A Ilha Bartolomé já foi considerada uma das 10 ilhas mais bonitas do mundo. É um dos principais cartões postais de Galápagos com paisagens vulcânicas de cair o queixo. Imagine uma paisagem com belas formações vulcânicas escuras contrastando lindamente com a vegetação verde, o mar azul e a baía de Sullivan com praias de areias douradas. Para completar, a deslumbrante visão panorâmica que se tem do mirante com o icônico Pinnacle Rock.

Bartolomé Galápagos

As atividades desse passeio de dia inteiro incluem caminhadas até o pico da ilha, observação da vida selvagem, visita às praias vizinhas e mergulho de snorkel onde mergulhamos com leões marinhos brincalhões. Se você der sorte (não foi o nosso caso), poderá encontrar pinguins ali, pois há uma pequena colônia em Bartolomé. Bom lembrar que todos os avistamentos de vida selvagem são imprevisíveis por natureza, e que as atividades podem sofrer alterações pelo seu guia ou pelo Parque Nacional.

Origem do nome

O nome da ilha é uma homenagem ao amigo de longa data de Charles Darwin, Sir Bartholomew James Sullivan, que navegou com ele em 1835 a bordo do HMS Beagle, o navio britânico que os levou à Galápagos e vários outros lugares fantásticos. Sir Bartholomew James Sullivan foi o segundo-tenente do Beagle nessa famosa viagem.

Bartolomé Galápagos

Geologia de Bartolomé

Bartolomé é uma ilha vulcânica que tem provavelmente 1,5 a 2 milhões de anos. A idade exata da ilha não está determinada, mas com base em suas características, é considerada uma das mais jovens do arquipélago.

Bartolomé Galápagos
Bartolomé Galápagos

Desabitada, a ilha é muito seca e rochosa, com pouca vegetação e resquícios de antigos fluxos de lava. Isso explica por que Bartolomé é um habitat inadequado para a maioria dos animais terrestres. Na flora sobrevivem ali apenas três espécies de cactos, sendo uma delas endêmica e algumas espécies de arbustos. Plantas guerreiras que nascem e crescem em terrenos árduos. A formação mais emblemática da ilha é a Pinnacle Rock. É um marco natural, formado a partir da erupção de um vulcão subaquático.

Bartolomé Galápagos

Como visitar Bartolomé

Bartolomé fica no centro do arquipélago, a duas horas de navegação do Canal de Itabaca, que divide Santa Cruz de Baltra, onde está o aeroporto. É um programa imperdível para quem está fazendo o roteiro “Land based”, mas também frequentemente visitado por quem opta por cruzeiros para explorar Galápagos.

Bartolomé Galápagos
Bartolomé Galápagos

Nosso dia começou bem cedo. O ônibus da agência Galápagos Native me pegou no hotel às 6 da manhã e após 40 minutos de estrada, chegamos ao Canal de Itabaca, do outro lado da Isla de Santa Cruz. Logo que entramos no barco, nos foi servido um café da manhã simples, mas que já valeu a pena porque, pelo no horário de saída do ônibus, o hotel não tinha começado a servir o café.

Bartolomé Galápagos

O tour é feito por várias agências locais, eu fiz com Galápagos Native e reservei com antecedência pelo site (US$ 165 por pessoa) – medida altamente recomendável. Não deixe para reservar quando estiver lá porque são apenas 4 barcos que fazem esse tour por uma limitação do Parque Nacional. E é um dos passeios mais procurados (e também um dos mais caros), realmente vale super a pena!

Depois de visitar a ilha, fizemos a visita à praia dourada, almoçamos a bordo do iate, e retornamos à Santa Cruz em mais duas horas de navegação. Chegando no Porto de Itabaca pegamos o mini ônibus para retornar à Puerto Ayora.

Bartolomé Galápagos

Não deixe de levar sapatos confortáveis, roupas de banho, chapéu, óculos escuros e protetor solar. O barco Española oferecia equipamentos de snorkel e toalhas de banho. Alimentação inclusa também.

Daphne Major

No caminho passamos por algumas outras ilhas vulcânicas, dentre elas Daphne Major que é um ótimo lugar para observação de pássaros e mergulho em Galápagos. É regularmente frequentada por curiosos leões-marinhos, tartarugas marinhas, arraias e várias espécies de tubarões.

Bartolomé Galápagos

Daphne Major é um local de nidificação de aves marinhas das Galápagos. Fiquem atentos aos atobás de nazca, pássaros tropicais de bico vermelho, atobás de patas azuis e fragatas magníficas. É também lar de várias espécies de tentilhões de Darwin. Aliás, foi lá em Daphne Major que Darwin aprofundou seu estudo científico realizando observações dessas famosas aves.

Bartolomé Galápagos

+ Clique aqui para saber mais sobre os extraordinários animais de Galápagos.

Mirante Panorâmico de Bartolomé

Chegando na Ilha Bartolomé, o que mais queria era subir até o mirante. Começamos por uma passarela com aprox 800 metros e depois iniciamos a subida pela escadaria de mais de 370 degraus que leva à parte mais alta da ilha, a 115 metros acima do nível do mar.

Bartolomé Galápagos

A subida pode ser difícil, especialmente em um dia quente, então, lembre-se de levar água. Faça quantas pausas precisar – há muito espaço para as pessoas passarem por você e não tenha pressa para chegar ao topo.

Bartolomé Galápagos

Lá em cima você vai se sentir como se estivesse fora do planeta Terra. Provavelmente ali terá a melhor vista de toda sua viagem à Galápagos. Verá a baía de Sullivan e a Pinnacle Rock, e ao fundo a Ilha Santiago. Se sua câmera possui modo panorâmico, essa será a hora de usá-lo!

Bartolomé Galápagos

Em um dia claro, você poderá ver mais de dez ilhas do topo do mirante. Os falcões de Galápagos fazem ninhos ali, então, fique de olho no céu também.

Praia de Pinnacle Rock

Para finalizar o dia em grande estilo descemos na praia de Pinnacle Rock, com suas areias douradas. Lá de cima do mirante quando estávamos completamente encantados com o visual da Baia de Sullivan, não podia imaginar que desfrutaria de algumas horas naquela praia que ficava justamente no sopé da Pinnacle Rock. Foi uma grata surpresa!

Ali tivemos tempo livre para mergulhar, nadar ou tomar sol. As águas ao redor de Bartolomé são frias devido a uma corrente de ressurgência. O lado bom é que, quanto mais fria é a água, mais ricas são em nutrientes, e, portanto, mais vida marinha atrai.

Nossos companheiros de snorkel em torno de Pinnacle Rock foram os brincalhões leões marinhos, algumas tartarugas marinhas, arraias e muitos peixes coloridos. O guia contou que tubarões da espécie “white tip” podem ser vistos frequentemente patrulhando as águas da ilha.

Bartolomé Galápagos

+ Não deixe de conferir o roteiro que preparei para 10 dias em Galápagos!

Espero que tenham gostado das minhas dicas de Bartolomé, uma das minhas ilhas favoritas em Galápagos. Em caso de dúvidas envie um comentário no campo abaixo.

Obrigada pela visita e volte sempre!

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.