâmides pois acreditavam que receberiam a graça da vida após a morte em recompensa pelo seu trabalho.

Chegar é fácil já que elas ficam bem pertinho da região metropolitana do Cairo, em Gizé, perto de hotéis e comércios, o que, infelizmente, decepciona… pois no nosso imaginário as pirâmides estariam lá no meio do deserto.

Egito - 1 (19)

As três principais pirâmides, Quéops, Quéfren, e Miquerinos, foram construídas por ordem de tamanho e idade, para o pai, o filho e neto, respectivamente.

A pirâmide do faraó Quéops é a maior das três e também a mais famosa, apesar de já ter perdido medidas com a erosão. Originalmente tinha 146 metros, 9 metros a mais do que atualmente possui. Hoje já se nota a falta de uma parte do topo…. Tem 230 metros de base, e foi construída com mais de 2 milhões de blocos de pedra que pesavam cerca de 2,5 toneladas cada um!!!

Egito - 1 (20)

Você tem a chance de entrar dentro da pirâmide de Quéops e de Quéfren, mas não vá se tem problemas de coluna ou claustrofobia. Depois que entra, não dá para voltar… #quemavisaamigoé

Egito - 1 (18)
Interior da piramide de Quéfren

Em seguida, encontra-se a Pirâmide de Quéfren, filho de Quéops. Apesar de menor, aparenta ser maior, porque está num terreno 10 metros mais alto. Note que em sua parte superior há um revestimento de calcário. Essa é a unica parte remanescente da cobertura das pirâmides, que foram extraídos na Idade Média, para a construção da cidade medieval do Cairo.

Egito - 1 (5)

A pirâmide de Miquerinos, filho de Quéfren e neto de Quéops, é a menor das três, possui “apenas” 66 m de altura e 108 de base.

A grande Esfinge

A grande Esfinge é uma das maiores estátuas esculpidas numa única pedra calcária, mede 57 metros de longitude, 6 metros de largura e 20 metros de altura. Foi construída pelos egípcios no terceiro milênio a.C..  Incrível mesmo é que há um grupo de pesquisadores que, com base na análise da erosão, afirmam que a esfinge data nada menos do que 10 mil a.C.!!! Incrível, né?!

Egito - 1 (10)

A esfinge, formada pelo corpo de um leão, cabeça de uma mulher e asas de águia, é uma criatura da mitologia grega que estrangulava quem não conseguisse decifrar suas charadas. Dizem os historiadores que a esfinge de Gizé tem o rosto de Quefrén, filho de Quéops.

Muitas hipóteses são discutidas sobre o que teria acontecido com o nariz da Esfinge que não existe mais. Várias histórias são contadas, desde um tiro de canhão quando da invasão de Napoleão até a hipótese do nariz ter sido destruído por um líder fundamentalista muçulmano em 1378.

Museu do Cairo

Além das pirâmides uma visita ao Museu do Cairo é essencial na sua passagem pelo Egito. É uma volta em mais de cinco mil anos de história. Há mais de 120 mil antiguidades pertencentes à cultura do país neste museu, sendo o tesouro do faraó Tutancâmon a parte mais impressionante, além da sala das múmias. A múmia de Tutancâmon não está lá, está no Vale dos Reis, em sua tumba original. 

Egito - 1

Tutancâmon talvez seja o faraó mais famosos por causa do tesouro encontrado na sua tumba, mas foi Ramsés o maior faraó egípcio, que reinou até os 90 anos de idade e teve mais de 100 filhos!

Cleópatra é considerada o “último faraó” do Egito, tendo governado até o ano 30 a.C., quando o Império Romano o transformou em uma das suas províncias, e depois quando os árabes do Império Bizantino dominaram e islamizaram o país.

O Museu do Cairo fica bem ao lado da Praça Tahir, palco principal dos protestos no Egito em 2011 que levaram a renúncia do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak. De acordo com estimativas da rede de TV Al Jazeera mais de 2 milhões de pessoas estiveram na praça no início das manifestações.

Egito - 1 (2)

O clima ainda é tenso no local, não se pode fotografar e há carros tanques ao redor da praça. Ainda bem que nosso grupo estava assistido pela agência Activa Tours, do sr Hossam, que falava perfeitamente o português e além de nos proteger do incessante assédio de ambulantes e vendedores, nos conduziu com segurança ao centro do Cairo onde está o Museu, e nos deu importantes informações deste país e da interessante história de uma sociedade que ainda vive das lembranças de seus faraós.

Egito - 1 (11)

Infelizmente o museu, apesar de sua importância histórica, sofre com falta de manutenção e curadoria adequada, muito provavelmente por conta de verbas e orçamento. A boa noticia é que uma nova sede está sendo construída, perto das pirâmides e longe do caótico centro do Cairo. Alias põe caótico nisso!! O Cairo é também a maior cidade da África e de todo mundo árabe, que mais parece ser uma campo de construção, destroços e muita sujeira por todo lado, além de pobreza visível e trânsito caótico. Ah! Sinal de trânsito e faixa para pedestres no centro não existe!

Egito - 1 (16)

Egito - 1 (15)

No centro ainda tivemos a chance de conhecer o Khan el Khalili, um grande mercado popular onde provamos o narguilé num restaurante local,

Egito - 1 (14)

compramos bugingangas, entre elas minha fantasia de Cleópatra – que é original do Egito!!! hehe

Egito - 1 (21)

e fomos devoradas pelos olhares das muçulmanas por nossa vestimenta estilo verão carioca.

Egito - 1 (13)

Mitologia Egípcia

O Egito Antigo era repleto de crenças, mitos e simbolismos.

Como politeístas, os egípcios acreditavam numa grande quantidade de deuses e tratavam seus faraós como Deuses vivos que possuíam poderes como o deus do Céu, Hórus, ou o deus do Sol, Rá.

egipcia_asas

Hórus, o Deus com cabeça de falcão, foi o filho de Ísis e Osíris que vingou o pai ao reconquistar o trono do Egito. Era o protetor dos faraós. E Rá, o Deus Sol, que podia atravessar o mundo dos mortos.

A antiga religião egípcia acreditava na vida após a morte, quando a alma se desprendia do corpo, e uma sequência de rituais mitológicos cercavam a ressurreição como o Culto de Osíris.

Osíris foi escolhido pelos Deuses para ser o rei da terra, mas seu irmão Seth, invejoso, matou e espalhou os pedaços de seu corpo por todo o Egito. Seth era tido como o Deus das trovoadas e das forças violentas da natureza.

egito2

Ísis, a mulher de Osíris, Deusa da vida e da magia, recolheu os pedaços de Osíris e reconstituiu seu corpo com faixas de tecido, possibilitando sua ressureição. Assim ele passou a ser o Deus dos mortos e a primeira múmia da história.

Havia a crença de que, após o falecimento, o morto era conduzido pelo Deus Anúbis, representado por uma cabeça de chacal preta com corpo humano, para se apresentar ao Tribunal de Osíris, local onde se dava seu julgamento. O falecido recebia o “Livro dos Mortos” e declarava seus erros que eram anotados no rolo de papiro pelo Deus escriba, Thot, representado pela cabeça de um pássaro Íbis.

anubis

Nesse ritual seu coração era pesado e, de acordo com o que o morto havia feito em vida, receberia um julgamento. Para que recebesse a aprovação das divindades, não poderia ter cometido nenhum grande mal como roubar, matar, cometer adultério, mentir, causar confusões, etc.

Na balança seu coração não deveria pesar mais do que a pluma da Deusa Maât, a pluma da verdade. Se o coração fosse mais leve que a pluma, recebia a aprovação e conduzido por Hórus poderia recomeçar sua vida. Maât, Deusa da justiça, vigiava a pesagem.

egito3

Caso contrário, o indivíduo não poderia entrar mundo dos mortos, e sua cabeça era devorada por um deus com cabeça de crocodilo que o espreitava ao lado da balança. Quanto mais erros tinha cometido, mais seu coração pesava, maior seria seu castigo. Era dura a vida no Antigo Egito…

Quer saber mais ? Leia este post aqui que conta uma aula de islamismo que tivemos na Mesquita Mohamed Ali, na Cidadela da Saladino, na Cidade do Cairo.

Boa Viagem e até breve!

Flávia Ribeiro

 

Você vai gostar de...

Onde ficar em Siem Reap | Super dica Se você está planejando viajar para o Camboja, provavelmente os templos de Angkor estão nos seus planos de viagem. E Siem Reap é a cidade porta de ent...
Descubra o que fazer em Havana em 2 dias Ernest Hemingway, que viveu por mais de 20 anos em Cuba, declarou que nem Veneza nem Paris superavam o encanto de Havana. Com linda arquitetura coloni...
Isla del Sol | O mítico berço dos Incas A Isla del Sol tem atraído pessoas há mais de 3 mil anos, e hoje é um destino muito desejado pelos viajantes que cruzam a América do Sul. É a maior il...
Hong Kong | Buda Gigante e Sinfonia das Luzes Hong Kong ostenta muito mais que lindos arranha-céus. É um dos 4 Tigres Asiáticos, um dos maiores centros financeiros do mundo, e também uma das maior...

Deixe aqui seu comentário!

Escrito por
Publicado em

Uma nota em “Cairo e suas histórias

Deixe uma resposta