Reserva Sian Ka'an

Criada em 1986 e declarada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco em 1987, Sian Ka’an é uma das maiores áreas protegidas do México, com 528 mil hectares de manguezais e florestas em 120 km de litoral repletos de recifes de corais intactos.

Sua biodiversidade chama a atenção de biólogos e amantes da natureza pela quantidade de ecossistemas marinhos e terrestres. Na Reserva de Sian Ka’an pode-se encontrar facilmente tartarugas, peixe-boi, crocodilos e golfinhos. A rica fauna tem mais de 300 espécies de pássaros incluindo a única águia pescadora, tucanos, fragatas e garças. Além disso, a barreira de corais mesoamericana (a segunda maior do mundo) passa bem na frente, tornando o lugar perfeito para snorkeling.

Felizmente, o turismo em massa não chegou em Sian Ka’an e, graças ao seu status de área preservada, é um dos poucos lugares onde você pode curtir a vida selvagem da Riviera maya em rotas genuínas que proporcionam aventura e interação com a natureza num lugar lindo demais.

Como chegar à Reserva de Sian Ka’an

Para chegar à Reserva de Sian Ka’an de carro siga em direção sul pela orla hoteleira de Tulum por 10 km até chegar num portal que é a entrada da reserva. Ali você deve fazer sua identificação e pagar uma taxa de aprox. 3 usd.

reserva sian ka'an tulum mexico

De lá até Punta Allen são 35km quilômetros de estrada de terra que pode levar de 2 a 3 horas, a depender da condição da estrada que normalmente é cheia de lamaceiros e buracos. Chegamos até Boca Paila (11 km depois do portal de entrada), um pouco mais além da ponte. Parece que depois desse ponto a condição da estrada piora muito, ainda mais depois de uma chuva. Soube que pra seguir adiante é recomendado pilotar um 4×4, além de experiencia no manejo pra não afundar na lama. Take care!

Importante: certifique-se de encher o tanque em Tulum pois não há postos de gasolina no caminho. Parece que em Punta Allen tem moradores que vendem combustível, mas convém não arriscar.

O que fazer em Sian Ka’an

Há operadores turísticos em Tulum que organizam day tours, mas se você estiver de carro prefira ir por conta própria e contratar um passeio de barco no centro de informações chamado “O ultimo maya”. Os locais são verdadeiros descendentes dos maias e o seu dinheiro vai ajudar a comunidade local. Aliás todos os passeios são baseados em princípios que protegem o impacto local porque Sian Ka’an planeja ser totalmente sustentável, com o compromisso pela conservação da natureza e o desenvolvimento da comunidade local.

Nós fizemos o passeio de barco pela lagoa Campeche passando pelo que eles chamam de ‘ancient canal’. Navegamos pela lagoa, exploramos os manguezais, observamos pássaros exóticos e procuramos por peixe-boi e crocodilos.

Certifique-se de trazer protetor solar biodegradável, pois a radiação solar é extremamente forte. E leve capa de chuva também, pegamos uma tempestade na volta do barco. O tempo muda muito rápido por lá.

Se você estiver indo pra lá procure por um passeio de flutuação nos canais de mangue. Eu vi fotos lindas mas não encontrei quem promova esse passeio. Se você descobrir volta aqui pra me contar, ok?!

Onde ficar em Sian Ka’an

Como falei o turismo consciente tem o objetivo de ajudar a preservar os ecossistemas da Reserva da Biosfera de Sian Ka’an e a cultura das comunidades que vivem lá. Nove comunidades maias estão sendo beneficiadas pelo desenvolvimento do destino. Em algumas delas é possível se hospedar como Muyil, Tampak e Punta Allen.

Vi poucos lugares para se hospedar em Sian Ka’an. Uma das opções foi o próprio “El ultimo maya” que foi o ponto onde pegamos o barco. Ali tem cabanas bem simples pra alugar e também um restaurante. Penso que passar alguns dias em Sian Ka’an seria incrível para apreciar sua beleza e seu ritmo.

A outra opção é se hospedar em Tulum, como eu fiz. Me hospedei no Amansala que fica na zona hoteleira da orla e conto mais sobre ele em breve num artigo exclusivo, Aguarde!

Gostou das dicas de Sian Ka’an? Se tiver alguma duvida deixa um comentário aqui abaixo e não esqueça de fazer suas reservas usando os links do blog. Você paga o mesmo preço e ajuda na manutenção do site.

Uma ótima viagem! Obrigada pela visita, volte sempre! 😉

Continue lendo:

+ Roteiro de 15 dias no México

+ Os melhores cenotes da Riviera Maia

+ Onde ficar em Tulum

Flavia Ribeiro

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *